quarta-feira, outubro 20, 2021

O que é segurança digital? Saiba como proteger seus dados

Você sabe por que a segurança digital é tão importante? Entenda por que você deve se preocupar em proteger seus sistemas, redes de computadores e programas de ataques virtuais!

O avanço tecnológico é favorável para qualquer tipo de empresa, mas de nada adianta se você não tem segurança digital para proteger as suas informações e as de seus clientes no ambiente virtual.

Não são poucos os casos de vazamento de dados mundo afora, mas engana-se quem pensa que acontecem apenas com gigantes como Facebook e outras redes sociais. Empresas brasileiras também são alvo de ataques virtuais, não importa o segmento do mercado, tamanho ou modelo de negócios.

Aliás, no começo de 2021 pudemos ver isso na prática com o vazamento gigante de um banco de dados de 223 milhões de brasileiros. Não é à toa que cada vez mais empresas começam a se preocupar mais e com razão em garantir uma boa segurança digital.

Continue a leitura para descobrir o que é segurança digital e exemplos do que você pode fazer para que sua empresa não sofra ataques e vazamentos!

O que é segurança digital?

A segurança digital é uma prática de proteção contra a violação de sistemas, redes, programas e informações que estão no ambiente virtual. Para que ocorra corretamente, são usadas ferramentas que preservam as informações e garantem que dados de empresas e pessoas permaneçam confidenciais, autênticos e completos;

Se a sua empresa usa computadores e está no ambiente virtual, a segurança digital é uma necessidade urgente.

A prática serve para proteger os dados de sua empresa, bem como seu site, documentos, arquivos, redes, perfis em mídias sociais, entre outros  e programas de ataques virtuais, que geralmente tentam acessar, mudar ou até mesmo destruir informações confidenciais.

Às vezes, as ameaças também  são capazes de alcançar hardwares, como dispositivos de armazenamento, servidores e outros equipamentos, o que pode ser prejudicial se não houver o devido cuidado.

Esses ataques representam um perigo enorme, pois são capazes de roubar dinheiro de usuários e de vazar dados pessoais de seus clientes, colaboradores, funcionários e também da própria empresa.

Além de evitar invasões e impedir vazamentos, o objetivo da segurança digital é prevenir problemas à empresa, firmando a confiabilidade e a reputação diante dos clientes.

Ninguém se sente seguro, por exemplo, em informar dados cadastrais como endereço, CPF e número do cartão de crédito para uma loja virtual que tenha uma péssima fama de vazar esses tipos de informações.

De acordo com um estudo feito pela IBM, 6 em cada 10 brasileiros relataram que sofreram com vazamento de dados ou conhecem alguém que tenha passado por essa situação.

Logo, fica claro a importância de ter uma boa segurança digital. Além da proteção favorecer a imagem do seu negócio e evitar futuros problemas, é possível conquistar a confiança de clientes quando eles percebem que sua empresa é confiável.

Quais são as ameaças à segurança digital?

É importante conhecer exatamente quais são os tipos de ameaças que podem impactar negativamente o seu negócio. Assim, você pode se preparar e fortalecer o seu sistema de segurança digital.

Existem algumas principais ameaças à segurança digital que você deve ficar de olho, entre as quais estão:

  • Backdoor: software malicioso que abre brechas nos sistemas de empresas e permite assumir o controle de um computador;
  • Phishing: mensagens fraudulentas geralmente enviadas por e-mail ou mensagens de texto com links que roubam informações dos usuários que clicam;
  • Ataques DDoS: ataques que causam quedas nos sistemas da empresa, desde servidores a sites;
  • Spyware: software que espia o comportamento de usuários e é capaz de acompanhar todas as ações no sistema;
  • Trojans: são os famosos cavalo de troia que consegue modificar e excluir informações, atacar outros sistemas e espionar;
  • Ransomware: uma das ameaças digitais mais comuns atualmente, consegue “sequestrar” os arquivos de um sistema e bloquear os dados.

Assista ao video abaixo e confira mais sobre a importância da segurança digital para proteção de dados e informações de sua empresa!

O cenário da segurança digital no Brasil

Dentro do cenário de segurança digital no Brasil, temos a Lei Geral de Proteção de Dados, Lei nº 13.709/2018. Abreviada como LGPD, ela serve para respeitar a privacidade, assegurando os direitos fundamentais de inviolabilidade da intimidade, da honra, da imagem e da vida privada.

Ou seja, a legislação dispõe sobre o tratamento de dados feito por pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado e engloba um conjunto amplo de operações efetuadas em meios manuais ou digitais. Isso serve para qualquer um que esteja no Brasil.

Em 2019, no entanto, dados levantados pela IBM (mesmo estudo já mencionado) apontou que as pessoas ainda estão insatisfeitas com a forma que muitas empresas lidam com suas informações. 96% dos consumidores brasileiros que participaram da pesquisa falaram que as organizações deveriam fazer mais para protegê-los.

No caso que já citamos sobre o vazamento de dados de brasileiros, fica evidente que se tivesse sido realizada uma boa segurança digital, a população afetada não estaria em risco de sofrer crimes ou de ter a vida privada invadida.

O medo dos brasileiros é coerente com a situação da segurança digital no Brasil, e as empresas têm o dever de resolver esse problema adotando melhores práticas e sistemas de proteção.

O problema é que cerca de 40% das empresas brasileiras não têm políticas de cibersegurança, de acordo com outro estudo realizado em 2020 em meio à crise do coronavírus e a adaptação ao home office.

Mas, afinal, como essas empresas podem garantir uma boa segurança digital? Confira alguns exemplos do que pode ser feito!

Como garantir uma boa segurança digital?

Existem ótimas práticas que reforçam e garantem a segurança digital do seu negócio. Algumas são simples de implementar e outras mais complicadas, mas todas são capazes de reduzir significativamente os riscos de violações de segurança.

Confira abaixo alguns exemplos de segurança digital que você pode implementar para melhorar a proteção de dados de sua empresa e clientes!

Criar uma política de segurança digital

O primeiro passo para garantir uma segurança digital eficiente é elaborar um documento com algumas práticas e regras que devem ser seguidas à risca.

Entre os principais definições que esta política deve conter, estão os níveis e restrições de acesso de cada colaborador (ou seja, as permissões para visualizar apenas o necessário para suas atividades) e a cópia de segurança (backup) dos dados e informações, que deve ser feita com regularidade e automaticamente salva na nuvem.

Leia também:

Usar Certificação Digital

O Certificado Digital é usado na identificação de pessoas e empresas em ambientes digitais, por meio de chaves criptográficas e senha de acesso. Com ele, é possível autenticar suas credenciais em diferentes sistemas, comprovando se é você mesmo acessando.

Essa certificação pode ser aplicada de diversas formas, como:

  • Certificado SSL/TLS: protege dados trocados em páginas e ambientes virtuais;
  • Carimbo de Tempo: comprova data e hora de atos firmados eletronicamente;
  • Code Signing: garante a integridade de códigos de programação de softwares e aplicações, mostrando que se trata de uma cópia original, sem mudanças e segura.

No Brasil, podemos utilizar o Sistema de Segurança Digital (SSD), uma ferramenta desenvolvida em software livre, que se propõe ao uso e à disseminação da Certificação Digital, obedecendo aos padrões dados pela ICP-Brasil.

O SSD gerencia as requisições de autenticação de usuários, assinatura eletrônica de documentos e atende todos os sistemas do Ministério da Educação e também de outras esferas do governo.

Adotar sistemas antifraudes

Um sistema antifraude atua com o objetivo de identificar fraudes e golpes em ambientes virtuais. É uma proteção essencial principalmente para e-commerces, já que é indispensável garantir a segurança de suas operações e os dados de seus clientes, além de evitar grandes prejuízos financeiros.

Leia também:

Usar antivírus e anti-malware

Antivírus e anti-malware são programas que detectam e eliminam ameaças do computador antes que infectem os arquivos. Existem versões específicas para empresas que podem ser adquiridas. É importante mantê-los sempre atualizados para escapar de novas ameaças que surgem a cada dia.

Usar um firewall

O firewall é uma espécie de barreira que garante que somente dados e informações autorizadas passem pela rede da empresa. Você mesmo cria regras para assegurar a confiabilidade.

Senhas de segurança mais fortes

Embora pareça óbvio, é preciso ter cautela na escolha das senhas de segurança. Esquecer senhas é um hábito comum, logo, as pessoas costumam criar opções fáceis de decorar.

A questão é que senhas fáceis de decorar também podem ser igualmente fáceis de descobrir ou hackear. Elas são tão vulneráveis que nem medidas mais avançadas de segurança conseguem conter esse tipo de ruptura na segurança.

Sendo assim, dê preferência a senhas que não sejam curtas demais, e sim àquelas que misturam letras minúsculas e maiúsculas, números e caracteres especiais, como pontos, traços, asterisco, etc.

Use também uma senha diferente para cada serviço, pois, no pior dos casos, as outras permanecem seguras se uma for violada. Outro ponto importante para considerar é a alteração de senhas após certo período, como troca mensais ou semestrais.

Leia também: Saiba como aumentar a segurança no varejo para minimizar os riscos e perdas

Dúvidas comuns sobre Segurança Digital

Para que serve a segurança digital?

A segurança digital serve para proteger sistemas, informações e dados que estão no ambiente virtual. Essa prática usa ferramentas que preservam a identidade e garantem que dados pessoais e documentos permaneçam confidenciais e autênticos.

Como promover a segurança digital?

Existem ótimas práticas que promovem a segurança digital do seu negócio. Algumas delas são:

  • Adotar uma forte política de segurança digital;
  • Usar Certificação Digital;
  • Criar senhas mais fortes;
  • Ficar atento a e-mails e mensagens falsas;
  • Ter antivírus e antimalware sempre atualizados;
  • Usar um firewall bem configurado.

Por que a segurança digital é tão importante?

A segurança digital é importante porque protege sistemas contra eventuais ataques e ameaças em um ambiente virtual. Proteger os dados e informações tanto da empresa quanto dos clientes é indispensável para evitar possíveis problemas e estabelecer uma boa imagem no mercado.

Para que serve a segurança digital nos dias de hoje?

A segurança digital atualmente engloba diversas tecnologias que servem para diminuir os riscos e proteger dados pessoais e empresariais. Em um mundo cada vez mais conectado, é essencial tomar ações para evitar roubos e vazamentos de informações sigilosas.

Leia mais: Como garantir a segurança na logística? 5 principais dicas

A Maplink garante a segurança digital das informações e dados de sua empresa

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma plataforma de APIs que integram com os sistemas da sua empresa, usando a tecnologia para otimizar as operações, garantindo informações estratégicas, segurança digital e a redução de custos logísticos e operacionais.

Somos a maior empresa de tecnologia de geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área!

Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Mais agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, JSL, Sem Parar, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

spot_img
Newsletter
Últimos Posts

Google Maps Plataform: Novo recurso de estilização de mapas

Neste mês, o Google anunciou um novo recurso de estilização de mapas, que permite melhorar a experiência para os...

Artigos Relacionados