O que é Gestão de Transportes? Otimize o desempenho da sua empresa

A gestão de transportes logística é a atividade responsável pela movimentação de insumos, materiais e mercadorias de um ponto de origem ao seu ponto de destino, viabilizando o funcionamento de setores como a indústria, que produz bens de consumo, e o comércio, que disponibiliza os produtos para os consumidores.

Quando uma pessoa realiza uma compra pela Internet nem imagina toda a cadeia de processos necessários para que seu pedido chegue até a sua casa dentro do prazo e em perfeitas condições. 

Porém, quem atua nesta área sabe muito bem que a gestão de transportes tem um papel fundamental.

Além de todos os desafios comuns ao setor, a gestão de transportes no Brasil ainda precisa lidar com outros agravantes, como as más condições das vias.

Cerca de 60% do transporte de carga no país é realizado pelo modal rodoviário e, de acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), no que diz respeito a sinalização, pavimento e geometria das vias, 28,2% das estradas não estão em boas condições e 33,6% estão em situação medianas.

Por conta disso, os custos no transporte de cargas crescem cada vez mais, pois o tráfego em vias com más condições geram problemas, como

Dentro da empresa, controlar e reduzir esses gastos é papel do gestor de logística. Mas para isso, é preciso ter conhecimento e estratégias, que você vai encontrar aqui neste post.

Entenda melhor o que é gestão de transportes e tudo o que essa atividade envolve.

Veja o que você vai encontrar aqui:

O que faz o setor de transporte?

Para a logística, transporte é o deslocamento de insumos ou mercadorias de um ponto de origem até o seu destino, considerando ainda pontos intermediários, onde esses materiais podem ser armazenados ou processados.

Isso significa que essa atividade é essencial para interligar produtores, fabricantes, vendedores e consumidores. Assim, a responsabilidade de viabilizar toda essa movimentação é justamente a gestão de transportes e logística.

O que é gestão de transporte na logística?

A gestão de transporte tem impacto direto no desempenho da indústria e comércio, uma vez que é responsável pela disponibilidade de materiais e produtos essenciais para seu funcionamento. 

Vale destacar a logística para e-commerce que, por não possuir operação física, necessita de uma gestão de transporte ainda mais eficiente.

Entre as principais atividades envolvidas na gestão logística do transporte, há:

7 vantagens da gestão de transportes eficiente

Agora que você já sabe o que é gestão de transportes, é importante entender quais são seus benefícios, afinal, um bom gerenciamento, aliado a tecnologias, podem ajudar a empresa em aspectos como:

1 – maior controle sobre os custos por veículo, sejam eles fixos ou variáveis;

2 – possibilidade de antecipar despesas de viagens;

3 – redução de erros e desperdícios, gerando uma redução de custos logísticos;

4 – permite o desenvolvimento de um plano de manutenção de frota mais eficiente, considerando manutenções preventivas e periódicas;

5 – melhora na qualidade do serviço prestado;

6 – aumento da produtividade do setor;

7 – aumenta a competitividade da empresa em relação à concorrência.

Além disso, mesmo sabendo o que é gestão de transportes, vale também entender que manter a qualidade também é outro ponto crucial. Veja um exemplo do que envolve a gestão da qualidade:

  • planejamento de processos e metas;
  • execução;
  • acompanhamento dos resultados;
  • análise do que foi feito em um ciclo de melhoria.

4 dicas básicas de como administrar uma transportadora

A administração de uma transportadora vai além do gerenciamento dos veículos. É necessário também ter um conhecimento profundo sobre o mercado e estar por dentro das principais tecnologias do setor.

Além disso, a boa gestão de transportes envolve algumas práticas, que são capazes de otimizar toda a cadeia logística. Confira algumas delas para o sucesso na gestão de uma transportadora:

1 – Elabore metas

O primeiro passo para se ter uma boa gestão de transportes é traçar boas metas. Além de contribuir para orientar seu plano, elas também irão ajudar a motivar seus colaboradores.

Para isso, você pode utilizar a metodologia SMART, que te ajuda a orientar a definição de objetivos com base nos seguintes parâmetros:

  • S – Specific (específica): quais são os objetivos da sua gestão de transportes?;
  • M – Measurable (mensurável): como você irá medir seu progresso?;
  • A – Attainable (atingível): eles realmente são atingíveis?;
  • R – Relevant (relevante): são relevantes para o seu negócio?;
  • T – Time based (temporal): quando você pretende atingi-los?

2 – Tenha um planejamento concreto

Tão importante quanto saber onde se quer chegar, é saber como chegar lá. É aí que entra o planejamento do seu gerenciamento de transportes, que precisa ser claro e objetivo, a fim de garantir que toda a equipe esteja sempre alinhada.

Este planejamento é o que a gestão de transportes terá como norte, seja para fazer investimentos, cortar custos, tomar decisões estratégicas para o setor etc. Para isso, é importante também que o gestor conheça a operação da empresa à fundo.

3 – Desenvolva uma boa estratégia

Construir uma estratégia de entrega pode ajudar nos negócios, reduzindo custos de logística e ampliando a satisfação do cliente. Fazer o cálculo de uma entrega dentro do razoável para sua empresa, por exemplo, é crucial.

Da mesma forma que o cliente quer receber o produto dentro do prazo acordado, ele também espera que o produto esteja em ótimas condições. Assim, não adianta anunciar um tempo de entrega menor do que aquele que sua operação é capaz de realizar.

É melhor manter uma estratégia dentro de condições reais e conquistar a confiança do cliente do que garantir a venda, mas não fidelizar o cliente.

4 – Invista em tecnologia

Hoje, é praticamente impossível falar em operações logísticas sem falar de tecnologia. E justamente por isso, você deve manter a atenção no mercado em busca de novas ferramentas e soluções para a sua transportadora.

Confira um exemplo de tecnologia que pode transformar a gestão de transporte da sua empresa:

API de integração para operações de transporte

As APIs de integração são tecnologias que ajudam a gerar melhorias e criar novas possibilidades em aplicativos, softwares e outros diversos sistemas. 

Por exemplo, se você utiliza um sistema de gestão de transportes ou TMS na sua empresa, mas ele não tem a possibilidade de calcular os pedágios presentes em uma rota, você pode integrar à uma API de pedágios.

São inúmeras as APIs de geolocalização que podem te ajudar a melhorar os processos da sua transportadora e diminuir os custos. 

Otimize sua gestão de transporte com as APIs da Maplink

Como você viu, a tecnologia é capaz de transformar a atuação de qualquer setor de uma empresa, otimizando as operações para reduzir os custos de transporte. 

Se você está em busca de melhorar o desempenho da sua gestão de transportes, conte com a gente!

A Maplink é uma das principais empresas de tecnologia em geolocalização da América Latina, com mais de 20 anos de experiência na área. 

Contamos com as melhores tecnologias do mercado para criar APIs prontas para serem integradas a um sistema ou plataforma, que ajudam com:

  • planejamento de rotas;
  • cálculo automático de pedágios;
  • definição de zonas para desvios de rotas;
  • cálculo de Frete Mínimo;
  • e muito mais.

Todas as APIs são personalizáveis de acordo com suas regras de negócio, se adaptando facilmente às necessidades da sua empresa. 

Visite o nosso site, solicite contato com um de nossas especialistas e veja como as APIs podem te ajudar a reduzir custos e melhorar processos:

Fred Hohagen

CEO & Co fundador - Maplink

Newsletter
Últimos Posts

Saiba mais sobre os recursos ODRD do Google Maps Platform

Na era da Economia Compartilhada, novos serviços de transporte, como solicitação de carona, compartilhamento de carona e plataformas de...

Artigos Relacionados