Novas tecnologias logísticas

5 novas tecnologias logísticas que vão mudar o mercado

No contexto empresarial, as soluções inovadoras de tecnologia logística cumprem um papel importantíssimo ao trazer eficiência e qualidade aos processos.

Em negócios que lidam com etapas como armazenagem, gerenciamento de estoque e entrega, observamos o desenvolvimento de ferramentas cada vez mais sofisticadas.

Quer saber que ferramentas são essas? Neste artigo, separamos 5 exemplos de novas tecnologias na logística para você ficar a par daquilo que já está modificando o mercado e também do que tem potencial para impactar o futuro. Acompanhe.

1. RFID

A identificação por radiofrequência — ou, em inglês, Radio-Frequency Identification (RFID) —, já é uma realidade na área logística há algum tempo, mas foi há poucos anos que seu custo começou a ficar mais atrativo.

Com a implantação das etiquetas, sensores e um sistema apropriado, a empresa ganha um alto grau de automação. Isso afeta a agilidade da operação principalmente no que diz respeito ao controle de estoque e ao processo de expedição de pedidos.

2. Lockers

Uma alternativa para reduzir os custos logísticos, beneficiando tanto os consumidores quanto as empresas, são os lockers — estabelecimentos destinados a guardar os pedidos dos clientes para que eles venham recolhê-los. O serviço pode funcionar em regime de 24 horas por dia, 7 dias por semana, e contar com armários automatizados, desbloqueados pelo próprio cliente por meio de um aplicativo ou SMS.

3. Integração de e-commerce e transportadoras

Em um mundo marcado pelas transformações digitais, é de se esperar que as transportadoras aprimorem seus softwares e forneçam todo o tipo de dados referentes ao processo de entrega para as empresas parceiras. Dessa maneira, os e-commerces que contratarem o serviço poderão integrar os sistemas e oferecer aos clientes informações mais precisas sobre as etapas do pedido.

4. Cockpit logístico

Consiste em uma interface para smartphone ou tablet, com o objetivo de auxiliar o motorista durante as entregas. Nesse sistema, ele tem acesso a funcionalidades como:

  • acompanhamento das entregas realizadas e pendentes;
  • visualização da melhor rota;
  • comprovante de entrega digital, em que o destinatário assina no próprio dispositivo para confirmar o recebimento;
  • possibilidade de reportar ocorrências com o veículo ou no ambiente que prejudiquem o andamento das entregas;
  • envio de informações para a atualização do ERP da empresa.

5. Caminhões inteligentes

Os caminhões inteligentes são consequência do uso crescente da internet das coisas (IoT), em que sensores, dispositivos e objetos estarão constantemente enviando e recebendo dados pela rede e entre si. A tendência é que os veículos permaneçam conectados com outros da frota e com o sistema de gestão de transporte.

Diferentemente do cockpit logístico, aqui, o motorista não participa ativamente do fluxo de informações. Assim, além de ter um acompanhamento em tempo real da localização e do status das entregas, a empresa consegue tomar decisões melhores em caso de acidentes e outros imprevistos.

Notamos, portanto, que as novas tecnologias na logística têm, sim, um poder transformador. Veremos seus benefícios moldarem o mercado nos próximos anos, então não deixe de se manter atualizado e garantir que a sua empresa participe dessa evolução.

Somos maior empresa de tecnologia em geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área, fornecemos o apoio para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais.

Em parceria com sua equipe de TI, integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a comunicação entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Maior agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, iFood, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a entenderem o que é e para que serve a API de distância entre dois pontos do Google Maps! Além disso, assine a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

Tags: No tags

Comments are closed.