terça-feira, novembro 30, 2021

Como aumentar a conversão no e-commerce com 13 dicas práticas

O segredo para aumentar a conversão do e-commerce é construir uma cultura com foco no cliente. Se você entrou neste artigo com o objetivo de vender mais, a todo custo, é muito provável que nenhuma dica atinja os resultados esperados.

A taxa média de conversão, hoje, nos e-commerces é de 1,65%, de acordo com a Hitwise. Imagine, portanto, que, de 100 acessos no seu site, apenas uma ou duas vendas serão concretizadas.

É uma taxa baixa, certo? E isso impulsiona muitas empresas a buscarem a conversão como o principal objetivo do negócio. E, no fim, percebem que todo o esforço não rende o esperado.

Por quê?

Porque não atende as necessidades, desejos e expectativas dos consumidores. As estratégias criadas têm o intuito de converter e não de satisfazer o consumidor. Se você quer ser realmente competitivo em um universo com mais de 930 mil sites de e-commerce, é preciso ir além.

Vamos compreender os três pilares para aumentar a conversão do e-commerce de forma efetiva? Então, fique até o final por aqui, que separamos muitas dicas importantes!

O que é conversão no e-commerce

Antes de partirmos para as 13 dicas de como aumentar a conversão do e-commerce, é preciso compreender como acontece esse processo. A conversão é o número de usuários que entraram no seu site e efetuaram a compra.

Isso quer dizer que a taxa de conversão é o número total de vendas dividido pelo número total de acessos. Consideramos que houve uma conversão, portanto, quando o usuário realiza a ação esperada.

Essa ação pode ser compra, cadastro no banco de dados, download de algum material valioso. Mas, normalmente, atrelamos a conversão ao ato de compra, que pode ser realizado por um usuário que acabou de conhecer a marca, um antigo seguidor, ou um cliente já fiel.

Como falamos na introdução, a taxa de conversão nos e-commerces brasileiros é considerada baixa. Para alterar essa média é preciso trabalhar em três frentes:

  • Número de acessos – Quanto mais usuários entrarem em contato com a sua marca, através de blogs, sites e marketplaces, maiores as chances de conversão. Afinal, estatisticamente, se existem muitas pessoas trafegando por uma loja, maior o número de vendas.
  • Efetividade na conversão – Não basta ter um alto número de acessos, você precisa criar as iscas corretas para atrair o seu público-alvo.
  • Fidelização, ou recompra – A conversão de um cliente fiel é menos trabalhosa – e custosa – do que conquistar um novo cliente. Afinal, ele já conhece a sua empresa, a qualidade do produto e dos serviços. Ter clientes fiéis é, portanto, a dica de ouro para aumentar a taxa de conversão no e-commerce.

Agora que você já sabe as frentes que precisa agir, vamos às maiores e melhores dicas de como aumentar a conversão do e-commerce.

13 Dicas para aumentar a conversão do e-commerce

Independente de qual o nicho da sua empresa, cartela de clientes ou porte do negócio, existem algumas práticas universais para aumentar a conversão do e-commerce. Listaremos, aqui, 13 dicas baseadas em facilitadores de navegação, tendências do mercado digital e melhora na experiência do usuário.

1 – Conheça o seu público-alvo

A primeira dica de como aumentar a conversão do e-commerce é focada em personalizar a experiência dos seus usuários. Para oferecer essa personalização é fundamental compreender profundamente o perfil do seu público.

Incluímos aqui: localidade, faixa etária, gostos, expectativas, necessidades e comportamento de compra. Para isso, você pode aplicar pesquisas de mercado, utilizar ferramentas de monitoramento e acompanhar o comportamento online do cliente em potencial. Quanto mais informação e dados obtidos, maior a possibilidade de personalização.

Essa estratégia é fundamental para atrair os usuários que, de fato, têm potencial para virarem consumidores da sua marca. O que, naturalmente, aumenta a taxa de conversão do e-commerce.

2 – Otimize seu site para os buscadores

Uma das dicas mais importantes de como aumentar a conversão no e-commerce é ser visto. Os usuários precisam localizar rapidamente o seu site nos principais buscadores. E, para isso, é preciso investir em SEO para e-commerce.

Como?

  • Faça uma lista com as palavras-chave do seu negócio. Por exemplo, se o seu e-commerce vende sapatos, algumas KW devem ser: botas, tênis, sandálias, chinelos. Sempre que puder, crie KW mais específicas, como botas pretas de montaria. É importante que essas palavras se repitam nas abas e páginas do e-commerce.
  • Coloque imagens e vídeos – Isso atrai a atenção do usuário e os buscadores entendem como algo positivo, melhorando o ranqueamento da página.
  • Coloque títulos e textos chamativos, que contenham a palavra-chave, mas não sejam muito extensos.

3 – Crie conteúdos informativos e de alto valor para o público-alvo

Hoje, o consumidor espera que as marcas ofereçam mais do que produtos, eles querem receber valor. Quando investimos em informações e artigos interessantes, aumentamos as chances de leitura, cliques e compartilhamentos.

O marketing de conteúdo é, portanto, uma das melhores estratégias para aumentar a conversão no e-commerce de forma orgânica. Você pode fazer isso criando posts em blogs, no Facebook, Instagram, LinkedIn e, até mesmo, vídeos no Youtube.

Mas lembre-se: o conteúdo precisa ter valor para o usuário e deve ser ligado ao produto oferecido. Por exemplo, se você tem uma empresa que presta serviço de consertos gerais, pode criar artigos sobre:

  • Principais problemas de vazamento na cozinha;
  • Como trocar a resistência do chuveiro;
  • Instalação de ar condicionado: preciso chamar um técnico?

No final do artigo chame o usuário para a página de compra com um texto informativo, sucinto e criativo.

4 – Utilize o feedback e avaliações de outros clientes

O feedback é uma arma muito interessante para aumentar a conversão do e-commerce. Afinal, você pode usar os comentários e avaliações positivas para ratificar a autoridade da sua empresa. Mas também é muito importante aproveitar os feedbacks negativos para planejamentos e estratégias futuras.

Acredite, eles são ainda mais importantes para o seu negócio. Afinal, ninguém melhor que os clientes para dar insights valiosos sobre melhorias, não é mesmo?!

5 – Ofereça um e-commerce responsivo

Hoje, grande parte das compras online são realizadas através de dispositivos móveis, sem contar as pesquisas a respeito do produto, marca e preços. Se o seu e-commerce não é adaptado para diversos tamanhos e modelos de tela, vai deixar de ser atrativo para essa parcela de clientes.

Preocupe-se, portanto, em tornar o seu site adaptado para celulares, desktop, tablets, etc.

6 – Faça o monitoramento das mídias sociais

O monitoramento das mídias sociais é uma tendência que você precisa ficar muito atento. Se usada corretamente ela pode aumentar a conversão do e-commerce de forma orgânica e permanente.

Afinal, ao monitorar o comportamento do cliente em potencial nas mídias, podemos compreendê-lo melhor, conhecer necessidades e expectativas que são, teoricamente, compartilhadas apenas entre amigos.

7 – Acompanhe os resultados e altere estratégias ineficientes

Falando em monitoramento… Hoje, as ferramentas de automação captam, armazenam e produzem inúmeros dados valiosos para o sucesso do seu negócio. E, a melhor forma de aproveitar essas informações é acompanhar os indicadores, monitorar os resultados e, quando necessário, reajustar as estratégias utilizadas.

Fique atento, portanto, aos dados de acesso, número de cliques em cada chamada, compartilhamento, etc.

8 – Desenvolva um layout simples, limpo e intuitivo

Não tem nada pior para derrubar a sua taxa de conversão do que um site complexo, bagunçado, cheio de informações e repleto de propagandas. A jornada de compra do usuário já é, por si só, um processo complexo, se você conseguiu transportá-lo até o seu site, não prejudique essa experiência.

Um site informativo pode ter um layout simples, intuitivo e organizado. Para isso invista em boas plataformas, desenvolvedores e profissionais gabaritados no assunto.

9 – Facilite o logout e as formas de pagamento

A internet surgiu como um grande facilitador e o consumidor espera que isso se estenda desde a pesquisa por informações, até o logout no site. Grandes empresas, hoje, procuram fazer esse processo o mais simples possível.

Para isso oferecem compras com 1 click, logout rápido, formas de pagamento simples e variadas. Isso é um requisito essencial para aumentar a conversão no e-commerce.

10 – Coloque um buscador no e-commerce

O usuário não quer passar horas e horas nas páginas do seu site para encontrar um produto específico. Isso é cansativo e pode fazer com que ele desista da compra logo nos primeiros segundos.

Para aumentar a conversão no e-commerce, portanto, é fundamental inserir um buscador visível, claro e, se possível, com a tecnologia de preenchimento automático.

11 – Insira imagens, vídeos explicativos e tabela de tamanhos

Hoje, as imagens e os vídeos são os formatos de publicidade que mais chamam a atenção do usuário, além de serem ótimas ferramentas de otimização, como já mencionamos por aqui.

A ilustração do que é ofertado aproxima o usuário da experiência offline. Quando compramos online, queremos ter certeza que as cores, tamanhos e modelos são como estamos imaginando. Inserir boas imagens, vídeos explicativos e uma tabela de tamanho vai passar segurança ao consumidor, aumentando, assim, a probabilidade de conversão no e-commerce.

12 – Invista em uma plataforma segura e mostre isso para o usuário

Falamos sempre por aqui que não basta ser um site seguro, é preciso parecer. As transações online ainda ligam o alerta de cuidado em muitos usuários. Para evitar perder clientes, o seu e-commerce precisa estar em uma plataforma segura e que possua selos ou certificados que garantam isso, como o certificado SSL, por exemplo.

Não deixe de ler – Tipos de fraudes no e-commerce: Será que o cliente pode confiar na sua marca?

13 – Ofereça uma experiência personalizada

A personalização, hoje, é um requisito esperado pelo cliente. De acordo com a pesquisa realizada pelo The Commerce Shop, 73% dos clientes preferem experiências de compra personalizadas e mais de 80% afirmam que isso é um fator importante na decisão de compra.

Mas, diferente das possibilidades de um ponto de venda físico, no e-commerce você não consegue conversar em tempo real com o consumidor, para descobrir como personalizar a experiência de compra. Então, como fazer para aumentar a conversão no e-commerce com a personalização?

Através de dados! A sua empresa precisa registrar as ações do usuário no site, para poder oferecer itens semelhantes aos pesquisados. Ou, inclusive, produtos complementares. É, portanto, uma estratégia muito eficiente de cross e upselling.

O histórico de compras também é uma ótima maneira para criar experiências mais personalizadas. Principalmente se a sua empresa já implantou estratégias de venda omnichannel. Afinal, assim, você terá todo o arsenal de dados de localização, compras, interesses e necessidades desse cliente em potencial.

Precisa de uma ajuda para capturar, analisar esses dados e monitorar o seu cliente online?

A Maplink pode te ajudar com isso! Veja abaixo um pouco mais sobre nossas funções!

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais. Como?

  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos operacionais;
  • Nossas APIs integram facilmente com qualquer tecnologia ou sistema (TMS, CRM, WMS e outros). Além disso, o seu time terá acesso a uma documentação completa e a um time de especialistas dedicado, garantindo uma implementação rápida.;
  • Otimização de rotas de entrega;
  • Entre outras inúmeras funcionalidades.

As API’s Maplink, nossa solução em nuvem Maplink Platform, serão ótimas aliadas para aumentar a conversão no e-commerce. Como? Veja só:

  • Business Intelligence

Monitore KPIs essenciais para a sua operação, tendo uma visão comparativa entre os resultados planejados X reais ao final de cada entrega, que geram insights para redução de custos e potencial de crescimento.

  • Visibilidade

Controle e acompanhe todas as atividades da sua frota e das suas entregas em tempo real, garantindo um rastreamento eficaz, desde o recebimento do pedido até o momento da coleta. Dessa forma, você melhora a qualidade do seu gerenciamento de riscos e também ganha em previsibilidade de problemas, evitando perdas.

  • Automatização

Tenha mais eficiência, controle e menos riscos operacionais com processos de agendamento de entregas totalmente automatizados. Agrupe pedidos de forma inteligente, levando em conta seus tipos de veículos e cargas, melhore a taxa de uso dos seus caminhões e crie planos de rotas otimizados, de acordo com a complexidade da sua operação e restrições logísticas da sua carga e rotas.

Ficou curioso? Então, agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Newsletter
Últimos Posts

Como fazer planejamento de rotas e quais ferramentas usar

Se você trabalha com operações de transporte, deve saber o quanto é importante ter um bom planejamento de rotas...

Artigos Relacionados