ferramentas de prevenção a fraude

Ferramentas de prevenção a fraude mais utilizadas no mercado atual

Você já usa tecnologias ou ferramentas de prevenção a fraude na sua empresa? Sabe quais são as mais indicadas? Se a sua resposta foi não, seu planejamento estratégico não considera riscos que podem comprometer mais de 3% do faturamento.

Pois é, de acordo com o Mapa de Fraudes, o Brasil tem um índice assustador de mais de 3% de impacto de fraudes em relação ao faturamento. Esse fato o coloca na posição de 2º país da América Latina com mais fraudes no cartão em compras online. Com o nível de concorrência, essa taxa, que é aparentemente baixa, pode representar um risco muito grande, principalmente para novas empresas.

Para neutralizá-lo é fundamental saber quais ferramentas de prevenção a fraude utilizar. E, a melhor forma é entender como cada tecnologia colabora na diminuição dos riscos de ação, como fraude efetiva, amigável, ou auto-fraude. Vamos lá?

Como escolher as melhores ferramentas de prevenção a fraude

ferramentas de prevenção a fraude

Vamos abordar algumas tecnologias que são base para ferramentas de prevenção de fraudes. Mas, para fazer a escolha certa, dentro destas categorias, o ideal é que a sua empresa defina qual a melhor de acordo com:

  • Potencial de risco de fraude – Artigos eletrônicos, celulares, perfumes e itens tecnológicos são mais atrativos para fraudadores. Afinal, são alguns dos produtos com maior valor agregado, e fácil comercialização no mercado informal.
  • Região/localidade da empresa e dos clientes – O mapa de fraude indica que as regiões norte, centro-oeste e nordeste costumam ter maior índice de fraudes.
  • Orçamento – Algumas tecnologias, principalmente as baseadas em inteligência artificial, impactam significativamente no orçamento disponível. O ideal é que a empresa consiga fazer um balanceamento entre o risco e o valor do investimento. Quanto maior o risco, maior o investimento em ferramentas de prevenção a fraude.
  • Porte da empresa – O volume de vendas é um fator importante na hora de escolher as melhores ferramentas de prevenção a fraudes.

Principais tecnologias por trás das melhores ferramentas de prevenção a fraude

Serviços de Verificação de Endereço

Ferramentas de prevenção a fraude com a tecnologia AVS, ou Address Verification Service, são as mais usadas no mercado americano. A ideia é comparar o endereço de cobrança com as informações fornecidas pelo banco sobre o titular do cartão.

É, portanto, uma das ferramentas de prevenção a fraude mais comum em transações online, canal de maior ocorrência deste tipo de ação. O modo de operação é tecnicamente simples, os dados recebidos no momento da compra são enviados para os bancos, no passo seguinte há um confronto entre as informações. Se houver divergência, o banco avisa através de um código e o comerciante, baseado nas suas próprias métricas, aprova, ou não, a compra.

Vale ressaltar, no entanto, que esta é uma ferramenta que inibe a fraude, mas não a exclui completamente, principalmente em casos de fraude amigável, ou roubo total de informações. Nestas situações, o banco pode dar um “falso positivo” e a fraude ocorre mesmo com as medidas de segurança.

Ainda assim, ela é uma das tecnologias mais utilizada por grandes empresas brasileiras, como o intermediador PagSeguro. A marca, com a finalidade de aumentar a segurança, possui uma cadeia de checagens baseada na integração de informações com as instituições bancárias. Portanto, além da checagem de endereços, eles:

  • Estabelecem uma política de prevenção a fraude muito mais rigorosa para produtos de alto risco;
  • Estabelecem um sinal de alerta caso a compra não condiga com o perfil do consumidor, tanto em relação ao produto, quanto ao valor da compra.

Usos da tecnologia AVS em ferramentas de prevenção a fraude:

  • Comparar o endereço de entrega com o de cobrança e do titular do cartão, no momento de uma compra;
  • Verificar dados e informações relacionadas a parceiros e colaboradores em casos de dúvidas.

2 – Machine Learning

Já falamos por aqui sobre o que é machine learning e a transformação digital que ela causou na forma de lidarmos com máquinas e objetos. A ideia é que as máquinas não apenas sigam instruções, mas também sejam capazes de criar desdobramentos que vão além da sua programação.

Como você deve imaginar, machine learning pode ser uma das melhores ferramentas de prevenção a fraudes.

Afinal, você vai notar que muitas estratégias e tecnologias que citaremos por aqui são falhas e podem ser, em algum momento, burladas. Mas, se uma máquina, um sensor, por exemplo, conseguir, através da avaliação de padrões, detectar uma ação suspeita fora da sua programação criamos um cenário muito mais seguro em relação a fraudes, não é mesmo?

Afinal, com a inserção de dados em tempo real, as máquinas podem aumentar o seu banco de informações, realizando, assim, cruzamentos que podem bloquear uma compra caso:

  • O cliente faça parte de alguma lista de suspeitos;
  • Volume suspeito de compras em um curto espaço de tempo;
  • Incompatibilidade de informações;
  • Etc.

Portanto, com o decorrer do tempo de uso de ferramentas de prevenção a fraude que incluem o machine learning a detecção torna-se mais rápida e eficiente.

Biometria ou reconhecimento facial

A biometria foi uma das principais ferramentas de prevenção a fraudes implantadas por bancos em autoatendimentos. Por tratar-se de uma característica única e intransponível essa ferramenta foi capaz, inclusive, de bloquear ações de pessoas próximas ao correntistas (fraude amigável).

Apple Pay e Google Pay são algumas das empresas que utilizam, entre outras ações, a biometria como ferramenta para prevenção a fraude. Vale ressaltar, no entanto, que esses apps de pagamento empregam autenticação de dois fatores: biometria (ou senha) e ID.

O reconhecimento facial, por outro lado, ainda é uma ferramenta de prevenção a fraude recente, e, portanto, menos popular que a biometria. Mas, muitos profissionais da área acreditam que ela terá um papel muito importante para minimizar os riscos de fraude em um futuro próximo.

Usos da biometria e reconhecimento facial como ferramentas de prevenção a fraude:

  • Confirmar a titularidade do comprador;
  • Checar entrada e saída de colaboradores das lojas, galpões e estoques;
  • Liberar, ou bloquear, entradas com circulação restrita;
  • Acesso a informações confidenciais, pessoais, ou exclusivas;
  • Entre outros

Geolocalização

Como já sabemos, ferramentas de prevenção a fraude que utilizam a geolocalização facilitam o monitoramento de cargas, pessoas e veículos. Com ela a sua empresa tem maior controle sobre quais pessoas têm acesso ao produto que saiu do estoque, por quanto tempo e em qual data.

Leia mais: Empresas de Geolocalização: conheça duas e seus diferenciais.

No mercado digital ela é uma das ferramentas de prevenção a fraude que funciona como mais um fator na identificação de casos suspeitos. Se, por exemplo, as informações de pagamento e do titular do cartão forem do Rio Grande do Sul, mas o comprador estiver localizado no Tocantins é criado um alerta vermelho.

Construindo assim uma cadeia de códigos de alerta que determinam a reputação deste cliente no mercado. Quanto mais sinais vermelhos, pior a sua pontuação e maiores as chances do banco, intermediador ou da empresa recusarem um pagamento.

Como você deve ter notado, para produtos com maior risco de fraude, é interessante utilizar um conjunto de ferramentas de prevenção a fraude, ou uma que englobe diversas tecnologias. Afinal, o nível de sofisticação de alguns fraudadores pode ir além das soluções que possuímos hoje.

Por isso é interessante ter uma rede de proteção bem construída. E, em casos de alerta vermelho, a análise pode ser feita de forma manual e a empresa decidir se aprova ou não aquela compra.

Usos da geolocalização como ferramentas de prevenção de fraude

  • Localização exata do cliente;
  • Acompanhamento da rota entre a saída do produto até a entrega final para o cliente;
  • Identificação do cliente com base no endereço IP associado ao pedido;
  • Entre outros.

Você tem usado a inteligência de dados como uma das ferramentas de prevenção de fraudes? Não?

Bom, então você precisa conhecer a Maplink agora mesmo! Entenda um pouco sobre a nossa história e como podemos te ajudar!

Maplink

Como a Maplink pode te ajudar:

  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos operacionais;
  • Armazenamento na nuvem;
  • Otimização de rotas de entrega;
  • Entre outras inúmeras funcionalidades.

Somos a maior revendedora de Google Maps da América Latina. Integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Maior agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes.

Fale com um de nossos especialistas e conheça as melhores soluções!

Tags: No tags

Comments are closed.