sábado, maio 28, 2022

O que é segurança digital para empresa e como proteger o seu negócio

O avanço tecnológico é favorável para qualquer tipo de empresa e é preciso garantir que a segurança avance na mesma medida, para garantir a proteção das informações do negócio e também as dos clientes.

Não são poucos os casos de vazamento de dados mundo afora, mas engana-se quem pensa que acontecem apenas com gigantes como Facebook e outras redes sociais. Empresas brasileiras também são alvo de ataques virtuais, não importa o segmento do mercado, tamanho ou modelo de negócios.

Por isso, todo cuidado e investimento com a segurança digital da empresa ainda é pouco. 

Neste post você vai entender melhor o que é segurança digital, quais são as principais ameaças no ambiente virtual e também dicas para proteger a sua empresa.

Continue a leitura. 

O que é segurança digital?

A segurança digital é uma prática de proteção contra a violação de sistemas, redes, programas e informações que estão no ambiente virtual. 

Geralmente, uma segurança efetiva no ambiente digital só é possível com o uso de ferramentas específicas de preservação de informações, para garantir que dados pessoais e empresariais permaneçam confidenciais, autênticos e completos.

Além de evitar invasões e impedir vazamentos, o objetivo da segurança digital é prevenir problemas à empresa, firmando a confiabilidade e a reputação diante dos clientes.

Assim, se a sua empresa usa computadores e está no ambiente virtual, a segurança digital é uma necessidade urgente.

Principais ameaças à segurança digital

O conhecimento sobre os tipos de ameaças à segurança digital é a principal forma de fortalecer os sistemas da empresa, a partir das necessidades do negócio. Veja abaixo quais são as principais ameaças: 

  • Backdoor: software malicioso que abre brechas nos sistemas de empresas e permite assumir o controle de um computador;
  • Phishing: mensagens fraudulentas geralmente enviadas por e-mail ou mensagens de texto com links que roubam informações dos usuários que clicam;
  • Ataques DDoS: ataques que causam quedas nos sistemas da empresa, desde servidores a sites;
  • Spyware: software que espia o comportamento de usuários e é capaz de acompanhar todas as ações no sistema;
  • Trojans: são os famosos cavalo de troia que consegue modificar e excluir informações, atacar outros sistemas e espionar;
  • Ransomware: uma das ameaças digitais mais comuns atualmente, consegue “sequestrar” os arquivos de um sistema e bloquear os dados.

O cenário da segurança digital no Brasil

Dentro do cenário de segurança digital no Brasil, temos a Lei Geral de Proteção de Dados, Lei nº 13.709/2018. A LGPD reforça o respeito à privacidade, assegurando os direitos fundamentais de inviolabilidade da intimidade, da honra, da imagem e da vida privada.

Ou seja, a legislação dispõe sobre o tratamento de dados feito por pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado, e engloba um conjunto amplo de operações efetuadas em meios manuais ou digitais. Isso serve para qualquer um que esteja no Brasil.

De acordo com um estudo feito pela IBM, 6 em cada 10 brasileiros relataram que sofreram com vazamento de dados ou conhecem alguém que tenha passado por essa situação.

Logo, fica claro a importância de ter uma boa segurança digital, para garantir a proteção interna da empresa e também dos clientes. 

Quer saber como promover a segurança digital na sua empresa? Então as próximas dicas são para você:

6 dicas de segurança digital para proteger sua empresa

Existem ótimas práticas que reforçam e garantem a segurança digital do seu negócio, sendo umas mais simples e outras mais complexas de serem aplicadas, mas todas  são capazes de reduzir significativamente os riscos de violações de segurança.

Reunimos as principais dicas logo abaixo, confira:

1 – Crie uma política de segurança digital

O primeiro passo para garantir uma segurança digital eficiente é elaborar um documento com práticas e regras que devem ser seguidas por todos.

Entre as principais definições que a política deve conter, estão os níveis e restrições de acesso de cada colaborador. Ou seja, as permissões para visualizar apenas o necessário para as suas atividades e a cópia de segurança (backup) dos dados e informações, que deve ser feita com regularidade e automaticamente salva na nuvem.

2 – Utilize Certificação digital

O Certificado Digital é usado na identificação de pessoas e empresas em ambientes digitais, por meio de chaves criptográficas e senha de acesso. Com ele, é possível autenticar suas credenciais em diferentes sistemas, comprovando se é você mesmo acessando.

Essa certificação pode ser aplicada de diversas formas, como:

  • Certificado SSL/TLS: protege dados trocados em páginas e ambientes virtuais;
  • Carimbo de Tempo: comprova data e hora de atos firmados eletronicamente;
  • Code Signing: garante a integridade de códigos de programação de softwares e aplicações, mostrando que se trata de uma cópia original, sem mudanças e segura.

3 – Adote sistemas antifraudes

Os sistemas  antifraude atuam com o objetivo de identificar fraudes e golpes em ambientes virtuais. 

Essa é uma proteção essencial para todas empresas, principalmente para e-commerces. A implementação de sistema antifraude em e-commerces é indispensável para garantir a segurança dos dados de clientes, assim como os próprios dados da empresa.

4 – Use antivírus e anti-malware

Antivírus e anti-malware são programas que detectam e eliminam ameaças do computador antes que infectem os arquivos. 

Existem algumas versões específicas para empresas que podem ser adquiridas, e esses programas precisam sempre estar sempre atualizados para prevenir com efetividade novas ameaças que surgirem.

5 – Senhas de segurança mais fortes

Embora pareça óbvio, é preciso ter cautela na escolha das senhas de segurança. Esquecer senhas é um hábito comum, logo, as pessoas costumam criar opções fáceis de decorar.

A questão é que senhas fáceis de decorar também podem ser igualmente fáceis de descobrir ou hackear. Elas são tão vulneráveis que nem medidas mais avançadas de segurança conseguem conter esse tipo de ruptura na segurança.

Sendo assim, dê preferência a senhas que não sejam curtas demais, e sim àquelas que misturam letras minúsculas e maiúsculas, números e caracteres especiais, como pontos, traços, asterisco, etc.

Use também uma senha diferente para cada serviço, pois, no pior dos casos, as outras permanecem seguras se uma for violada. Outro ponto importante para considerar é a alteração de senhas após certo período, como troca mensais ou semestrais.

6 – Computação em nuvem 

A dica mais importante sobre segurança digital: computação em nuvem.

A computação em nuvem oferece inúmeras vantagens às empresas quando o assunto é segurança digital, graças às tecnologias robustas utilizadas por essa solução. Um exemplo é a capacidade de manter os servidores mais resistentes e confiáveis. 

Mas é claro que, como qualquer solução, é importante conhecer bem o que ela oferece, para saber se as necessidades da sua empresa serão supridas. 

A Google Cloud Platform é uma das principais suítes de computação em nuvem, e disponibiliza às empresas que utilizam o serviço um conjunto de ferramentas prontas que ajudam no controle de acessos em geral.

Por exemplo, com o Google Cloud Identity & Access Management (IAM), a empresa pode distribuir o acesso a serviços em um ambiente centralizado, apenas para as pessoas autorizadas. Isso garante que negócios com infraestruturas digitais complexas mantenham a eficiência de seus serviços com máxima segurança.

Se você ainda não conta com a tecnologia de computação em nuvem na sua empresa e tem interesse em implementar, continue a leitura no próximo tópico.

Conte com a Maplink para aproveitar o máximo da Google Cloud

A Maplink é um dos principais parceiros Google da América Latina!

Possuímos o selo de Google Cloud Partner, que garante a nossa experiência e qualidade com os serviços da Google, te ajudando a aproveitar ao máximo todas elas para transformar sua empresa digitalmente.

Além disso, possuímos uma expertise de mais de 20 anos no mercado de geolocalização, proporcionando inovação e inteligência logística para empresas de todos os portes e segmentos.

Por que contar com a Maplink?

Somente com a Maplink, uma Google Cloud Partner, você garante benefícios exclusivos que não teria acesso se contratasse direto com a empresa.

Veja:

  • Descontos exclusivos conforme seu volume de requisições.
  • Faturamento local e via boleto bancário, deixando livre o limite do cartão de crédito.
  • Suporte local e workshops customizados para as necessidades da sua empresa.
  • Gerenciamento e acompanhamento mensal do seu consumo com um executivo especializado na sua indústria.

Fale com um de nossos especialistas. Basta clicar no botão abaixo e preencher suas informações:

Victor Trafaniuc
Diretor de Produto e Tecnologia - Maplink
Newsletter
Últimos Posts

Saiba por que sua empresa precisa de um roteirizador de entregas

A roteirização é um processo que está presente em toda empresa que trabalha com com operação de transporte. Mas...

Artigos Relacionados