Rede de distribuição: como montar sua operação logística

Em um mercado cada dia mais qualificado e concorrido, a logística tem se destacado e se consolidado como um setor estratégico e essencial para o crescimento empresarial.

Por Maplink

30/08/2018

Em um mercado cada dia mais qualificado e concorrido, a logística tem se destacado e se consolidado como um setor estratégico e essencial para o crescimento empresarial. Nesse cenário, ter uma boa rede de distribuição pode ser um grande diferencial competitivo e colocar a empresa em uma posição de destaque perante seus concorrentes.

No entanto, essa não é uma tarefa simples e, via de regra, exige planejamento e eficiência na tomada de decisões. Por isso, preparamos este post com dicas valiosas para gestores que precisam montar sua operação logística com sucesso.

Deseja aprender? Prossiga com a leitura.

1. Invista em planejamento

O planejamento é a base de qualquer estratégia empresarial. Implementar ações sem investir em estudo e preparo é um erro que, em muitos casos, conduz a perdas expressivas de capital e produtividade.

Ao observarmos a rede de distribuição, esse ponto ganha ainda mais relevância. Todas as etapas logísticas desse processo precisam ser planejadas, desde a entrada do produto no estoque à sua saída para o consumidor final ou parceiros de negócio.

Compreender esses fluxos é essencial para identificar gargalos e reduzir os desperdícios. Isso porque, com tantos processos e etapas a serem executadas, ter o máximo de controle e conhecimento sobre as ações é a melhor estratégia.

2. Monte um mapa de pedidos

A segunda dica apresentada diz respeito à criação de um mapa com todos os pedidos recebidos pelo negócio em um determinado período. Essa pequena ação tem consequências positivas na eficiência de todo o setor de logística.

Para colocar em prática tal estratégia, é necessário coletar e registrar informações úteis, como o nome do cliente, valor do pedido, prazo de entrega ideal e a rota a ser executada.

Com esses dados em mãos, analisar e reconhecer os clientes mais especiais, bem como aqueles que possuem custos de entregas elevados, se torna muito mais simples. Do mesmo modo, o gestor terá melhores condições de escolher o modal de transporte mais adequado e a transportadora mais indicada para o trabalho.

3. Escolha a melhor forma de rede de distribuição

Existem três modalidades básicas de distribuição de produtos, e a escolha correta pode contribuir (ou não) para a eficiência da logística:

  • distribuição intensiva — a indústria vende por meio do maior número de intermediários possíveis. É interessante que ele seja utilizado quando o produto possui um baixo custo individual e uma alta frequência de compra;
  • distribuição seletiva — a indústria escolhe seus intermediários. É indicado para produtos que possam ser comprados juntamente com outros, já que os intermediários terão uma maior capacidade de incentivar a compra pelo consumidor final;
  • distribuição exclusiva — o fabricante escolhe os revendedores e controla suas ações. Esse modelo é indicado para produtos que exigem um esforço especializado na venda ou alto investimento em estoque. Isso reforça a imagem da marca e aprimora o relacionamento com os fornecedores.

4. Escolha uma boa transportadora

A escolha da transportadora é uma decisão importante para o sucesso dos processos de distribuição de uma empresa, especialmente aquelas que trabalham no mercado B2B e precisam cumprir com os prazos de entrega a seus parceiros.

Existem inúmeras opções disponíveis, mas é extremamente importante que se faça uma análise profunda sobre a qualidade, confiabilidade, estrutura e reputação da empresa a ser contratada.

Dê preferência a transportadoras que possuam frotas modernas e adequadas ao tipo de produto que você precisa transportar e observe se há o emprego de tecnologia de geolocalização, principalmente com uso de recursos em nuvem.

5. Tenha centros de distribuição (CD) em locais estratégicos

Em um território de grande extensão como o do Brasil, a logística de distribuição pode enfrentar grandes desafios para entregar as mercadorias em um prazo razoável e interessante ao cliente. Por isso, é importante apostar em estratégias inteligentes.

Há negócios que optam pela utilização de diversos modais de transporte, mas isso pode encarecer o processo. Outras apostam em gerenciar grandes estoques, o que requer investimentos com espaço, mão de obra e estrutura. Entretanto, a utilização dos centros de distribuição se mostra como uma opção mais viável e interessante.

Instalados em pontos estratégicos do território, os CD conseguem atender as demandas de diversas empresas, contribuindo para que os negócios consigam chegar até seus clientes com rapidez e qualidade.

Em geral, são executadas nesses locais algumas atividades básicas, a saber:

  • recebimento de mercadorias;
  • conferência dos lotes;
  • movimentação;
  • armazenagem;
  • separação de pedidos;
  • embalagem e expedição;
  • auditoria de estoque.

6. Aposte na terceirização de serviços logísticos

Conforme mencionado, a logística é uma área muito dinâmica e com processos complexos e, muitas vezes, caros. Por essas características, nem sempre executar todos as etapas de maneira interna é a melhor opção, o que torna a terceirização uma opção mais interessante.

Alguns serviços logísticos, como o transporte e o monitoramento de cargas podem ser executados com muito mais eficiência quando transferidos a uma empresa especializada. Aliás, isso gera mais economia e otimização dos processos, o que contribui para o desenvolvimento empresarial.

7. Invista em tecnologia

É provável que você já tenha lido que a tecnologia é uma das grandes aliadas dos empreendimentos contemporâneos. Essa é uma afirmação verdadeira e que pode ser percebida em todos os setores de um negócio.

Quando se fala em rede de distribuição logística, não há como deixar de citar a importante contribuição de sistemas de geolocalização, de softwares de gestão de operações logísticas e de estoques e dos planejadores de rotas.

Todos esses recursos transformam o cotidiano do setor e ampliam de maneira significativa a produtividade e qualidade do trabalho desempenhado, além de, é claro, contribuir para a redução de custos para a empresa.

Conseguiu acompanhar e compreender todas as dicas? Estruturar uma boa rede de distribuição é o primeiro passo para alcançar uma operação logística de alta performance. Os gestores e diretores precisam estar atentos a esses detalhes e investir de maneira qualificada no planejamento e na própria execução das ações propostas.

Todas as informações e orientações apresentadas anteriormente são relevantes para que se atinja esse objetivo e podem transformar o cotidiano do setor, fazendo com que a distribuição dos produtos seja mais rápida, segura e moderna.

Se você deseja se manter informado sobre esse e diversos temas relacionados ao seu dia a dia, não pode deixar de assinar a nossa newsletter. O procedimento é rápido, simples e o ajudará a se tornar um profissional mais qualificado e atualizado!

Baixe nosso ebook

Nossos Escritórios


O Maplink usa cookies

Por favor, confirme se você aceita nossos cookies de rastreamento. Você pode recusar e continuar navegando no Maplink sem enviar dados. Ler