marketing-grandes-empresas

5 dicas para aprimorar o marketing nas grandes empresas

As empresas que estão começando seus negócios estão cada vez mais cientes da importância de investir no marketing para ajudar a alavancar seus resultados. Mas, e as grandes empresas? Será que já se deram conta disso?

É claro que há casos em que o marketing nas grandes empresas é bem-sucedido, mas a verdade é que muitas dessas corporações, justamente por já estarem bastante consolidadas no mercado, nem sempre colocam os investimentos no marketing – principalmente em novas formas de fazê-lo – como uma prioridade.

Por isso, neste post vamos falar de alguns pontos que devem ser trabalhados pelo marketing nas grandes empresas, para que elas continuem a encontrar novas formas de crescer. Acompanhe e boa leitura!

Marketing nas grandes empresas: 5 dicas para continuar inovando

1. A empresa deve ser 100% focado na experiência do usuário

Existem diversos estudos, como este da McKinsey, que apontam que 70% das experiências de compra que um cliente tem se baseiam em como ele se sente ao longo do processo. Além disso, 86% dos compradores dizem estar dispostos a pagar mais para ter uma experiência de compra melhor.

Embora isso não seja algo a ser seguido apenas por grandes empresas, muitas vezes são elas que mais sofrem para conseguir seguir esse posicionamento, principalmente por terem um relacionamento menos próximo com o público.

Sendo assim, avalie seu funil de vendas com suas equipes de marketing e vendas e tente determinar, do ponto de vista da sua audiência, como seria o seu sentimento em relação à empresa durante os estágios da jornada de compra.

Essa é uma forma de ver melhor quais são as oportunidades e pontos de contato durante o processo, e melhorar constantemente a forma como a companhia trata seus possíveis compradores.

Uma das maneiras de fazer isso é criar suas buyer personas, para que seus times possam desenvolver diferentes abordagens conforme os diferentes perfis de cliente. As ideias geradas nesse processo muitas vezes vêm de diferentes áreas da corporação que possuem contato com o público-alvo.

2. Passe a enxergar as interações mobile como o seu principal ponto de contato

O conceito de “mobile first” está crescendo sem parar, principalmente no segmento varejista, que têm vivenciado um aumento na proporção de vendas feitas por meio de smartphones e tablets. Conforme pesquisa da Ebit, 27,3% das compras em 2017 foram feitas em smartphones ou tablets, e esse número só tende a crescer.

Sendo assim, os dispositivos móveis são cada vez mais o principal ponto de contato entre as empresas e os consumidores – e é preciso que toda a organização, em especial a área de marketing, esteja ciente disso.

Se a sua empresa ainda não adotou essa mentalidade, é só fazer um teste para comprovar: digite algum termo no Google e verifique se os primeiros resultados não são quase todos “mobile friendly”. Muito provavelmente, sim.

Por isso, o marketing nas grandes empresas precisa se preparar para isso e já buscar formas de se posicionar bem quando sua audiência for buscar por ela por meio dos dispositivos móveis. Quanto antes você enxergar o mobile como uma oportunidade de negócios, melhor.

3. Invista em conteúdo

Conteúdo não é necessariamente coisa de startup. O poder de um bom conteúdo pode ser transformador para o marketing nas grandes empresas também. Mas, para isso, ele precisa ser útil. Por exemplo, se sua empresa ainda não investe nisso, pode começar criando um blog, podcast ou série de vídeos que busque ajudar seu público.

E esse conteúdo não servirá apenas para consolidar ainda mais sua marca e manter sua empresa como referência: ele também tem participação direta nos negócios, já que pode ser usado para gerar leads para o seu funil de vendas.

4. Estude a possibilidade de terceirizar parte da sua equipe de marketing

A contratação de bons profissionais é um dos grandes desafios das companhias, e no departamento de marketing nas grandes empresas isso não é diferente. Cada vez mais, precisa-se de um profissional completo, com habilidades criativas e técnicas, como marketing de conteúdo, marketing digital, redes sociais e Search Engine Optimization (SEO).

E é realmente difícil encontrar pessoas com esse perfil, sem falar que leva tempo para treinar um profissional para integrá-lo à rotina da empresa. Sendo assim, buscar a terceirização de parte do time de marketing pode ser uma boa escolha para tornar as coisas mais ágeis e produtivas.

Para empresas que possuem times menores, a terceirização costuma ser uma boa opção. De acordo com dados da Nova Escola de Marketing, das empresas que possuem equipes mais enxutas, 77,2% investem na contratação de especialistas para a criação de sites; 10,3% fazem uso de serviços terceirizados para a gestão de redes sociais; e 5,9% contratam empresas para produção de conteúdos.

Como podemos ver, terceirizar a produção de conteúdo do blog ou site da sua empresa pode ser uma ótima alternativa, já que essa área se tornou essencial para o marketing nas grandes empresas, e a terceirização torna mais fácil deixar esse serviço a cargo de especialistas, uma vez que há uma boa oferta de agências de marketing digital que prestam serviços de qualidade e relevância nesse sentido.

5. Use Big data

O Big data e outras novas tecnologias estão dominando o cenário do marketing nas grandes empresas – e também em micro, pequenos e médios negócios.

Com esses recursos, as empresas possuem mais capacidade de obter dados a respeito do seu público-alvo e suas dores, gerando para os times de marketing e vendas muito material para o desenvolvimento de estratégias mais novas, como o inbound marketing, que possibilitem à organização oferecer a melhor solução para a pessoa certa na hora certa.

E então, gostou de nossas dicas para o marketing nas grandes empresas? Que outros pontos você acha que podem ser mais bem desenvolvidos por grandes corporações? Quais deles já são aplicados no seu negócio? Conte para nós!

Tags: No tags

Comments are closed.