Gestão de pessoas no varejo

Gestão de pessoas no varejo: definição, prática e 3 dicas de ouro

Se você se preocupa com gestão de pessoas no varejo já está muitos passos à frente da sua concorrência.

Afinal, apesar de inúmeros estudos comprovarem a relação direta entre satisfação e produtividade, muitas empresas do varejo ainda não compreenderam o impacto que o relacionamento com colaboradores pode ter no sucesso do seu negócio.

A Endomarketing.TV montou um infográfico, baseado em pesquisas desenvolvidas pela empresa norte-americana YouEarnedIt, que ilustra exatamente esse impacto:

Percebe o quanto o capital humano é fundamental para o sucesso do seu negócio? Se você não se preocupa em fazer o gerenciamento de pessoas, muito provavelmente algumas etapas são ineficientes, onerosas e abaixo do nível de qualidade que o seu negócio tem potencial para alcançar.

Vamos entender melhor o que é esse gerenciamento e porque ele impacta sua empresa desta forma?

O que é gestão de pessoas no varejo

Gestão de pessoas no varejo

Gestão de pessoas no varejo é o setor, área, equipe ou cargo responsável por fazer a ponte entre os objetivos e metas da empresa e dos colaboradores. Quando falamos sobre gestão de pessoas no varejo, ratificamos a importância que o indivíduo tem, antes mesmo dos produtos, preços e insumos.

Afinal, a sua empresa é formada por pessoas, desde a produção da matéria mais básica do seu produto, até o contato pós-venda.

Mas vale ressaltar que não estamos nos referindo a brindes, confraternizações de final de ano e tão pouco dinâmicas de equipes. A gestão de pessoas no varejo é muito mais profunda, estratégica e perene.

Afinal, estamos falando da administração do capital humano das empresas. Na prática, isso significa utilizarmos estratégias e técnicas de recursos humanos para:

  • Aplicar pesquisas internas de satisfação;
  • Analisar a produtividade de toda equipe;
  • Procurar e identificar possíveis insatisfações;
  • Avaliar – e reavaliar – práticas, normas e condutas internas;
  • Alinhar as expectativas dos colaboradores com a realidade da empresa;
  • Desenvolver estratégias para cativar e motivar a equipe.

Por que a gestão de pessoas é tão importante?

O varejo, infelizmente, é um dos setores que mais sofre com a rotatividade de colaboradores. O que, naturalmente, impacta negativamente na padronização do atendimento, espírito de equipe, empenho e comprometimento com a empresa.

Com o tempo, entendemos que o sucesso de um negócio está diretamente relacionado à atuação do capital humano da empresa. Afinal, a propensão de um cliente se tornar fiel depende da forma como o consumidor é atendido, o quanto suas dúvidas foram resolvidas e quão satisfeito ele ficou com o atendimento recebido.

Você com certeza já deixou de frequentar algum lugar porque o atendente de caixa foi grosseiro, ou por causa daquele colaborador que não se esforçou em resolver o seu problema. Isso é o impacto de um colaborador desmotivado, destreinado e gerenciado de forma incorreta.

Como mencionamos, a gestão de pessoas no varejo cria uma ponte entre a empresa e seus colaboradores. E isso, naturalmente, facilita a identificação de insatisfações, gargalos e deficiências, tanto no relacionamento, quanto na visão de negócios que as duas partes possuem.

De forma resumida, portanto, a gestão de pessoas no varejo:

  • Aumenta a satisfação dos colaboradores;
  • Facilita a comunicação interna;
  • Agiliza a identificação de ruídos;
  • Melhora a produtividade do time;
  • Aumenta a satisfação do cliente e a taxa de fidelização.

Se a sua empresa tem colaboradores fãs, então você entendeu como fazer uma gestão de pessoas no varejo. Ainda não conseguiu conquistar esse golden time? Então, vamos ver algumas dicas que podem te ajudar!

3 dicas de ouro para ser um mestre em gestão de pessoas no varejo

1 – Liderança

Talvez você esteja pensando: Bom, a liderança é uma dica para todo tipo de gerenciamento, isso não é exatamente uma novidade. Certo?

Sim, o espírito de liderança é o principal pilar para um gestor, mas ainda mais na gestão de pessoas. Afinal, esse profissional precisa dar exemplo da cultura organizacional da empresa, além de ser proativo para desenvolver treinamentos e cursos de capacitação.

A educação corporativa é fundamental para motivar, integrar e alinhar o conhecimento dos colaboradores com a visão da empresa.

Para ter sucesso na gestão de pessoas no varejo, o gestor precisa ser estratégico e se preocupar com pequenas ações do cotidiano. Como premiações, reconhecimento e educação.

2 – Autonomia Orientada

Você já deve ter visto trechos do filme Tempos Modernos, do Charles Chaplin, certo? Dentre outras lições, este filme mostra um colaborador se comportando como uma máquina, sem autonomia, poder de decisão e muito menos empenho.

Algumas empresas esperam que os funcionários ajam desta forma e isso compromete seriamente a produtividade e a satisfação dentro do ambiente de trabalho. A nossa dica de ouro aqui é que você dê uma certa autonomia para seus colaboradores, é claro, de forma orientada, supervisionada e personalizada de acordo com a responsabilidade dele.

Essa sensação de independência estimula o colaborador a ser criativo, proativo e a vestir realmente a camisa.

3 – Automação

É impossível realizar a gestão de pessoas no varejo sem automação. Estamos falando aqui sobre ferramentas e sistemas que facilitam a comunicação interna, forneçam dados de produtividade e indicadores de desempenho.

Mas a automação não deve ser restringida a ação pontual do gerenciamento. Se a sua empresa não investe em tecnologia, integração, monitoramento e facilitadores de processo, é muito pouco provável que você consiga conquistar colaboradores satisfeitos.

Afinal, sem ferramentas a sua equipe não pode oferecer o desempenho prometido e tão pouco o esperado pela empresa. Mas por onde começar?

Que tal por soluções que sejam, de fato, personalizáveis para o seu time e possam auxiliar na gestão de pessoas no varejo? Sugestão: as API’s Maplink!

Maplink Platform

As APIs Maplink foram criadas para se adaptar às necessidades da sua empresa e sistema, indo muito além do mercado logístico. Como? Bom, nós oferecemos:

  • Serviço de roteirização para rotas simples e com múltiplos pontos, que se adapta ao seu tipo de veículo (carro, caminhão, moto, bicicleta, etc) e considera, para planejamento final, todas as especificidades e restrições da sua operação, além de te apresentar o tempo e custo total.
  • API Planning, que foi criada para otimizar a sua operação, integrando a criação de rotas, com atribuição para os seus veículos ou equipes, para que o custo total seja reduzido e a produtividade aumente.
  • Inclusão de gastos com pedágio (presentes nas suas rotas) nos cálculos da operação e facilidade no pagamento, para garantir previsões e controle de custos efetivos.
  • Cálculos de matriz simplificados, considerando tempo e distância entre destinos (com base na melhor rota) e melhora na experiência de navegação e compra do seu cliente, além de ganhar visibilidade sobre a sua operação.

Ficou curioso para conhecer mais sobre a Maplink? Então, veja abaixo um pouco mais sobre a nossa empresa!

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais. Como?

  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos operacionais;
  • Nossas APIs integram facilmente com qualquer tecnologia ou sistema (TMS, CRM, WMS e outros). Além disso, o seu time vai ter acesso a uma documentação completa e a um time de especialistas dedicado, garantindo uma implementação rápida;
  • Otimização de rotas de entrega;
  • Entre outras inúmeras funcionalidades.

Somos a maior revendedora de Google Maps da América Latina. Integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Raízen, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Tags: No tags

Comments are closed.