indicadores de varejo

Melhores indicadores do varejo brasileiro e como calculá-los

Os indicadores do varejo são fundamentais para compreender, profundamente, a performance da equipe, sucesso de ferramentas e sistemas.

A principal função dos indicadores é transformar resultados qualitativos em quantitativos. Eles são, portanto, indispensáveis para o gerenciamento de todos os setores da empresa.

Por exemplo, no atendimento ao cliente, um dos indicadores mais importantes é a taxa de resolução no primeiro chamado. Quanto mais próximo de 100%, melhor para a empresa. Afinal, indica agilidade e eficiência, que são duas ideias qualitativas.

Os indicadores variam conforme os objetivos, área de atuação e processos que estão sendo avaliados. No varejo, podem estar relacionadas a vendas, marketing, financeiro, compras, RH, e outros.

Vamos conhecer alguns dos principais indicadores de vendas do varejo para potencializar suas estratégias e estabelecer uma política de melhoria contínua na sua empresa?

Quais métricas consideramos como indicadores de varejo?

indicadores de varejo

Os indicadores de varejo são categorizados em dois grandes grupos:

Indicadores de esforço – Esta categoria de indicadores de varejo são úteis para acompanhar planos de ação. Sua função, portanto, é garantir que a empresa está caminhando pelo percurso determinado no planejamento.

Indicadores de resultado – Responsáveis por indicar aos gestores se os objetivos traçados estão sendo alcançados. Utilizamos este tipo de indicadores de varejo para acompanhar performance e resultados.

Com os dois grupos de indicadores de varejo a empresa consegue identificar falhas e ineficiências do plano de ação logo que ele é posto em prática. Depois, ao final de cada ciclo, consegue avaliar também se os objetivos estão sendo alcançados de acordo com o cronograma.

Assim, aumentamos a eficiência e efetividade de todo o planejamento do varejo. Agora que você já sabe o que são indicadores de varejo, vamos listar alguns dos mais relevantes para a sua empresa?

5 Principais indicadores de varejo

1 – Ticket médio

O ticket médio é um dos mais importantes indicadores de venda do varejo. Afinal, ele mensura o quanto os clientes gastam, em média, com os serviços e produtos de uma empresa. Ele é, portanto, um indicador de resultados que sinaliza quais itens são mais consumidos, e quais menos.

Ao comparar o ticket médio real com o esperado, a empresa pode alinhar os objetivos ou alterar estratégias para aumentar este indicador de varejo. Por exemplo, se o ticket médio esperado para mochilas é de 500, mas o real foi de 200, a empresa percebe que há uma diferença de demanda não calculada.

Neste caso, os gestores podem realizar uma análise para encontrar o motivo e, então, criar estratégias de vendas mais efetivas para este produto específico.

Cálculo do ticket médio:

Ticket médio = faturamento do período avaliado / Número de clientes

Normalmente o ticket médio é avaliado mensalmente e de forma geral. Mas a empresa pode escolher outros intervalos de tempo e, como citamos no exemplo, também pode calcular o ticket médio de um produto/serviço específico.

2 – Ponto de equilíbrio operacional

O PEO é um dos indicadores de varejo mais importantes para o setor financeiro da empresa. Afinal, ele determina quanto precisa ser o faturamento para que o negócio comece a gerar lucro. No ponto de equilíbrio a empresa tem um empate entre saídas e entradas, qualquer variação neste valor significa lucro, ou prejuízo.

Como calcular o Ponto de Equilíbrio Operacional:

PEO = Custos Totais / Margem de contribuição média (%)

Esse indicador de varejo é indispensável para compreender a saúde do seu negócio, traçar metas de faturamento mais reais e necessárias para manter o sucesso da sua empresa.

3 – Faturamento

Seguindo o PEO, temos outros indicadores de varejo voltados para analisar a saúde financeira da empresa, um deles é o faturamento. Você, com certeza, já ouviu falar muito deste indicador durante a vida, não é mesmo?

Mas, muitas pessoas confundem faturamento com lucratividade. Faturamento é, resumidamente, todo o valor que a empresa consegue fazer. Alguns gestores incluem nesta conta todo capital que entra na empresa, seja ele derivado de vendas, ou de investimentos.

Normalmente, no entanto, consideramos o faturamento o total de vendas multiplicado pelo preço do produto. A lucratividade, por outro lado, é o faturamento menos os custos totais da empresa.

Esquecer desse fator pode gerar uma falsa ideia de sucesso.

Devido à facilidade de mensurar o faturamento ele é um dos indicadores de varejo mais utilizados para acompanhar o sucesso dos negócios. Mas é fundamental compreender que, para esse número ter um valor, o ideal é realizar um comparativo do faturamento real, com o esperado. Assim a empresa pode identificar se os objetivos do planejamento estão sendo alcançados.

E, claro, não se esqueça que sobre esse valor serão descontados todos os custos fixos e variáveis da empresa.

5 – Satisfação dos clientes

Atualmente, podemos considerar a quantificação da satisfação dos clientes como um dos indicadores de varejo mais importantes. Afinal, estamos na era do consumidor, construindo, portanto, todas as estratégias e ferramentas para que ele tenha o máximo de sucesso no uso dos produtos e serviços.

Para quantificar a satisfação dos clientes as empresas precisam disponibilizar pesquisas de satisfação e métricas. Como, por exemplo:

  • Net Promoter Score (NPS);
  • Customer Effort Score (CES);
  • Service Partner Satisfaction (SPS);
  • Customer Satisfaction Score (CSAT).

Outros indicadores de varejo que você deve ficar atento

  • Turnover – Rotatividade de colaboradores;
  • Itens por venda – Total de itens vendidos/número total de clientes atendidos;
  • Mix de produtos e serviços;
  • Giro de estoque;
  • Entre outros.

Para que o cálculo dos seus indicadores de varejo correspondam à realidade, é indispensável alimentá-los em tempo real. Para isso a empresa precisa investir em automação, monitoramento e integração em todas as etapas produtivas, operacionais e administrativas do negócio.

Sabe quem pode te ajudar neste processo? Sim, a Maplink! Ainda não conhece nossas soluções? Então, veja abaixo como podemos te ajudar!

Maplink Platform

As APIs Maplink foram criadas para se adaptar às necessidades da sua empresa e sistema, indo muito além do mercado logístico. Como? Bom, nós oferecemos:

  • Serviço de roteirização para rotas simples e com múltiplos pontos, que se adapta ao seu tipo de veículo (carro, caminhão, moto, bicicleta, etc) e leva em conta, para planejamento final, todas as especificidades e restrições da sua operação, além de te apresentar o tempo e custo total.
  • API Planning, que foi criada para otimizar a sua operação, integrando a criação de rotas, com atribuição para os seus veículos ou equipes, para que o custo total seja reduzido e a produtividade aumente.
  • Inclusão de gastos com pedágio (presentes nas suas rotas) nos cálculos da operação e facilidade no pagamento, para garantir previsões e controle de custos efetivos.
  • Cálculos de matriz simplificados, considerando tempo e distância entre destinos (com base na melhor rota) e melhora na experiência de navegação e compra do seu cliente, além de ganhar visibilidade sobre a sua operação.

Ficou curioso para conhecer mais sobre a Maplink? Então, veja abaixo um pouco mais sobre a nossa empresa, clientes e como podemos dar o suporte ideal na implantação de uma logística muito mais sustentável.

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais. Como?

  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos operacionais;
  • Nossas APIs integram facilmente com qualquer tecnologia ou sistema (TMS, CRM, WMS e outros). Além disso, o seu time vai ter acesso a uma documentação completa e a um time de especialistas dedicado, garantindo uma implementação rápida.;
  • Otimização de rotas de entrega;
  • Entre outras inúmeras funcionalidades.

Somos a maior revendedora de Google Maps da América Latina. Integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Raízen, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Tags: No tags

Comments are closed.