just in time logística

O que é Just in Time na logística? Como funciona? 7 vantagens

Você já ouviu falar no modelo de gestão Just in Time na logística? Se o que você quer é aumentar a produtividade da sua empresa e, ao mesmo tempo reduzir custos, este sistema pode ser o que você está procurando.

Aumentar a produtividade sem perder a qualidade é um verdadeiro desafio para muitos gestores que trabalham com logística. Com foco na qualidade e na produtividade, o modelo de gestão just in time promete ser a solução ideal para essa questão, otimizando processos e ainda gerando economia para a empresa.

Para te ajudar a entender melhor do que se trata essa estratégia, preparamos este artigo, com o objetivo explicar o que é esse sistema, como funciona uma logística just in time e quais são as principais vantagens e desvantagens do uso desse modelo de gestão.

Leia também: 5 ferramentas de logística para otimizar seu negócio

Mas o que é Just in Time na logística?

Também conhecido como JIT, o Just in Time na logística é um método de gestão no qual todas as ações dentro de uma empresa são realizadas “na hora certa”, ou seja, atividades como compra, transporte e produção ocorrem de acordo com a demanda.

Dessa forma, a empresa consegue atuar com estoque zerado, gerando economia nos custos de armazenamento. Além disso, alguns de seus principais focos são:

  • qualidade da operação: seja na fabricação, transporte ou qualquer outra etapa do processo logístico;
  • acabar com o desperdício: evitando a superprodução que gera uma quantidade de produtos além do que é necessário para atender à demanda;
  • não deixar produtos parados: afinal, mercadorias paradas não dão lucro, pelo contrário, geram custos de armazenamento.

Leia também: E-commerce sem estoque: Oportunidade ou Cilada?

Como funciona o sistema just in time na logística?

A logística just in time pode ser aplicada à qualquer empresa e em diferentes áreas, seja na gestão de estoque na produção ou qualquer outra. Esse sistema funciona a partir da ideia de produção sob demanda, ou seja, cada atividade é realizada de acordo com a sua necessidade e na hora certa.

Os insumos só devem ser comprados quando necessários, para serem entregues na fábrica apenas no momento em que serão utilizados. Do mesmo modo, assim que os produtos são fabricados, já devem ser encaminhados para a entrega. Não há estoque ou sobra de produtos. Tudo o que é fabricado deve possuir destino definido.

Mas para que esse sistema funcione de fato, é necessário que todos os envolvidos na produção estejam cientes de seu papel, de modo que haja organização e sincronicidade entre suas ações. A falha de um funcionário pode acarretar problemas ao longo de toda a linha de produção.

Leia também: Como montar um plano de negócios para e-commerce?

Qual é o objetivo do sistema just in time?

O grande objetivo desse modelo de gestão é que cada ação seja realizada exatamente no momento em que ela é necessária. Dessa forma, é possível otimizar os processos, garantindo continuidade e consistência para a cadeia produtiva.

Além disso, se houver qualquer tipo de problema em algum estágio da produção, como um defeito em algum produto, fica muito mais fácil resolvê-lo, retomando as atividades sem a necessidade de descartar um lote inteiro de produtos defeituosos, o que elimina o desperdício e gera economia.

Leia também: 5 tendências logísticas que irão elevar o nível da sua empresa

Quais são as vantagens e desvantagens da logística just in time?

Qualquer sistema de gestão é passível de ter seus pontos positivos e negativos, com o just in time na logística não é diferente. Confira abaixo as principais vantagens e desvantagens do uso deste método:

Vantagens do uso do sistema just in time na logística

  1. Redução nos custos de armazenamento;
  2. Evita que o volume de estoque ultrapasse a demanda;
  3. Otimiza a organização do espaço físico do estoque;
  4. Redução dos riscos de avarias nas mercadorias;
  5. Redução do desperdício;
  6. Com a economia gerada é possível investir em outras ações ou setores da empresa;
  7. Evita que produtos fiquem encalhados, tornando-se obsoletos ou até mesmo estragando.

Desvantagens do uso do sistema just in time na logística

  1. Exige um planejamento muito mais rígido por parte do gestor, além de um profundo conhecimento do mercado e de cada produto comercializado;
  2. Maior dependência de fornecedores para garantir a produção em tempo hábil;
  3. Requer grandes mudanças para sua implementação, repensando todo o modelo de produção;
  4. Despreparo para atender pedidos grandes e inesperados.

Para aprofundar um pouco mais o seu entendimento sobre como funciona a logística just in time, confira o vídeo abaixo:

Leia também: Como realizar uma boa gestão de custos logísticos? Veja 7 dicas práticas

E aí? Ficou claro como funciona uma gestão just in time na logística?

Um sistema de logística just in time pode ser uma ótima opção para reduzir custos e eliminar desperdícios. No entanto, sua adoção precisa de uma análise criteriosa das características de cada empresa, de modo a garantir que sua realidade seja compatível com essa forma de gestão.

Se você está em busca de uma solução mais robusta para otimizar as operações de transporte de sua empresa, investindo em tecnologia para garantir segurança e produtividade nos serviços prestados, conte com a Maplink!

Somos a maior empresa de tecnologia em logística da América Latina. Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Permite ter visibilidade de todo o processo de transporte de cargas
  • Permite a otimização de rotas e controle de frotas
  • Possibilita a redução de custos e a automação de processos
  • Possibilita a criação de roteiros de visitas para equipes internas que vão a campo
  • E muitas outras possibilidades

Faça como grandes empresas que possuem operações logísticas de qualidade, e que são referência mundial como: BRF, Nestlé, Piracanjuba, Velocity, Habib’s, JBS, Máxima Sistemas. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas a descobrirem o que é e como funciona uma gestão just in time na logística! Além disso, assine a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

Comments are closed.