Como funciona o rodízio de caminhões em SP

Como funciona o rodízio de caminhões em SP?

Se você já foi alguma vez a São Paulo com certeza pode ver como é intenso o trânsito na capital. Na busca para tentar melhorar essa situação, alguns veículos são proibidos de circular em determinados dias e horários. Saiba como funciona o rodízio de caminhões em SP.

Criado em 1997, na gestão do prefeito Celso Pitta, o rodízio municipal de São Paulo tem como objetivo reduzir a quantidade de veículos em ruas e áreas de grande circulação para melhorar o trânsito, reduzir conflitos e otimizar a eficiência do sistema viário. É também uma maneira de como controlar frota de caminhões na cidade.

Ele é regulamentado pela pela Lei nº 12.490 de 3.10.1997, complementada pela Lei nº 14.751 de 28.05.2008, e pelos Decretos 58.584 de 20.12.2018 e 58.604 de 16.01.19. Portanto, entender como funciona o rodízio de caminhões em SP é extremamente importante para evitar que você seja multado e também pode ajudar quando for fazer roteirização de cargas.  

Continue lendo este artigo e saiba o que deve fazer para que isso não aconteça. 

Como funciona o rodízio de caminhões em SP

Basicamente para entender como funciona o rodízio de caminhões em SP você vai precisar saber qual a placa do seu caminhão. É ela que vai determinar o dia que você deverá ficar atento ao rodízio – como horários e onde pode circular. Veja a seguir todos os detalhes. 

Onde acontece

Para começar a entender como funciona o rodízio de caminhões em SP é preciso saber primeiro onde ele acontece, certo? A área abrangida pela restrição de circulação é o centro expandido de São Paulo (conforme imagem mais abaixo), algumas das principais vias compreendidas são:

  • Av. Paulista
  • Av. Rebouças
  • Av. Nove de Julho
  • Av. Prof. Francisco Morato
  • Av. 23 de Maio
  • Marginal Pinheiros
  • Av. dos Bandeirantes
  • Av. Affonso D´Esgragnolle Taunay
  • Av. Jorn. Roberto Marinho.
  • Av. Giovanni Gronchi
  • Av. Morumbi
  • Av. Dr. Guilherme Dumont Vilares
  • Av. João Jorge Saad 
  • Marginal Tietê
  • Av. Marquês de S. Vicente
  • Av. do Estado
  • Av. Tancredo Neves
  • Av. Salim Farah Maluf
  • Av. Pres. Paes de Barros 

Como funciona o rodizio de caminhoes em sp mapa

Fonte: CET

De acordo com informações da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) os caminhões não podem circular na área vermelha, mas estão liberados na linha vermelha, conforme o gráfico abaixo:

Como funciona o rodizio de caminhoes em sp o que não pode

Fonte: CET

Além disso, é proibido trânsito de caminhões na Zona Máxima de Restrição de Circulação (ZMRC)  são as que concentram núcleos de comércio e serviços.

Os caminhões também não podem transitar naquelas vias que são sinalizadas com a placa de regulamentação R-9 com a legenda “Exceto Veículos Autorizados”, no horário de segunda a sexta-feira das 5h às 9h e das 17h às 22h e aos sábados das 10h às 14h.

Placas

Com o número da sua placa em mãos, você está pronto para saber como funciona o rodízio de caminhões em SP, pegue o último número dela e confira abaixo o dia não poderá circular na área que mencionamos anteriormente:  

  • Final da placa 1 e 2: segunda-feira
  • Final da placa  3 e 4: terça-feira
  • Final da placa 5 e 6: quarta-feira
  • Final da placa 7 e 8: quinta-feira
  • Final da placa 9 e 0: sexta-feira

O rodízio não acontece aos sábados, domingos e feriados, portanto todos os veículos podem circular na área de rodízio sem a restrição das placas. 

Controle

Agora você deve estar se perguntando: mas, como funciona o rodízio de caminhões em SP, como ele é controlado?  

As placas dos veículos são monitoradas por câmeras de radar distribuídas por toda a cidade. Além disso, vários agentes da CET, os chamados “marronzinhos”, também ficam em pontos estratégicos com radares móveis. Dessa forma, é melhor não correr o risco de circular pelas vias proibidas. 

Penalidade

Tudo que você quer é reduzir custos de transportes para sua empresa, certo? Por isso, gastar dinheiro pagando multa é algo que definitivamente você quer evitar. 

Por isso é tão importante saber como funciona o rodízio de caminhões em SP, pois aqueles motoristas que forem pegos circulando fora do horário permitido pelo rodízio estão sujeitos a pagar uma multa de R$130,16 e ainda são descontados quatro pontos em sua carteira. 

Exceções

As regras citadas acima são para os veículos em geral – tanto carros de passeio como caminhões. Porém, existem algumas exceções que valem ser conferidas antes de circular, neste resumo das restrições

Alguns determinados veículos de cargas podem transitar em horários especiais com autorização, como transportar cargas perigosas ou o transporte de produtos alimentícios perecíveis. 

Agora que você já sabe tudo sobre como funciona o rodízio de caminhões em SP e quando não deve circular com seu caminhão na capital, que tal otimizar suas entregas? 

Já pensou que soluções de inteligência de geolocalização podem melhorar a integração entre os canais online e offline, por meio da integração do sistema da sua empresa com a API do Google Maps? Mas como funciona na prática?

  • Permite expedir pedidos de forma automatizada;
  • Possibilita controlar a entrega em tempo real, levando em conta as características da sua empresa;
  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos logísticos e gerais;
  • Ajuda a integrar suas lojas físicas e online com uma estratégia omnichannel;
  • Possibilita a criação de roteiros de visitas para equipes internas que vão a campo;
  • E muitas outras possibilidades!

Se interessou? Acesse nosso site, e conheça nossas soluções em Google Maps Platform, ou entre em contato com um de nossos especialistas, e saiba como podemos ajudar a construir um caminho mais eficiente para sua empresa como as grandes: Nestlé, Ambev e mais! 

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a saberem como funciona o rodízio de caminhões em SP. Além disso, assine a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

Tags: No tags

Comments are closed.