quarta-feira, outubro 20, 2021

Principais tendências e tecnologias do varejo no Brasil e no mundo

As tecnologias do varejo que costumávamos discutir até pouco tempo envolviam meios de pagamento, sistema ERP, ou, no máximo, algum tipo de canal digital. Hoje, os clientes podem pagar suas compras de forma independente, comprar produtos em pontos de venda físicos e pagar online.

Parece que o futuro chegou, não é mesmo?

As tendências para tecnologias do varejo caminham para ambientes digitais, integrados e que transfiram para o cliente o poder completo de decisão. Poderemos, portanto, escolher se o pagamento será feito por cartão digital, por aproximação, ou através de uma chave do Pix.

E não só na etapa de pagamento, o cliente também poderá escolher os canais de contato que abrirá a comunicação com a empresa, outro que fará uma pesquisa de preços e especificações e, por fim, como e onde pretende receber suas entregas.

A ideia das novas tecnologias do varejo é derrubar qualquer competição entre o universo online e offline, e criar uma experiência de compra digital, inovadora e completamente integrada.

Vamos conhecer esse futuro tão próximo?

Principais tecnologias do varejo

principais tecnologias do varejo

O cenário pós-crise é sempre muito desafiador, mas, no contexto atual, podemos afirmar que o processo gerou um universo de possibilidades e necessidades além do planejado. Por exemplo, muitas empresas do varejo, que não possuem lojas virtuais, se arriscaram no universo online.

Apesar de todas as dificuldades de atender uma demanda de emergência, as empresas compreenderam que sem tecnologias do varejo, acabam se tornando muito mais sensíveis às ameaças.

Essa urgência, portanto, antecipou a adesão de tendências e tecnologias do varejo que já estavam sendo amplamente utilizadas pelo mundo. Vamos ver algumas delas!

1 – Distribuição ship-from-store

O ship-from-store é uma das tendências de tecnologia no varejo que visam agilizar as entregas de compras online. Traduzindo, essa estratégia transformar lojas em pontos de distribuição, não à toa que o termo significa vindo da loja.

No modelo antigo, o produto comprado online era enviado para o centro de distribuição, que despachava para o cliente final. Isso independente de quantos pontos de venda existissem próximos a este consumidor. O que, na prática, acaba sendo muito ineficiente, certo?

Afinal, frustramos o cliente com prazos longos e fazemos com que aquele produto percorra uma distância de forma não otimizada. Se, ao realizar o pedido, o cliente tem a possibilidade de retirar em pontos de venda, ou parceiros, próximos do seu caminho todo o processo se torna mais eficiente, não é mesmo?

Além, é claro, de melhorar a experiência do cliente, que ficará surpreso com tantas facilidades e prazos flash. Grandes players do mercado já implantaram essa tecnologia no varejo, como Magazine Luiza, Hope, Americanas, etc.

2 – Geofencing

Geofencing é uma tecnologia do varejo que torna ainda mais evidente os benefícios de mesclar e integrar o universo online com o offline. Este termo, importado do inglês, pode ser traduzido como cerca geográfica. E, trata-se de uma ferramenta utilizada pelo marketing para identificar clientes mais propensos a interagirem com um ponto de venda específico.

Você já saiu de casa pensando em comprar pão, passou pelo petshop, viu uma caminha em promoção para seu novo mascote e não pensou duas vezes? Pois é, essa é uma compra por oportunidade, com o geofencing você pode criar contextos deste tipo.

A empresa que utiliza essa tecnologia no varejo, estabelece um campo geográfico de interesse. Quando o cliente entra nessa área, recebe automaticamente um aviso sobre um ponto de venda, ou uma promoção próxima de onde ele está. Desta forma, conseguimos despertar seu interesse pela conveniência, mesmo que ele não tenha saído de casa com a intenção de comprar.

A tecnologia do varejo por trás da estratégia de geofencing é baseada na geolocalização e utiliza os dispositivos móveis como suporte para identificar a posição do cliente. Isso, é claro, com a autorização dele.

3 – Omnichannel

Omnichannel é, sem dúvidas, umas das maiores tendências de tecnologia no varejo. Apesar de alguns desafios enfrentado pelas empresas brasileiras ao implantar um sistema de atendimento completamente integrado, as vantagens do omnichannel trazem inúmeros ganhos.

Já falamos por aqui sobre o que é omnichannel, mas, de maneira resumida, essa estratégia visa oferecer ao cliente uma experiência de compra mais fluida, unificada e integrada entre os canais de comunicação offline e online.

Quando consultamos um produto online e efetuamos a compra em um ponto de venda físico, estamos vivenciando uma experiência omnichannel. Para o varejo, existem ainda alguns desafios na aplicação dessa tecnologia, normalmente por falta de estrutura e sistemas capazes de atuarem de forma integrada.

Há, portanto, falhas na questão de estoque, atendimento ao cliente e, inclusive, algumas divergências na atuação dos colaboradores em cada um dos canais disponíveis. Nossa dica, para que o omnichannel funcione como uma das principais tecnologias do varejo, é investir em ferramentas que possibilitem a integração.

E, claro, é fundamental que a empresa implante uma política de integração que inclua não apenas a infraestrutura física do negócio, como os colaboradores, capacitação, etc.

4 – Autoatendimento

Uma das tecnologias do varejo que já temos acompanhado há algum tempo são relacionadas ao autoatendimento. Ou seja, a possibilidade de o cliente poder realizar processos de forma autônoma, sem, necessariamente, a presença de um colaborador.

Você, com certeza, já viu em supermercados, por exemplo, caixas completamente virtuais, que o cliente pode passar o código de barras, pagar e levar sua compra, sem contato com colaboradores.

Os mecanismos mais utilizados para tornar o autoatendimento uma das tecnologias mais utilizadas e eficientes são:

  • Bots
  • QR code
  • Assistentes virtuais

5 – Maplink Platform

Falamos reiteradamente por aqui sobre processos integrados e sistemas que tragam mais eficiência para a comunicação interna e externa da empresa. Para que esse ideal funcione na prática, no entanto, é preciso investir em automação e em ferramentas personalizadas para o seu negócio.

As APIs Maplink foram criadas exatamente com esse intuito. Afinal, elas se adaptam às necessidades da sua empresa e sistema, indo muito além do mercado logístico. Como? Bom, nós oferecemos:

  • Serviço de roteirização para rotas simples e com múltiplos pontos, que se adapta ao seu tipo de veículo (carro, caminhão, moto, bicicleta, etc.) e leva em conta, para planejamento final, todas as especificidades e restrições da sua operação, além de te apresentar o tempo e custo total.
  • API Planning, que foi criada para otimizar a sua operação, integrando a criação de rotas, com atribuição para os seus veículos ou equipes, para que o custo total seja reduzido e a produtividade aumente.
  • Inclusão de gastos com pedágio (presentes nas suas rotas) nos cálculos da operação e facilidade no pagamento, para garantir previsões e controle de custos efetivos.
  • Cálculos de matriz simplificados, considerando tempo e distância entre destinos (com base na melhor rota) e melhora na experiência de navegação e compra do seu cliente, além de ganhar visibilidade sobre a sua operação.

Ficou curioso para conhecer mais sobre a Maplink? Então, veja abaixo um pouco mais sobre a nossa empresa, clientes e como podemos oferecer suporte para implantação das melhores tecnologias do varejo.

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais. Como?

  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos operacionais;
  • Nossas APIs integram facilmente com qualquer tecnologia ou sistema (TMS, CRM, WMS e outros). Além disso, o seu time vai ter acesso a uma documentação completa e a um time de especialistas dedicado, garantindo uma implementação rápida;
  • Otimização de rotas de entrega;
  • Entre outras inúmeras funcionalidades.

Somos a maior revendedora de Google Maps da América Latina. Integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Raízen, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Newsletter
Últimos Posts

Google Maps Plataform: Novo recurso de estilização de mapas

Neste mês, o Google anunciou um novo recurso de estilização de mapas, que permite melhorar a experiência para os...

Artigos Relacionados