exemplos-inovacao-logistica

Exemplos de inovação logística: Quais estratégias você deve ficar atento no pós-COVID-19

Você deve ter notado que alguns dos maiores exemplos de inovação logística reformularam não apenas a prática dos processos, mas também todo o planejamento estratégico, certo?

Isso aconteceu, em grande parte, porque essas inovações impactaram na base dos processos logísticos. Alterando, portanto, a forma como capturamos dados valiosos, monitoramos funções internas e externas. Sem, contar, é claro, os indicadores e o nível de especificidade das análises de resultados.

Você imagina, por exemplo, como seria realizar entregas percorrendo estradas ruins, horários de alto tráfego e sem saber exatamente a localidade do cliente? Parece absurdo, mas era exatamente assim antes da automação.

E não é um cenário tão distante assim. O GPS, por exemplo, uma das ferramentas mais básicas utilizadas na logística, só foi considerado completo em 1995. Ou seja, há 15 anos. O que é extremamente surpreendente se pensarmos sobre a evolução da geolocalização e da inteligência dos dados nestes últimos anos.

Mas, ainda há espaço para evolução? Mesmo em momentos como o atual?

A resposta é simples, não só há espaço, como é essencial o conhecimento sobre exemplos de inovação logística para planejar os próximos passos da sua empresa. Separamos, para isso, ferramentas e estratégias capazes de melhorar a eficiência da sua empresa e facilitar a detecção de novas oportunidades no pós Covid-19.

Exemplos de inovação logística

exemplos de automação logistica

Nós chamamos de exemplos de inovação logística as ferramentas, mecanismos e tecnologias que surgiram nos últimos tempos e comprovaram a sua efetividade em fatores-chave da logística. Tais como:

  • Automação de processos;
  • Segurança;
  • Experiência do cliente;
  • Transparência;
  • Otimização de custos, tempos, capital humano;
  • Etc.

São, portanto, apostas tecnológicas no setor de logística que já atraem atenção e investimentos por parte de grandes empresas do mundo todo.

  1. Inteligência Artificial e Aumentada

A inteligência artificial é um dos exemplos de inovação logística que afetou positivamente todos os processos, tanto operacionais, quanto estratégicos do setor. Não à toa que muitas ferramentas só foram possíveis por causa dela.

Nos últimos anos, por exemplo, presenciamos o surgimento de sensores cada vez mais eficientes e desenvolvidos, robôs, sistemas automatizados de picking, softwares de roteirização e muito mais. Todos ligados à inteligência artificial.

Você sabia que a logística urbana é um segmento de extrema importância para as atividades diárias de transporte?

Desenvolvemos um e-book gratuito você vai conhecer muito mais sobre A.I e sua importância: Inteligência Artificial para logística.

Apesar de ainda existir um longo caminho, no mercado brasileiro, para melhor aproveitar a inteligência artificial, novas estratégias ainda mais desenvolvidas já estão a caminho, a inteligência aumentada é um exemplo disso.

O objetivo é que as empresas consigam unir a inteligência artificial com insights e conhecimentos estratégicos humanos para criar uma inteligência aumentada. A ideia, portanto, segundo a Gartner, é aprimorar o desempenho cognitivo da aplicação da inteligência artificial.

Ou seja, utilizar o conjunto de habilidades humanas, com o embasamento, a transparência e atuação da IA para realizar tomadas de decisões muito mais eficientes. E, claro, tornar a rotina logística muito mais produtiva.

Este combo gera um aumento do valor agregado dos produtos e serviços prestados por uma empresa e melhora a experiência do cliente.

Saiba mais: Inteligência artificial aplicada à logística 4.0: o que você precisa saber.

  • Hiper Automação

A hiper automação é o uso de diversos exemplos de inovação logística juntos, o que inclui:

  • Ferramentas de Machine Learning;
  • Pacotes de software e
  • Automação de Processos por Robôs.

A ideia deste exemplo de inovação logística é gerar um combo de automação englobando não apenas as ferramentas, como também a descoberta, análise, o desenvolvimento, levantamento de indicadores, medição e monitoramento em todas as etapas do processo.

  • Inovação Verde

Nos últimos anos ouvimos falar muito sobre sustentabilidade e como as empresas poderiam agir para balancear produtividade com responsabilidade ambiental. É um movimento que deve se manter nos próximos anos. Afinal, o esgotamento do meio ambiente é muito claro e pede por melhores medidas de segurança no transporte, insumos recicláveis, ou reutilizáveis, e compensação ambiental.

Algumas startups surgiram para colaborar com essa inovação, como é o caso do Selo Eureciclo. Outros exemplos que têm ganhado força são os motores híbridos em caminhões, que visam reduzir as emissões de carbono, a construção de armazéns mais sustentáveis e investimentos em embalagens e insumos mais inofensivos ao meio ambiente.

A Amazon, por exemplo, preocupada com os custos e a poluição gerados no last mile, firmou parceria recentemente com uma startup de veículos elétricos, para fornecer 100.000 vans elétricas. Além de utilizar sistemas de roteirização com IA para otimizar as rotas, diminuindo, assim, as emissões geradas e o impacto negativo da última milha, tanto no faturamento, quanto no meio ambiente.

Se a sua empresa não tem estratégias de responsabilidade ambiental é extremamente recomendado que comece agora mesmo. Isso é, hoje, um fator muito relevante para os clientes. Além, é claro, de garantir uma imagem positiva no mercado.

  • Inteligência de dados

principais exemplos de inovação em logística

Trabalhar com dados cada vez mais inteligentes e valiosos é a base para a maioria dos exemplos de inovação logística que citamos aqui. Principalmente aqueles relacionados à localização, coordenadas, mapas e rastreabilidade.

As ferramentas que melhor performam em relação à inteligência de dados são as já conhecidas APIs do Google Maps. Com acesso a dados de geolocalização, por exemplo, você facilita a navegação do seu usuário, além de ajudá-lo a encontrar a localização da sua empresa e a melhor rota para chegar lá. Essa qualidade é essencial para aumentar as vendas, otimizar a entrega e aplicar uma estratégia omnichannel de maneira eficiente.

Outro impacto extremamente positivo da captura de dados inteligentes é compreender mais profundamente o perfil do seu público, comportamento de compra, necessidades e expectativas. Ou seja, essa inovação pode abranger outros setores e processos além da logística.

Ao usar as APIs do Google Maps Platform, você reúne o melhor da licença do Google Maps em tudo o que você cria. As 18 APIs de Google Maps, divididas em 3 pilares (mapas, rotas e places), vão solucionar diversos gargalos de eficiência de processos, maximizar vendas e melhorar a experiência do seu consumidor.

Saiba mais: Business Intelligence aplicado à logística: você sabe como usar?

Quer entender como a Maplink pode te ajudar nesse processo?

Antes de te contar, veja mais alguns exemplos de inovação logística que valem a pena ficar de olho:

  • Machine Learning;
  • Big Data na logística;
  • Blockchain;
  • IoT;
  • Visibilidade da cadeia de suprimentos em tempo real;
  • Empowered Edge;
  • Customer centric.

Ficou curioso para saber mais sobre as nossas funcionalidades? Então, vamos lá.

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma plataforma de APIs que integram com os sistemas da sua empresa, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais.

Somos a maior empresa de tecnologia de geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área!

Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Mais agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, JSL, Sem Parar, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais! Ah, não esqueça de assinar a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

Tags: No tags

Comments are closed.