comércio digital

E-commerce sem estoque: Oportunidade ou Cilada?

Será que é possível manter um e-commerce sem estoque? Mas e a oscilação de preços dos fornecedores e  segurança do prazo?

Sabemos que manter um estoque diversificado é trabalhar com uma balança de prós e contras muito equilibrada. Afinal, para garantir preços, prazos e homogeneidade é preciso ter uma quantidade significativa de cada produto oferecido.

Por outro lado, os custos de manutenção, do produto e do pedido são muito maiores. Sem contar profissionais responsáveis por gerenciar um e-commerce, controle e riscos. Que empreendedor não apostou todas as suas fichas em um produto e ele ficou parado em estoque?

Isso é mais comum do que gostaríamos, não é mesmo? Trabalhar com um e-commerce sem estoque pode trazer inúmeros benefícios para empresas de pequeno e médio porte. Mas também tem algumas desvantagens.

Vamos descobrir se é possível ter um e-commerce sem estoque, garantir a satisfação do cliente e os níveis de qualidade dos seus serviços?

E-commerce sem estoque, é possível?

comércio digital

Já adiantamos que SIM!

Segundo pesquisas recentes da Nuvem Commerce, o comércio eletrônico no Brasil cresceu mais de 10% de 2017 para 2018. E a estimativa é de crescimento contínuo nos próximos anos.

Na visão do empreendedor, o e-commerce, além de encontrar um ótimo cenário de crescimento, tem custos e vantagens que permitem a entrada neste universo. Mas, então porque muita gente desiste antes mesmo de começar?

Bom, grande parte devido a incertezas e custos com estoque. E se você pudesse minimizar estes dois fatores com uma única estratégia? O e-commerce sem estoque é uma ótima solução!

Formas mais comuns de e-commerce sem estoque

  • Just in time – Neste modelo você trabalha com o estoque do seu fornecedor. Ou seja, o pedido só é realizado quando o cliente faz, de fato, a compra. Desta forma a compra é realizada, o fornecedor recebe o pedido e faz o envio, nesta ordem.
  • Dropshipping – Neste caso não é preciso que você disponha de uma estrutura logística para e-commerce. Todo o processo fica a cargo do fornecedor, inclusive o envio. Ou seja, você é apenas a imagem e reputação por trás do processo.

O Dropshipping parece muito simples, mas, na prática, encontramos inúmeros obstáculos. Como regularização (nota fiscal), comunicação e relacionamento com o fornecedor, atrasos, etc.

Saiba mais: O que é custo de transporte? Vejas as principais despesas.

Como começar um e-commerce sem estoque?

e-commerce estoque 0

A melhor forma de começar é responder 3 questões no desenvolvimento do seu plano de negócios do e-commerce sem estoque!

O que vender?

Neste item você precisa decidir qual, ou quais itens você vai comercializar. Como se trata de um e-commerce sem estoque, você pode mesclar produtos mais inovadores com alguns mais seguros. Só tome cuidado com o número de fornecedores com os quais você vai trabalhar.

Quanto maior o seu catálogo, melhor deve ser a comunicação e integração com estes parceiros.

Onde vender?

No começo de um e-commerce sem estoque o ideal é validar alguns produtos utilizando portais como o Mercado Livre, por exemplo. Com o crescimento das vendas você pode desenvolver um e-commerce próprio, ou fazer parcerias com grandes marketplaces.

De qual fornecedor comprar?

Esta etapa do planejamento de e-commerce sem estoque é crucial para o seu sucesso. Muitos empreendedores procuram fornecedores dentro de outros marketplaces, desta forma é possível verificar sua avaliação, número de vendas e tempo de atuação.

Invista seu tempo nesta fase!

Dicas e cuidados para que o e-commerce sem estoque funcione de forma eficiente

1 – Estabeleça prazos realistas

prazos e-commerce sem estoque

Você sabe quão importante é a experiência do cliente para aumentar a fidelização e o número de promotores. E o fator mais influente nesta questão é cumprir com o prometido. Isso inclui o prazo de entrega.

Certifique-se, portanto, de anunciar o prazo mais seguro.

Nossa dica é construir esse planejamento baseado em uma análise de riscos. Desta forma, você pode neutralizar algumas ameaças e garantir que a entrega não será feita nunca após o prazo máximo.

Ah! E um item indispensável: seja extremamente claro com o cliente sobre o prazo, a transparência e clareza evitam qualquer mal-entendido.

2 – Diferencial

Para que o seu cliente em potencial decida aguardar o prazo de um e-commerce sem estoque você precisa compensá-lo em outros elementos do produto. As empresas chinesas, por exemplo, possuem prazos longos, mas cativam seus clientes com o preço e inovação.

Ou seja, o seu e-commerce precisa ter um diferencial para tornar-se competitivo no mercado

3 – Faça parceria com bons fornecedores

e-commerce

Se o seu fornecedor não é sólido o suficiente, o seu produto com maior saída pode ser retirado do catálogo, a empresa pode falir, ou deixar de cumprir com o combinado sem nenhum período de adequação.

Lembre-se, não importa qual método de e-commerce sem estoque você vai utilizar, a imagem que será avaliada é a da sua empresa.

A escolha do fornecedor, portanto, é tão importante quanto o nicho que você decidiu trabalhar.

Prós e contras do e-commerce sem estoque

riscos do e-commerce sem estoque

O melhor benefício do e-commerce sem estoque é o seu investimento inicial.

Afinal, hoje já é possível começar a vender apenas com o capital de giro. Ou seja, você precisa apenas do valor de depósito para o fornecedor. Isso quer dizer que não é necessário:

  • Ter um local de depósito – aluguel, energia, funcionários e tantos outros custos fixos;
  • Correr o risco de não aceitação – com o e-commerce sem estoque você consegue testar a aceitação do público-alvo sem desembolsar um alto valor e correr o risco de ficar com este capital parado;
  • Custo de oportunidade – o seu dinheiro pode ser aplicado, ou utilizado, em campanhas de marketing, por exemplo. Até que as vendas tornem-se concretas e rentáveis.

Veja também: Como realizar uma boa gestão de custos logísticos? Veja 7 dicas práticas.

Contras:

A qualidade dos seus serviços depende, em maior parte, da eficiência do seu fornecedor. Ou seja, você terceiriza uma das etapas mais impactantes na experiência do cliente para outra empresa. Se ela for eficiente e de confiança, ótimo. Caso contrário é a sua imagem que será prejudicada.

Outro risco é que a demanda pelos produtos ofertados não corresponda com a agilidade de reposição do seu fornecedor. Isso pode gerar atrasos, ou até mesmo, a não entrega do produto.

É exatamente por estes motivos que a etapa de planejamento e a escolha correta dos fornecedores são essenciais para o sucesso do seu e-commerce sem estoque.

Portanto, com a sua ideia e um planejamento adequado o seu e-commerce sem estoque vai ser um sucesso! Quer uma ajudinha na questão do gerenciamento e planejamento logístico?

Então você precisa conhecer a Maplink!

Maplink

A Maplink é um dos maiores softwares de inteligência em logística América Latina. Utilizado por empresas como BRF, Nestlé, Ambev e mais 3 mil clientes no mundo todo.

Nele você consegue ter acesso à:

Para quem procura soluções mais robustas, nós da Maplink desenvolvemos ações sob medida para as suas necessidades.

Fale com um de nossos especialistas e conheça as melhores soluções!

Tags: No tags

Comments are closed.