quais são as restrições para caminhoneiros nas estradas?

Restrição de caminhões nas rodovias federais: regulamentação, calendário e dicas

O transporte rodoviário é o mais utilizado pelas empresas em território brasileiro. Devido ao alto volume de tráfego, e impacto dos caminhos nos percursos rodados, existe um calendário de restrição de caminhões nas rodovias federais em determinadas datas, sabia?

Você com certeza já ficou horas parado na estrada na volta de um feriado e notou que veículos longos e pesados estavam atrapalhando o tráfego, certo? A faixa da direita é uma das estratégias formuladas para amenizar essa questão e aliviar o tráfego em algumas estradas federais, estaduais e municipais.

Mas, nem sempre ela é suficiente, percebendo isso, os órgãos reguladores editaram a portaria nº 200 de 7 de dezembro de 2018 incluindo a restrição de caminhões nas rodovias federais.

Com 61,1% de todas as cargas movimentadas no território brasileiro, esta é uma preocupação extremamente relevante. Afinal, sabemos que muitos acidentes em rodovias se dá em épocas de maior fluxo.

Quer saber como funciona a restrição de caminhões nas rodovias federais, calendário e ainda receber 3 dicas práticas? Então, continue conosco até o final deste artigo.

Restrição de caminhões nas rodovias federais

Segundo a polícia rodoviária federal, a regulamentação das restrições de caminhões nas rodovias federais se dá da seguinte forma:

“A fim de promover a fluidez do trânsito em grandes feriados, quando há maior movimentação nas estradas, a Polícia Rodoviária Federal editou a Portaria nº 200 de 10 de dezembro de 2018 restringindo em determinados dias e horários o trânsito de Veículos ou Combinações de Veículos, passíveis ou não de Autorização Especial de Trânsito (AET) ou Autorização Específica (AE), cujo peso ou dimensão exceda qualquer um dos seguintes limites regulamentares:

I- Largura máxima: 2,60 metros;

II- Altura máxima: 4,40 metros;

III- Comprimento total de 19,80 metros; e

IV- Peso Bruto Total Combinado (PBTC) para veículos ou combinações de veículos: 57 toneladas.”

Vale ressaltar que a restrição de caminhões nas rodovias federais é aplicada a todos os veículos que precisam de autorização para circular. Inclui-se, portanto:

  • Trânsito de Combinações de Veículos de Carga (CVC);
  • Combinações de Transporte de Veículos (CTV);
  • Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP), mesmo com a autorização especial de trânsito (AET) ou autorização específica (AE).

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

Algumas restrições de tráfego variam de acordo com alguns fatores. Por exemplo, na capital de São Paulo, existe o rodízio de placas, ou seja, um final de placa é proibido de circular em determinados horários. Caso haja descumprimento, o motorista é penalizado com multa.

Mas, essa determinação não ocorre no interior do estado, por exemplo, devido a diferenças de regulamentações. Vamos conhecer, portanto, quais são os principais fatores que afetam as determinações de restrição de caminhões em rodovias federais.

Veja também: O que é Conhecimento de Transporte? Veja qual é a sua função!

Fatores que influenciam nas restrições

Como você já sabe, o tráfego de caminhões deve seguir inúmeras restrições, em vários aspectos, como:

  • Peso máximo;
  • Sinalização de cargas perigosas;
  • Tráfego em rodovias federais;
  • Rodízio de placas;
  • Percursos proibidos para determinados veículos;
  • Entre outras.

Mas, especificamente, ao falarmos de restrição de caminhões nas rodovias federais, pode haver variação nas datas e horários, dependendo do histórico de tráfego daquela determinada região.

Vale ressaltar que, como mencionado na portaria citada acima: as medidas abrangem apenas os trechos rodoviários de pista simples.

E, os estados do Acre, Amapá, Pará, Piauí, Roraima e Tocantins não entraram nos trechos com as restrições citadas, no ano de 2019. Já, no estado de Rondônia a restrição não se aplicará apenas no período da operação fim de ano.

Mas, estas informações podem se alterar, devido a inúmeros fatores. Portanto, o ideal é ficar atento ao calendário de restrição de caminhões nas rodovias federais.

Mas, você sabe o que é este calendário? Então veja abaixo!

Calendário de restrição nas rodovias federais

restrição de caminhões nas rodovias federais

Para facilitar a organização e o planejamento de rota de entrega, a polícia rodoviária federal disponibiliza as data e horários com restrição de caminhões nas rodovias federais. Ele é baseado em feriados e dias de maior circulação de veículos.

A publicação é feita no site do Governo Federal, na área da polícia rodoviária federal. Veja abaixo qual foi o calendário de restrição de caminhões nas rodovias federais no ano de 2019:

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

Vale lembrar, como citamos em tópicos acima, que a regulamentação se altera de acordo com o fluxo de veículos. Por isso, o calendário pode ser diferente para algumas regiões, segundo suas peculiaridades de movimentação. Como, por exemplo, estradas federais que atravessam o Rio de Janeiro:

Fonte: Policia Rodoviário Federal

3 Dicas práticas

1) Verifique, antes de trafegar em qualquer estrada, as regulamentações exigidas.

A malha rodoviária brasileira é extremamente extensa. Segundo o Anuário CNT do Transporte de 2018, temos 1.720.700 quilômetros de estradas e rodovias nacionais. Sendo, portanto, a quarta maior do mundo. E, naturalmente, existem variações nas leis, regulamentos e determinações de acordo com a região.

2) Invista em colaboradores responsáveis e alinhados com a cultura da sua empresa

Sabemos que em qualquer nicho comercial a realidade nem sempre corresponde à teoria. E, por mais que a sua empresa especifique em documento todas as regulamentações e determinações é preciso que motoristas e colaboradores sigam isso à risca.

Portanto, dedique-se a contratar colaboradores que saibam seguir determinações e estejam alinhados com a postura da sua empresa. Tanto legalmente, quanto em relação a todas as condutas praticadas.

3) Tenha um sistema eficiente de roteirização e de gestão de rotas

Com a roteirização de cargas e uma gestão de rotas eficiente é possível identificar percursos com restrições, tanto em relação ao tráfego de caminhões nestes períodos que já citamos, quanto as demais regulamentações municipais, estaduais e federais.

Mas, para conseguir fazer isso de forma eficiente é indispensável automatizar estes processos com um software robusto e adaptável para a sua empresa.

Veja abaixo como a Maplink pode te ajudar com a compreensão e na prática da restrição de caminhões nas rodovias federais.

Maplink

A Maplink é um dos maiores softwares de inteligência em logística América Latina. Utilizado por empresas como BRF, Nestlé, Ambev e mais 3 mil clientes no mundo todo.

Nele você consegue ter acesso a funções para:

  • Organizar rotas de entregas;
  • Integrar e implementar APIs para otimização de processos logísticos e gerais;
  • Calcular custos de combustível;
  • Fazer o armazenamento na nuvem;
  • Etc.

Para quem procura soluções mais robustas, nós da Maplink desenvolvemos ações sob medida para as suas necessidades.

Fale com um de nossos especialistas e conheça as melhores soluções!

Tags: No tags

Comments are closed.