terça-feira, dezembro 7, 2021

Google Maps Platform: Novo recurso de estilização de mapas

Neste mês, o Google anunciou um novo recurso de estilização de mapas, que permite melhorar a experiência para os usuários por meio de novas opções de controle e flexibilidade.

Essa personalização pode ser feita a partir das seguintes ferramentas:

  • Estilos de mapas baseados em nuvem: uso do Google Cloud Console para criar e gerenciar estilos de mapas e vinculá-los aos seus mapas usando IDs de mapa. É possível criar novos estilos usando a ferramenta de estilo ou importar definições de estilo existentes. A página da web é atualizada automaticamente cada vez que um estilo for atualizado.
  • Declarações de estilo JSON: para cada alteração de customização no mapa, é necessário incorporar declarações de estilo JSON, definindo manualmente os estilos de mapa. Alterar essas declarações de estilo requer a atualização do código do lado do cliente que usa o dispositivo do usuário final para realizar operações e atualizar a página da web.

Conheça mais sobre as principais possibilidades a partir desse novo recurso:

Pontos de referência

Nos aplicativos para celular e via web do Google Maps para consumidores, existem agora alguns aprimoramentos para lugares de destaque, que mostram aos usuários pontos de interesse, melhorando a orientação e a navegação nas cidades em que estão.

Com essa personalização do mapa, é possível alterar a exibição visual de elementos como estradas, parques e edifícios. 

Com os pontos de referência em destaque, o usuário conseguirá escaneabilizar o mapa mais rapidamente, melhorando sua experiência de navegação.

Como habilitar – Pontos de Referência

Para habilitar pontos de referência em seu mapa é bem simples.

Basta fazer login no console da nuvem e em “editor de estilo” navegue até o tipo de recurso Pontos de interesse, selecionando ‘Ilustrado’ em Estilo de marcador.

Building Footprints

A agilidade é algo muito importante quando o assunto é localização e visualização de mapas, quando menor for o esforço cognitivo para interpretar uma informação, melhor.

Em um exemplo prático, mostrar alturas de edifícios em 3D em cidades densas pode complicar a vida do usuário quando ele está navegando.

Por isso, agora é possível selecionar a opção de pegadas de construção, que oferece um equilíbrio e composição diferentes dos edifícios 3D no mapa, apoiando os casos que podem não se beneficiar com a complexidade desse recurso.

As geometrias de preenchimento e traço também podem ser estilizadas de forma independente, oferecendo suporte a vários temas de cores.

Como habilitar – Building Footprints

Para habilitar Building Footprints, você deve fazer o mesmo caminho que Pontos de referência: no console da nuvem, vá em editor de estilo, só que dessa vez navegue até Buildings e escolha ‘Footprints’ em estilo de construção.

-> Para mais informações, você pode acessar a documentação completa Google Maps Platform

Fred Hohagen

CEO & Co fundador - Maplink

Newsletter
Últimos Posts

Quais as vantagens do Google Cloud? Comparação com AWS

Quais são as vantagens do Google Cloud quando comparadas às da AWS (Amazon Web Services)?  Por mais que a AWS...

Artigos Relacionados