tendencias-meios-de-pagamento

Quais são as principais tendências em meios de pagamento?

Acompanhar as principais tendências em meios de pagamento é essencial para qualquer comércio que busca oferecer o que há de melhor para seus clientes. Além disso, é fundamental para quem não quer ficar para trás no mercado. Seu negócio está preparado para atender às novas demandas dos consumidores?

O estudo Global Payments Report, realizado pela Worldpay, analisou os principais meios de pagamento utilizados ao redor do mundo. Os resultados indicam a ascensão de meios de pagamentos digitais, métodos que oferecem muito mais praticidade e conveniência para os consumidores.

Além disso, prevê um gradual declínio no uso de cartões físicos e dinheiro nos próximos anos, embora estes métodos ainda sejam a base mais utilizada em muitos lugares no mundo, principalmente nos pontos de venda.

Neste artigo vamos abordar algumas das principais tendências em meios de pagamento, assim você já sabe no que deve ficar de olho, e pode preparar o seu comércio para o que vem pela frente.

Por que é tão importante diversificar os meio de pagamentos?

Imagine que um consumidor visite a sua loja ou site, encha a cesta com produtos e, na hora de efetuar o pagamento, descobre que a bandeira do seu cartão não é aceita. Em situações assim, as chances de perder a venda e o cliente para o concorrente são grandes, concorda?

É possível que isso ocorra todos os dias em comércios pelo mundo. Por isso é importante estar atento às tendências em meios de pagamento, de modo que você possa oferecer cada vez mais conveniência e praticidade a seus clientes.

É claro que os principais meios de pagamento variam ao redor do mundo, afinal, a própria cultura local influencia no comportamento de compra e na forma como as pessoas lidam com o dinheiro.

No quadro abaixo você confere os métodos que foram mais utilizados globalmente no comércio eletrônico e no PDV no ano de 2019, e uma previsão para 2023.

tendências métodos de pagamento

Fonte: Global Payments Report – Worldpay

A seguir, você confere os dados e previsões de métodos de pagamento na América Latina.

tendências formas de pagamento

Fonte: Global Payments Report – Worldpay

Quais são as principais tendências em meios de pagamento para o futuro?

Quando pensamos em meios de pagamento, logo nos vem à mente as modalidades tradicionais: dinheiro, cartão de crédito, débito e boleto bancário. No entanto, com o avanço da tecnologia e o crescimento dos meios digitais, novas formas estão surgindo e ganhando espaço no mercado.

O estudo da Worldpay prevê maior adesão às transações digitais no PDV ao redor do mundo, acompanhada de uma redução do uso de dinheiro físico. Além disso, esperasse um leve aumento no uso dos cartões de crédito e débito, que ainda assim devem continuar representando quase metade dos gastos até 2023.

Já no online, a expectativa é de que os meios de pagamento digitais superam os físicos no mesmo período.

Confira abaixo as tendências em meios de pagamento que têm se destacado e prometem ganhar cada vez mais força no futuro.

1 – Carteira Digital

A Carteira Digital ou Móvel certamente é uma das maiores tendências dentre os meios de pagamento no mundo todo.

Trata-se de uma solução eletrônica que armazena dados financeiros e pessoais, possibilitando transações de forma prática e instantânea. É um método muito conhecido por facilitar as compras online, mas também podem ser utilizadas no PDV. Algumas das mais conhecidas no Brasil são Paypal, PicPay e Mercado Pago.

De acordo com o relatório do Worldpay, em países como a China, líder nesse segmento, o método é utilizado em 71% dos gastos no comércio eletrônico. No entanto, seu uso têm crescido no mundo todo. Em 2018, era o meio preferido de 36% dos consumidores globais, já em 2019, esse número subiu para 42%.

Em relação às transações realizadas nos pontos de venda, esse método de pagamento representou 22% dos gastos globais em 2019. Segundo o estudo, a projeção é de que atinja a faixa dos 30% dentro de cinco anos.

Já na América Latina, as carteiras digitais foram utilizadas em 13,8% dos gastos do comércio eletrônico em 2019, com estimativa de aumento para 18% até 2023. Enquanto isso, no PDV elas representaram 2,4% dos gastos no ano passado e devem chegar a 5,3% nos próximos 5 anos.

2 – Pagamento por proximidade

O pagamento por aproximação funciona por meio da tecnologia de NFC, que permite a comunicação entre dois dispositivos ao se aproximarem.

Pode ser realizado por meio de cartões digitais e dispositivos eletrônicos, como celulares e pulseiras. Para utilizar, basta que os dispositivos possuam essa tecnologia, e que o consumidor tenha cadastro em uma plataforma de pagamentos, como Android Pay e Apple Pay, por exemplo.

Nessa modalidade de pagamento não é necessário inserir o cartão na máquina e nem digitar senha quando se trata de valores pequenos — no Brasil só é necessário inserir senha para transações acima de R$50.

O que representa facilidade também gera preocupação em relação a segurança nesse tipo de transação, no entanto, tende a ser um método bem seguro. Isso porque toda operação é criptografada e validada com um código único, além de ser protegida contra a duplicação de pagamento.

De qualquer forma, é sempre aconselhável que as empresas invistam em sistemas antifraude, que são capazes de cruzar dados e identificar movimentações suspeitas, indicando um possível roubo de cartão ou dispositivo. Além disso, o usuário sempre pode contestar compras indevidas junto às operadoras de cartão.

3 – Pagamentos Instantâneos

Outra tendência em meios de pagamento são os pagamentos instantâneos, transferências eletrônicas que ocorrem de forma imediata, o que significa que o destinatário tem acesso ao valor assim que o emissor realiza o pagamento.

Por meio da Circular Nº 4.027, de 12 de junho de 2020, o Banco Central do Brasil instituiu o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) e a Conta Pagamentos Instantâneos (Conta PI).

Denominado Pix, o recurso irá substituir as transações que hoje são realizadas por TED e DOC, terá baixo custo e funcionará via QR Code. A ferramenta deve operar 24h por dia, sete dias na semana, até mesmo em feriados.

O novo sistema deve começar a funcionar no Brasil no dia 16 de novembro de 2020, e é uma verdadeira tendência em meios de pagamento. Para saber mais sobre o Pix, confira a reportagem abaixo:

Tendência para se destacar no mercado

Investir em tendências é a chave para sair na frente e se destacar da concorrência. Se você quer embarcar nesta jornada e entender como a Inteligência artificial pode contribuir para otimizar as operações da sua empresa, baixe nosso ebook gratuitamente: Inteligência artificial para logística.

O que você acha dessas tendências nos meios de pagamento?

O mercado está em constante evolução e, como você pode perceber, há um processo de renovação, no qual o tradicional vem dando espaço para o digital.

Neste contexto, acompanhar as tendências em meios de pagamento é necessário para não ficar para trás e, ao mesmo, tempo garantir melhorias contínuas, a fim de oferecer um atendimento cada vez melhor aos consumidores.

A Maplink, maior empresa de tecnologia em geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área, fornece o apoio para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais.

Em parceria com sua equipe de TI, integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a comunicação entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Maior agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Decolar.com, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a conhecerem essas tendências nos meios de pagamento! Além disso, assine a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

principais meios de pagamento

Comments are closed.