como criar um sistema ERP

Como criar um sistema ERP? 6 passos para desenvolver seu ERP

Sua empresa está crescendo e você precisa de um bom software de gestão? Quer saber como criar um sistema ERP mas não faz ideia de por onde começar?

Se o objetivo é melhorar o desempenho do seu negócio, a implementação desse tipo de sistema realmente pode ajudar, mas será que vale a pena desenvolver o seu próprio ou é melhor contratar um já consolidado?

O uso da tecnologia é, sem dúvidas, um dos grandes responsáveis pelo aumento da produtividade e redução de custos em uma organização. Neste ponto, um bom software de gestão faz toda a diferença, e saber como criar um sistema ERP pode ser é uma vantagem, mas será que essa é realmente a melhor saída?

Neste artigo vamos levantar alguns argumentos para te ajudar a tomar esta decisão, e também apresentaremos os primeiros passos de como criar um sistema ERP.

Criar um sistema ERP ou contratar um pronto?

Usar um bom software ERP pode fazer muita diferença na produtividade de uma empresa, isso é fato, no entanto, é inevitável que surja o dilema: vale mais a pena criar um sistema ERP próprio ou contratar um pronto?

A resposta para esta pergunta não é tão simples. Há uma série de fatores que devem ser levados em conta para decidir se vale a pena criar um sistema ERP do zero ou se é melhor contratar um que já seja reconhecido no mercado.

De início vale a pena saber que ambos os lados têm pontos positivos e negativos, os quais vamos entender melhor a seguir.

Prós e contras de contratar um sistema ERP 

Optar por um ERP que está há mais tempo no mercado é, em geral, uma escolha mais cômoda e segura. Afinal, trata-se de um software mais estável, que já passou por vários testes, erros foram corrigidos e seu funcionamento foi aperfeiçoado, o que garante um bom desempenho.

No entanto, alguns pontos negativos que devem considerados é que esses softwares nem sempre oferecem possibilidades de customização. Além disso, em alguns casos, pode haver uma maior dificuldade de integração com outros sistemas já utilizados pela empresa.

Prós e contras de criar um sistema ERP próprio

Se você optar por uma alternativa como criar um sistema ERP próprio, você terá um sistema completamente adaptado às necessidades da sua organização, garantindo maior eficiência.

Além disso, ao desenvolver um sistema ERP personalizado, as chances de compatibilidade com os demais softwares utilizados pela empresa são maiores, o que facilita sua integração.

No entanto, dentre os pontos negativos estão o alto custo e o longo tempo de desenvolvimento, além do fato de precisar fazer uma série de testes e corrigir erros e bugs, até que o sistema fique perfeito. Ainda neste ponto, é importante considerar que a tecnologia evolui, e este software precisa ser atualizado constantemente para não ficar obsoleto.

Leia também: Ferramenta de atendimento omnichannel: qual é a melhor?

Como criar um sistema ERP? Quais são os primeiros passos?

Criar um ERP, como qualquer outro software, requer planejamento. Antes de começar a desenvolver, você precisa ter muito claro quais são os seus objetivos e onde quer chegar.

Vamos ver alguns passos necessários de como desenvolver um ERP.

1 – Definição metas, objetivos e expectativas

Você precisa saber porque está desenvolvendo este software e quais são seus objetivos com ele.

Para isso, é necessário que haja um levantamento das necessidades de sua empresa, quais são os gargalos e os problemas que precisam ser resolvidos, a fim de definir quais são as funcionalidades que seu sistema ERP precisa ter.

2 – Levantamento das necessidades dos setores

Após um levantamento inicial, você já terá algumas ideias, mas quando pensamos sobre como criar um sistema ERP próprio, é importante levar em consideração as vivências de cada setor da empresa que fará uso do software. Logo, você precisa debater suas ideias com os demais setores da empresa.

Investigue junto aos responsáveis por cada departamento, quais são suas dificuldades e quais os recursos necessários para um bom sistema ERP.

Em seguida, converse com o time de desenvolvimento para debater expectativas, e entender o que é possível fazer para contribuir para o crescimento da empresa.

3 – Definições relacionadas à tecnologia

Ao desenvolver um sistema ERP, é preciso definir alguns pontos, como o tipo de linguagem de programação a ser utilizada, bem como o banco de dados onde os dados da empresa ficarão armazenados.

Outra escolha importante se refere a hospedagem do sistema, que pode ser:

  • em servidor local, que requer investimentos em equipamentos e equipe para manutenção;
  • em nuvem, que pode ser facilmente escalável, caso necessite de mais poder computacional e ainda é considerada mais segura, além de não precisar de manutenções constantes.

4 – Integração com outros sistemas

Outro ponto muito importante a ser observado ao desenvolver um ERP próprio é a sua integração aos sistemas já utilizados pela empresa, afinal, é importante que sejam compatíveis para que possam ser integrados sem maiores problemas.

Para isso, é necessário fazer um levantamento de todos os softwares utilizado, comunicando a equipe de desenvolvedores responsável pela criação do sistema ERP.

5 – Testes e implementação

Uma vez que o sistema ERP esteja pronto, é hora de testar se ele está de acordo com o planejado.

Para isso, o time de desenvolvedores podem alimentar o sistema com alguns dados, a fim de verificar funcionalidades específicas da ferramenta. Outra possibilidade é liberar o uso do sistema para um grupo de funcionários, a fim de testar seu funcionamento no dia a dia.

Essa fase de teste serve não apenas para verificar o comportamento do sistema, mas também a aceitação dos usuários.

6 – Atualizações e melhorias

Após ser testado e implementado, o último passo de como criar um sistema ERP é promover atualizações conforme às necessidades da empresa.

Essas atualizações devem ser realizadas sempre que necessárias, visando corrigir falhas e promover melhorias, mantendo o sistema eficiente, de acordo com a evolução da tecnologia.

Leia também: O que é gestão de transportes, como melhorar a eficiência da empresa?

E aí? Ficou claro como criar um sistema ERP?

O que você deve ter em mente é que desenvolver um ERP, como qualquer outro sistema, leva tempo e envolve custos. Então vale a pena analisar quais são as necessidades de sua empresa e o que os sistemas disponíveis no mercado têm a oferecer.

Em muitos casos, ERPs já consolidados são muito mais indicados. Porém, se você precisa de funções adicionais, que não encontra em nenhum outro sistema disponível no mercado, a melhor alternativa acaba sendo desenvolver seu próprio software.

A saída que muitos encontram neste caso é um meio termo, optando por um sistema ERP Open Source e adaptando-o às necessidades específicas do negócio.

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de transporte de sua empresa, garantindo segurança e produtividade em suas operações.

Somos a maior empresa de tecnologia de geolocalização da América Latina. Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Maior agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Gol Linhas Aéreas, Bradesco Seguros, Alelo, Globo.com, JBS. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a entenderem como criar um sistema ERP! Além disso, assine a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

Comments are closed.