O que é gris (no transporte) (1)

O que é GRIS no transporte? Como incluir no valor do frete?

Já parou para pensar em todos os riscos envolvidos durante o transporte de carga? Um motorista está exposto desde quando sai do armazém até finalizar a entrega. Por isso, saber o que é GRIS no transporte é tão importante. Saiba o que ele representa e como calculá-lo. 

A sigla GRIS significa Gerenciamento de Risco e é uma taxa cobrada incluída ao valor do frete para cobrir despesas relacionadas à segurança. Essa taxa aparece na nota fiscal e é recolhida em todos os estados brasileiros, principalmente sobre cargas de maior valor como computadores e eletrônicos. 

Saber o que é GRIS no transporte e porque essa taxa é aplicada ao valor do frete está diretamente relacionado ao contexto do setor no Brasil. De acordo, com uma notícia publicada pelo O Globo, o Brasil registrou 22 mil roubos de cargas em 2018. 

Isso resultou em um prejuízo de cerca de R$ 2 bilhões para o setor com a perda de cargas e veículos. Com esse grande número de roubos, o valor perdido não pode ficar apenas com a transportadora. Entre os produtos mais visados estão:

  • Cigarros
  • Eletrônicos
  • Combustíveis
  • Bebidas
  • Autopeças
  • Artigos alimentícios
  • Artigos farmacêuticos

É a própria natureza do produto que torna seu transporte mais vulnerável ou não, por isso é necessário o gerenciamento de risco no transporte de carga e sua aplicação de forma efetiva, o que inclui o cálculo do GRIS. Veja a seguir, o que é o GRIS no transporte e como calculá-lo. 

O que é GRIS no transporte e como calculá-lo

Antes de saber como calcular custo transporte de carga você precisa considerar o valor da taxa do GRIS e quais variáveis estão envolvidas nela. Para isso, identifique os riscos aos quais seu transporte estará exposto. 

O gerenciamento de risco tem como objetivo principal reduzir a probabilidade de roubo de carga, evitando ao máximo que isso aconteça e se acontecer como salvá-la e manter o motorista em segurança. Então, faça um estudo e um levantamento dos riscos envolvidos, incluindo:

  • Natureza dos riscos
  • Análise e avaliação dos riscos
  • Os valores envolvidos
  • Frequência que eles já aconteceram 
  • Como podem acontecer no futuro 
  • Atitudes possíveis para minimizar as possibilidades de acidentes e incidentes

Dessa forma, depois de entender o que é GRIS no transporte, e com o gerenciamento de risco planejado e elaborado, é hora fazer os cálculos. Confira a seguir o que deve ser levado em consideração.

Cálculo GRIS no transporte

De acordo com uma pesquisa realizada pela NTC&Logística, as despesas com gerenciamento de riscos cresceram 21% nos últimos três anos. Essas despesas estão relacionadas diretamente com os processos de prevenção de danos e riscos. 

As empresas de transportes estão investindo cada vez mais em ações para que o produto chegue em seu destino dentro do prazo previsto, principalmente aquelas que prometem entrega expressa, e da forma como o cliente espera, sem nenhum dano. 

Os custos considerados na pesquisa envolvem qualquer gasto relacionado com a segurança do transporte, como rastreamento de veículo, por exemplo. 

E eles impactam diretamente no cálculo do GRIS. Pois além dos gastos com salário, horas extras e outros, todas as despesas relacionadas a segurança também são incluídas, como:

  • Seguros 
  • Investimentos para segurança do veículo (incluindo sistemas de rastreamento e monitoramento)
  • Taxas de habilitação dos equipamentos
  • Custos operacionais de gerenciamento de riscos 
  • Escoltas 

Depois de saber qual é o valor total das suas despesas, o valor do GRIS também vai variar conforme o valor da mercadoria que está sendo transportada. 

Imagine que uma pessoa disposta a fazer o roubo de carga tem em sua frente um caminhão lotado de tijolo e outro carregado de computador da última geração. Não precisa pensar muito para saber qual dos dois desperta maior interesse, não é mesmo?

Por isso, entender exatamente o que é GRIS no transporte também pode te ajudar a explicar melhor também para o seu cliente sobre a importância dessa taxa

Com todos esses valores em mãos, basta jogar na fórmula a seguir para saber qual será a taxa de GRIS: 

O que é gris no trasporte fórmula

Fonte: Portal NTC

Agora, caso você não saiba exatamente como calcular todas as suas despesas, também há outra maneira de chegar até o valor da taxa do GRIS. 

Conforme recomendado pelo Conselho Nacional de Estudos de Transportes e Tarifas (Conet), a alíquota do GRIS pode variar com:

  • Faixa de valor agregado
  • Tipo de produto
  • Características de comercialização
  • Maior ou menor possibilidade de identificação das unidades (como o lote ou número de série)
  • Grau de risco das regiões da rota

Dessa forma, pode ser adotado o valor de referência 0,30% nas tabelas da NTC&Logística, com mínimo de R$ 3,00 por conhecimento.

Leia também: Como calcular ICMS frete

Tecnologia

Como mencionamos anteriormente, investir em segurança é algo primordial no que diz respeito à transporte de cargas. Por isso as empresas devem usar e abusar da tecnologia. Sabendo agora o que é GRIS no transporte e com o seu gerenciamento de risco elaborado, fica mais fácil entender quais soluções podem ajudar sua empresa

Já pensou que se você monitorar a entrega em tempo real é possível tomar atitudes com maior agilidade e evitar que riscos e danos maiores aconteçam à carga e ao motorista? 

Usar ferramentas que melhorem também a roteirização do trajeto também ajudam a evitar que o motorista passe por lugares mais perigosos e que possuem altas ocorrências de roubos de cargas.

Para as soluções de tecnologia podemos te ajudar, pois temos diversas opções que permitem utilizar a inteligência de geolocalização para melhorar a integração entre os canais online e offline, por meio da integração do sistema da sua empresa com a API do Google Maps. 

Mas como funciona na prática?

  • Permite expedir pedidos de forma automatizada;
  • Possibilita controlar a entrega em tempo real, levando em conta as características da sua empresa;
  • Ajuda a integrar suas lojas físicas e online com uma estratégia omnichannel;
  • Possibilita a criação de roteiros de visitas para equipes internas que vão a campo;
  • E muitas outras possibilidades!

Se interessou? Acesse nosso site, e conheça nossas soluções em Google Maps Platform, ou entre em contato com um de nossos especialistas, e saiba como podemos ajudar você a começar seu negócio e construir um caminho até chegar no nível de grandes empresas, como Nestlé, Ambev e mais! Já pensou?

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas entenderem o que é GRIS no transporte e como pode calculá-lo. 

Além disso, assine a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

Tags: No tags

Comments are closed.