Logística on demand: como ela ajuda a reduzir custos empresariais?

A logística on demand é uma forte tendência que surgiu com o objetivo de atender às mudanças comportamentais do consumidor — o qual está mais exigente e busca por uma logística rápida, moderna e segura. É provável que você já tenha ouvido falar no conceito, mas será que domina o assunto?

Por Maplink

22/08/2018

A logística on demand é uma forte tendência que surgiu com o objetivo de atender às mudanças comportamentais do consumidor — o qual está mais exigente e busca por uma logística rápida, moderna e segura. É provável que você já tenha ouvido falar no conceito, mas será que domina o assunto?

Mesmo com inúmeras responsabilidades, é necessário reservar um tempo para atualizar-se, principalmente quando isso implica aumento de eficiência e redução de custos para a empresa.

Diante disso, este material apresentará o que é e como funciona a logística on demand, além de demonstrar como ela pode ajudá-lo a reduzir despesas no cotidiano da indústria. Continue a leitura para entender melhor!

Logística on demand: conheça melhor essa tendência

O termo “on demand” pode ser traduzido como “sob demanda”, o que nos dá uma ideia de como essa metodologia é aplicada. Em resumo, falamos de processos que funcionam de acordo com a necessidade do cliente, isto é, que buscam atender suas solicitações da melhor maneira possível.

Dentro do setor de logística, podemos encontrar inúmeras aplicações para esse modo de conduzir as tarefas, como:

  • planejamento de produção industrial de acordo com a demanda do mercado;
  • agendamento do transporte dos produtos ao varejo;
  • uso de geolocalização para identificar a demanda e as melhores rotas;
  • entregas ao comprador no ritmo de suas necessidades.

Assim sendo, a logística on demand baseia-se no planejamento e na aplicação de estratégias que possuem o foco no cliente. Naturalmente, esse é um importante fator para elevar a satisfação e garantir a fidelização de bons parceiros de negócio.

Entenda como a logística sob demanda ajuda a reduzir custos

Apostar nessa nova maneira de conduzir o trabalho no setor de logística traz inúmeras vantagens à empresa. Além do aumento na satisfação do cliente, essa estratégia ajuda na redução de custos — um dos grandes objetivos e desafios dos gestores atuais.

Porém, é necessário visualizar esse impacto na prática. Confira, a seguir, os principais efeitos positivos da logística sob demanda.

Redução dos níveis de estoque

Por meio de uma produção on demand, a indústria pode controlar os níveis do seu estoque. Em uma breve análise, é possível concluir que tal estratégia representa uma considerável redução de custos, especialmente com a etapa de armazenagem.

Outro ponto interessante é que com a implementação da metodologia postponement — também conhecida como adiamento —, as partes finais da montagem do produto são adiadas, deixando-o pronto para a personalização a depender da demanda do mercado.

No caso de uma bolsa, por exemplo, haveria a produção de um formato padrão. Já estampa e demais detalhes de acabamento seriam colocados de acordo com os pedidos do varejo.

Entregas mais rápidas

Os gastos com transporte correspondem a 12% do faturamento de uma empresa e, obviamente, é preciso muita estratégia para reduzir custos nessa etapa sem afetar a qualidade e a segurança das entregas.

Apesar disso, o que se observa é que a logística on demand ajuda na conquista de uma maior rapidez no transporte de cargas, produzindo reflexos positivos nas finanças empresariais.

Com um software de gerenciamento de entregas, o negócio consegue personalizar suas entregas de acordo com o perfil de cada um de seus clientes. Desse modo, tem-se um fluxo de trabalho operacional de entrega ágil e competitivo, aprimorando o desempenho do negócio no mercado e economizando recursos.

Acompanhamento do transporte em tempo real

O acompanhamento das entregas em tempo real é mais um reflexo positivo das operações on demand. Para isso, naturalmente, é necessário realizar investimentos estratégicos em tecnologia e apostar em um maior controle da cadeia de suprimentos.

A visibilidade de todo o processo permite que o gestor esteja atualizado sobre o status da entrega, identifique falhas e problemas e atue preventivamente, antes que eles tornem-se um obstáculo ao crescimento saudável do negócio.

Em outras palavras, o rastreio de cargas é uma estratégia que reduz desperdícios e ajuda a economizar recursos importantes para a indústria — capital que pode ser útil na consolidação de um diferencial no mercado.

Decisões embasadas em dados atualizados

Os dados são o novo petróleo”. Essa frase vem sendo constantemente repetida por líderes de mercado e demonstra que apostar em tecnologia e análise de dados é o caminho para o crescimento.

De fato, a indústria que baseia suas decisões logísticas em informações atualizadas sobre a demanda de produtos no mercado está um passo à frente de seus concorrentes. Isso porque, no atual contexto, é preciso pensar toda a produção e entrega sob o foco do consumidor final.

Esse método evita uma série de problemas e ineficiências dentro da indústria e gera redução de gastos em processos que poderiam representar grandes perdas, como no caso da logística reversa.

Planejamento de rotas

O planejamento de rotas já não é mais um diferencial, mas sim uma necessidade real das empresas. Afinal, o transporte não pode ser executado sem qualquer estratégia e de modo aleatório.

O ideal é que o caminhão deixe o centro de distribuição com um planejamento de entregas eficiente e coerente — que evite trechos perigosos e paradas prolongadas e ainda otimize o trajeto de acordo com a demanda dos diversos clientes.

Essa é uma técnica que, sem dúvidas, gera economia à logística da empresa. Além de minimizar os gastos com combustível e manutenções nos veículos, isso traz mais agilidade às entregas e aumenta a capacidade de transporte da indústria.

Pick Up and Drop Off (PUDO)

Para finalizar as vantagens da logística on demand para as empresas, é interessante citar o avanço e a popularização dos Pick Up and Drop Off points — também chamados de pontos de retirada.

Movida pela necessidade de atender às demandas do cliente final, a logística evoluiu e tem apostado nesses locais em que o cliente pode retirar sua mercadoria com rapidez e segurança. Em resumo, ele efetua a compra e decide o local e o horário em que realizará a retirada.

Perceba que o produto não é mais entregue na residência do consumidor — evitando tentativas de entrega sem sucesso e custos com deslocamentos. Na prática, o pacote é entregue em um ponto de retirada (bancas de revistas, supermercados ou farmácias, por exemplo), a depender da demanda do cliente.

Como você viu, a logística on demand é uma tendência que promete consolidar-se nos próximos anos, especialmente por gerar economia e contribuir para o aumento da satisfação do consumidor. Diante da mudança de perfil do cliente, é preciso adaptar-se e esforçar-se para atendê-lo da maneira mais eficiente e conveniente possível. Por isso, a logística — considerada um setor estratégico — deve estar atenta a essas novidades.

O que achou deste post? Esperamos que ele tenha sido útil para o seu cotidiano. Para manter-se atualizado sobre as novidades do universo empresarial, basta assinar a nossa newsletter. É rápido e 100% gratuito!

Baixe nosso ebook

Nossos Escritórios


O Maplink usa cookies

Por favor, confirme se você aceita nossos cookies de rastreamento. Você pode recusar e continuar navegando no Maplink sem enviar dados. Ler