Geo targeting vs geofencing

Geotargeting vs geofencing: Qual a melhor estratégia?

Você sabe realmente as definições, aplicações e benefícios do embate geotargeting vs geofenging?

Não? Mas, com certeza, já imagina o que une estes dois termos, certo? A geolocalização!

Exatamente!

Na maioria das vezes, nós não conseguimos saber exatamente quem é cada cliente em potencial, mas podemos determinar suas atividades, necessidades, gostos e tráfego. O que acaba sendo até mais importante do que saber se o nome do cliente é Carlos, ou Henrique. Pelo menos quando precisamos entender melhor suas preferências e descobrir o momento ideal de contato.

A determinação dos principais trajetos, localização e percursos podem extrair algumas dessas informações.

Com certeza você já sabe que a geolocalização tem um papel importante na segmentação do público-alvo, otimização da experiência do cliente, monitoramento interno e externo, certo? E, atualmente, ela tem funcionado, inclusive, como uma ferramenta decisiva no acompanhamento das políticas de isolamento social para conter a pandemia do COVID-19.

Pois é, além dos impactos positivos no marketing, em vendas, estratégias de expansão, ainda tem sido uma aliada nas determinações da OMS.

Mas, algumas ferramentas e termos dessa estratégia podem confundir os usuários, e até mesmo gestores experientes, como é o caso geotargeting vs geofencing.

Neste artigo vamos explicar o que significa realmente cada um destes termos e quais as principais diferenças na aplicação e nos benefícios do embate geotargeting vs geofencing. Preparado?

Então, vamos lá!

Geotargeting vs geofencing: Qual a melhor estratégia?

Geo targeting vs geofencing

Bom, antes de conhecer o vencedor geotargeting vs geofencing, precisamos recapitular qual a definição de cada um deles. E, já adiantamos, na verdade, estes dois termos não estão em lados opostos, eles são ferramentas que podem potencializar suas estratégias, inclusive se usadas com conjunto.

Afinal, ambas procuram entender o comportamento do usuário, tanto no universo online, quanto offline, de forma a criar dados suficientes para campanhas de marketing, estratégias de publicidade, atendimento ao cliente e até aperfeiçoamento de produtos.

As diferenças geotargeting vs geofencing começam de fato na forma de aplicação da tecnologia de geolocalização. Vamos entender melhor isso nos próximos tópicos.

O que é Geotargeting?

Geotargeting é um meio de segmentação do público-alvo usado já algum tempo, principalmente em campanhas digitais pagas. Quando o Facebook, por exemplo, te avisa sobre um restaurante novo no seu bairro, ele está usando a tecnologia de geotargeting.

Você já reparou que ao viajar para outra cidade, estados, ou países, automaticamente todos os contatos das redes sociais acabam se adequando a esta nova localização? E, não é preciso nem alterar o código postal do seu celular, o que inclui os anúncios patrocinados, a previsão do tempo e, inclusive, alguns alertas.

Para as empresas o geotargeting é uma das melhores formas de afunilar as entregas de notificação apenas para o público mais propenso a aceitá-las. Não faz sentido, por exemplo, que você, ao viajar para a Europa, receba uma oferta da pizzaria do shopping de São Paulo, não é mesmo? Ou um alerta sobre os bloquinhos de carnaval.

Para entender melhor as diferenças de geotargeting vs geofencing, vamos explicar rapidamente este segundo termo.

O que é geofencing?

Já falamos um pouco sobre o que é geofencing por aqui. Mas, de maneira resumida, geofencing é uma cerca geográfica, ou seja, um perímetro traçado ao redor de um ponto de vendas, por exemplo. Assim que o cliente em potencial entra neste perímetro, ele pode receber uma notificação pelo celular referente a promoções, ofertas, ou informações específicas daquele ponto de venda.

Essa delimitação pode ser realizada com o uso de tecnologias como:

  • Radiofrequência (RFID);
  • Sistema de posicionamento global (GPS);
  • Antenas de celulares e, até mesmo, sinais de Wi-fi

Isso é claro, demanda que o usuário tenha um celular com ferramentas de localização e permita o acesso do site, ou do aplicativo, a esta informação.

Ah! E é importante lembrar que o geofencing também respeita um intervalo de tempo. Ou seja, se determinada oferta ficará ativa por 15 dias, a notificação enviada para o usuário, que entrar naquele perímetro, também ocorrerá apenas durante este período.

Diferenças de aplicação e resultados geotargeting vs geofencing

Como você notou, existem diferenças cruciais no universo geotargeting vs geofencing. Podemos levantar duas primordiais, que são:

  • Meio utilizado para identificar a localização do usuário

A primeira diferença geotargeting vs geofencing ocorre na tecnologia da geolocalização utilizada. No geofencing, o principal meio para detectar se o usuário entrou no perímetro delimitado é o GPS. Já o geotargeting pode utilizar o código postal, por exemplo, ou até mesmo o endereço de IP.

  • Finalidade da localização

Se pensarmos estrategicamente é possível utilizar a tecnologia de geotargeting para saber se o cliente está próximo da localização que esperamos, mas não é o método mais eficiente. A ideia é utilizar o endereço IP, ou o código postal, para fornecer uma experiência de navegação mais personalizada. Desta forma o usuário pode ter acesso:

  • A promoções e ofertas para a sua região;
  • Aos pontos de venda mais próximos;
  • Valor de frete e prazo de entrega.

E, para a empresa, como já mencionamos, é uma estratégia para entregar notícias, informações e dicas para o público-alvo correto, baseado na sua localização, preferências, etc.

Já, no caso do geofencing, o objetivo da estratégia é se conectar com o cliente no momento exato. Estamos falando, portanto, de um público mais restrito que no geotargeting e cuja “condição” para o envio de mensagens seja cruzar a cerca delimitada.

Conseguiu entender as diferenças de objetivos e aplicações de geotargeting vs geofencing? E mais importante, o quão interessante é utilizar as duas ferramentas para encontrar o cliente certo, no local mais apropriado e no momento que ele estará mais propício a aceitar a abordagem?

Como você notou, a otimização de  processos e interações através da inteligência de dados, localização e mapas é o alicerce para as estruturas geotargeting vs geofencing. Afinal, é exatamente este conjunto de coordenadas e a análise de dados que possibilita a sua empresa a:

  • Realizar investimentos mais estratégicos em marketing;
  • Aproveitar os melhores momentos para se comunicar com o cliente;
  • Segmentar de forma muito mais eficiente o público-alvo;
  • Diminuir custos com campanhas e estratégias de baixo retorno;
  • Etc.

Quer entender como a Maplink pode te ajudar a filtrar os benefícios da dupla geotargeting vs geofencing? Então, conheça um pouco mais sobre as nossas funcionalidades!

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais.

Somos a maior empresa de tecnologia de geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área!

Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Maior agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Decolar.com, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais! Ah, não esqueça de assinar a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

Tags: No tags

Comments are closed.