O que é IoT?

O que é IoT – Como melhorar rotinas empresariais, industriais e pessoais com a internet das coisas?

Você sabe o que é IoT? Se você já ouviu o termo internet das coisas por aí, provavelmente não deve ter compreendido exatamente o que significa.

Afinal, o termo não é exatamente autoexplicativo, não é mesmo? Mas, acredite, é muito mais simples do que parece. Para introduzirmos este assunto nada melhor do que te fazer um desafio.

Você consegue ficar um dia sem nenhum tipo de tecnologia? Consegue? Nós duvidamos!

Lembre-se, não estamos falando apenas de um celular, ou computador. Você não poderia usar o caixa do mercado, o reconhecimento digital do estacionamento do condomínio, babá eletrônica e câmera de segurança, nem pensar!

É… Está revendo o desafio, certo?

O que queremos te mostrar é que o nosso cotidiano é coberto de equipamentos e objetos que dependem da internet e da tecnologia para desempenharem suas funções. Hoje, é praticamente impossível ter uma rotina sem envolver inúmeros aparelhos conectados à internet, seja no wi-fi ou 3G.

E essa conectividade é ainda mais forte e complexa dentro das empresas. Com a evolução da tecnologia e equipamentos cada vez mais modernos e conectados, surgiu o termo a internet das coisas, e reinventou muito do que nós já considerávamos tecnológico.

Vamos entender melhor o que é IoT, como funciona, benefícios e aplicações práticas?

O que é IoT?

O que é IoT?

IoT é o termo referente a Internet of Things, ou Internet das Coisas. A tecnologia que possibilita objetos inanimados se conectarem, armazenarem e executarem funções dos mais diversos tipos.

A procura pelo entendimento de o que é IoT, e como essa inovação vai impactar no nosso dia a dia, tem se intensificado com o decorrer dos anos. Imagine que até muito pouco tempo um relógio de bolso marcava simplesmente horas, minutos e segundos.

Hoje, além do despertador, temos relógios inteligentes que fazem ligação, contagem de passos, enviam mensagens, carregam informações pessoais e se conectam às redes sociais. Ver a hora passou a ser quase um adereço, não é mesmo?

A ideia de IoT é tornar as coisas mais inteligentes e conectadas. Especialistas dizem que se é possível ligar e desligar algo, então, ele pode ser conectado e fazer parte do universo IoT.

O significado de o que é IoT, ou o que é a internet das coisas, portanto, refere-se ao conjunto de dispositivos, que não são naturalmente digitais, mas podem coletar informações, enviar, agir em relação a elas, ou todas essas ações.

Confuso? Então, vamos entender melhor como a IoT funciona na prática!

Como funciona?

Na prática o significado de o que é IoT é muito mais simples. Afinal, trata-se do processo de tornarmos coisas e objetos comuns em smart. Antigamente existiam telefones sem qualquer tipo de conectividade, hoje temos os smartphones. Que, naturalmente, podem enviar informações, coletar, se conectar com outros dispositivos, como smart Tvs, tablets, sensores, etc.

Vale lembrar que a interatividade da IoT pode ocorrer de diversas formas como:

  • Via radiofrequência (RFID);
  • Internet
  • WiFi;
  • Ethernet;
  • Bluetooth;
  • E outros tipos de conexão.

Essa troca de informações pode ser feita entre:

  • Pessoas e objetos;
  • Objetos e objetos.

E podem variar em complexidade e atuação, por exemplo, o objeto pode receber informações e

  • Armazená-las;
  • Efetuar uma ação ou
  • Enviar uma resposta.

Se pudermos resumir, portanto, o que é IoT seria:

Tecnologia que transforma simples objetos em dispositivos capazes de se conectar com outras coisas, objetos e pessoas de forma a trocarem informações, através de conexões como internet, wifi, Bluetooth, etc.

Veja só:

Por que a internet das coisas é importante?

Saber o que é IoT é estar um passo à frente dos seus concorrentes no quesito automação e digitalização. E, o que vai muito além disso, é trazer a internet das coisas para o nosso cotidiano, melhorando a eficiência não apenas de processos comerciais e industriais, como também a nossa rotina pessoal.

Afinal, se um celular com acesso à internet pode nos fornecer tantas vantagens, imagine inúmeros outros objetos com poder de conectividades. Ativar o ar-condicionado pelo celular, antes de chegar em casa em uma tarde de verão? Ou programar o acendimento das luzes externas quando você está voltando do trabalho?

A imensidão de possibilidades deste novo cenário pode assustar alguns, mas é inegável que, se incorporarmos o conceito de o que é IoT e suas inúmeras funcionalidades de forma correta e segura, podemos ter muitas vantagens.

Vantagens da IoT

IoT exemplos

  •  Empresariais

Para as empresas, saber o que é IoT pode garantir vantagem competitiva frente a seus concorrentes. Afinal, a internet das coisas é capaz de tornar processos, ferramentas e máquinas muito mais inteligentes e conectados.

Desta forma, melhoramos a estratégia de automação de processos industriais, como o empacotamento de produtos, até administrativos, como painéis e planilhas interativas e projetáveis.

Sem contar totens de atendimento ao cliente, caixas virtuais, simuladores, etc. Ou seja, saber o que é IoT, e suas aplicações, vai corroborar nas mais diversas estratégias empresariais. Afinal, pode ser implantada em todos os setores como:

  • Produção;
  • Inteligência;
  • Administrativo;
  • Financeiro;
  • Vendas;
  • Compras;
  • Marketing;
  • Etc.

Ah! E além das vantagens empresariais, saber o que é IoT também é extremamente vantajoso nas tarefas e ações rotineiras, como já dissemos por aqui. Veja só:

  • Pessoais

Muitas pessoas, apesar de não saberem exatamente o que é IoT, utilizam as vantagens da internet das coisas na sua rotina. Como, por exemplo, programar o robô aspirador para faxinar a casa das 14:00 horas às 18:30 horas. Ou acompanhar a intensidade de exercícios no AppleWatch.

Sem contar sensores de segurança, monitoramento e os inúmeros objetos que já possuem algum grau de conectividade. E, acredite, as opções disponíveis estão apenas no começo.

Ou seja, por enquanto, as vantagens pessoais de saber o que é IoT são:

  • Agilidade nas tarefas diárias;
  • Auxílio tecnológico em ações que demandariam inúmeras ferramentas;
  • Eficiência nas pequenas funções de rotina, como limpar a casa, por exemplo;
  • Automação;
  • Facilidade de monitoramento, análise, acompanhamento e planejamento financeiro, profissional, pessoal e residencial.

E, vale ressaltar que uma das ferramentas que é constantemente inserida em dispositivos para torná-los mais eficientes e inteligentes é o Google Maps. Ele foi o responsável por transformar nossos dispositivos móveis em ótimos GPS. Ah! E sabe aqueles aplicativos que fazem a sua rota de corrida diária? Pois é, também utilizam a inteligência do Google Maps!

Quer entender melhor como a API do Google Maps pode te inserir no universo da internet das coisas?

Então você precisa conhecer um pouco mais da Maplink e como essa tecnologia pode impactar positivamente no sucesso da sua empresa!

Maplink

Como a Maplink pode te ajudar:

  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos operacionais;
  • Armazenamento na nuvem;
  • Otimização de rotas de entrega;
  • Entre outras inúmeras funcionalidades.

Somos a maior revendedora de Google Maps da América Latina. Integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Maior agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Decolar.com, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

geofencing ads o que é

Tags: No tags

Comments are closed.