sexta-feira, outubro 7, 2022

É possível fazer roteirização com restrições de forma eficiente?

A roteirização com zonas de restrição ainda é um desafio para muitas empresas que trabalham com transporte. 

A escolha do percurso, muitas vezes, pode ser um fator determinante não só para a efetivação das entregas, mas também para a segurança do motorista e das mercadorias.  

De acordo com a Confederação Nacional da Indústria, as rodovias federais registraram, em 2019, mais de 16 mil acidentes com caminhões. Segundo especialistas, isso ocorre, principalmente, devido a investimentos insuficientes e mal distribuídos. As rodovias com maiores índices de acidentes, portanto, mais perigosas, recebem apenas 26% dos recursos totais.

Com baixos investimentos e estruturas cada vez mais precárias, as rotas percorridas passam a apresentar cada vez mais perigo. Sem contar, é claro, a dificuldade de atender um país de dimensões continentais e mudanças frequentes relacionadas a restrições de tráfego.

Esse conjunto de desafios torna a roteirização manual cada vez mais ineficiente e onerosa para as empresas. 

Mas será que existe uma forma eficiente de fazer roteirização com restrições? 

A resposta é sim! E é exatamente disso que falaremos neste artigo! 

Vamos lá?

O que é roteirização com zonas de restrição?

Antes de conhecer as soluções de roteirização com zonas de restrição, é preciso entender quais são esses impedimentos, ou seja, as restrições, e como impactam no transporte. 

Listamos abaixo algumas das principais restrições enfrentadas pelas empresas de transporte, veja só:

1 – Estradas

Um dos principais desafios da roteirização com restrições, como mencionamos no início deste post, são as estradas brasileiras. 

Como o transporte por aqui é dependente do modal rodoviário, as empresas precisam enfrentar grandes trajetos em estradas perigosas, sem pavimento, com erosões, e até mesmo em áreas de difícil acesso.

Sem uma tecnologia de roteirização, fica muito difícil saber onde estão esses obstáculos, aumentando as chances de acidente ou problema mecânico, certo?

Além das condições das estradas, outra restrição que precisa ser incluída na roteirização são os limites de velocidade de cada percurso. 

Essa informação é essencial para que o tempo estimado corresponda à realidade, evitando atrasos e custos com reentrega, por exemplo.

2 – Áreas perigosas

Infelizmente, o Brasil possui inúmeras áreas perigosas com pouco ou nenhum monitoramento de segurança, havendo grande probabilidade de furtos e roubos. 

Uma roteirização eficiente por meio de uma tecnologia vai permitir fazer o acompanhamento e atualização dos trajetos para contornar áreas que apresentem maior risco, considerando o tipo de veículo e carga transportada.

3 – Impossibilidade de tráfego de certos veículos

Devido à extensa malha rodoviária do nosso país, existe uma enorme variedade de obstáculos nas estradas, como pontes, estradas mais estreitas ou ainda estradas com desvios que não comportam um veículo com eixos. Sem contar, é claro, a mobilidade urbana, que é ainda mais restritiva neste sentido.

4 – Restrições de horários de tráfego

Em algumas cidades do país, existe uma regra de permissão de tráfego de veículos grandes, principalmente em áreas urbanas. Ou seja, em alguns dias e horários específicos, esses veículos são proibidos de circular. 

Assim, essas áreas precisam ser identificadas no momento da roteirização, para evitar multas, bem como otimizar o tempo de carga de descarga, que pode ser limitado devido aos horários permitidos. 

5 – Impossibilidade de descarregar em determinado local ou horário

Grande parte das entregas urbanas estão sujeitas a um horário, principalmente em relação ao transporte de cargas maiores, no centro das grandes cidades.

A roteirização com restrições precisa, portanto, considerar quais os pontos de entrega possuem limitadores de horário, para organizar o trajeto de forma a atendê-los primeiro. Sem, é claro, comprometer a otimização do percurso.

6 – Janela de entrega do cliente

Assim como acontece de haver horários de restrição para entrega em determinados locais, alguns estabelecimentos também podem ter seus próprios horários.

Por isso, é importante contar com a tecnologia de roteirização para automatizar o horário de entrega de seus clientes e atender a preferência de cada um.

Como fazer roteirização com zonas de restrição?

Um dos maiores desafios da roteirização com restrições é a variação. 

Afinal, rotas, sentidos e normas se alteram com muito mais frequência do que gostaríamos. Tornando assim, quase impossível planejar as rotas com zona de restrição manualmente.

Isso quer dizer que não é possível antecipar as restrições e é preciso lidar com inúmeras questões dos trajetos? Não! 

A melhor alternativa é contar com uma tecnologia de roteirização que permite a configuração de zonas de restrição, como as APIs Maplink

Conheça abaixo a nossa solução para o gerenciamento de zonas de restrição.

Restriction Zone: API para gerenciamento de áreas de restrição

A Restriction Zone API é uma solução utilizada em conjunto com a Trip API, que permite a criação e o gerenciamento de zonas de restrição.

Facilite o desvio de rota da sua operação, evitando áreas específicas no trajeto e garanta:

  • Rotas muito mais seguras
  • Definição de áreas de restrição de acordo com suas necessidades de negócio
  • Veículos circulando apenas em vias e horários permitidos, evitando multa
  • Entregas mais efetivas, respeitando a janela de entrega dos clientes
  • Operação longe de áreas com alto índice de furto e roubo 
  • Diminuição de risco de acidentes por percorrer vias em más condições
  • E muito mais!

Quer saber como a Restriction Zone API pode otimizar a sua operação de transporte com o gerenciamento de áreas de restrição?

Clique no link abaixo e agende uma conversa com um especialista:

Paulo Rosa

Gerente de Produtos e Geotecnologias na Maplink

Newsletter
Últimos Posts

Next Day Delivery: Como funciona? Vantagens da entrega expressa

Ao contrário do same-day delivery, com entrega expressa no mesmo dia, o next day delivery trabalha com a ideia...

Artigos Relacionados