geocodificação reversa

O que é geocodificação reversa, como e quando utilizar essa ferramenta

A geocodificação reversa está mais presente na nossa rotina do que você imagina!

Afinal, ela aparece nos aplicativos de transporte, sistemas de telecomunicação, gerenciamento de logística e muito mais. E, não há como negar, um dos principais saltos de eficiência gerados pela automação foi, sem dúvidas, relacionado a coordenadas e dados de localização mais exatos.

Não apenas de pessoas, como de imóveis, automóveis e, para a nossa surpresa, coisas e até animais.

Hoje, em muitos locais é possível, por exemplo, inserir um chip em animais de rua, ou domésticos, para que sejam catalogados, monitorados e localizados quando necessário. O mesmo ocorre quando ativamos o serviço de localização do celular e podemos saber exatamente onde ele está em casos de perda ou furto.

Mas, como você já deve imaginar a tecnologia da geocodificação reversa vai muito além dessas aplicações. Ela é fundamental para empresas que realizam transportes, delivery e, neste cenário que estamos, uma ótima ferramenta para realizar entregas em geral.

Vamos entender melhor o que é geocodificação reversa e quais as aplicações no mundo real?

O que é geocodificação

De acordo com o Google:

“A geocodificação é o processo de conversão de endereços em coordenadas geográficas (como latitude e longitude), que você pode usar para colocar marcadores em um mapa, ou posicionar o mapa”.

O que isso quer dizer exatamente? A ferramenta de geocodificação transforma, por exemplo, Cidade de São Paulo em Latitude: -23.5489, Longitude: -46.6388; 23° 32′ 56″ Sul, 46° 38′ 20″ Oeste.

A geocodificação, portanto, é extremamente útil para determinarmos com maior precisão o local de análise.

Falamos mais sobre o que é geocodificação, aplicações e benefícios no artigo abaixo:

O que é geocodificação reversa

Mas, então, o que é geocodificação reversa? É a ação contrária?

Exatamente!

Segundo o Google:

“A geocodificação reversa é o processo de conversão de coordenadas geográficas em um endereço legível por humanos.”

Isso quer dizer que, ao contrário do item anterior, conseguimos transformar coordenadas geográficas em uma cidade, rua, bairro, país, etc.

Essa conversão é possível através do alto grau de especificação das APIs do Google Maps Platform. Com essa ferramenta, e a tecnologia avançada da Maplink, você consegue transformar dados técnicos de localização (X,Y) em informações relevantes e práticas para clientes e colaboradores.

Afinal, quando identificamos um ponto no mapa, a resposta do GPS é em coordenadas que seria completamente inútil para um motorista de aplicativo, por exemplo.

Em termos técnicos, para fazer a geocodificação reversa é preciso ter uma chave API e a resposta deve ser especificada no formato JSON. Se você já tem essa chave basta fazer um teste com a seguinte URL:

https://maps.googleapis.com/maps/api/geocode/json?latlng=Lat,Log&key=YOUR_API_KEY

Onde lat deve ser substituído pela latitude e log por longitude. E, claro, YOUT_API_KEY deve ser completado com a sua chave API.

A resposta será resumidamente no formato a seguir:

formatted_address : “nº Rua, Bairro, Cidade Código Postal, País”

É claro que essa não é a resposta total, afinal, a geocodificação reversa ocorre por etapas, mas o resultado esperado é o endereço escrito de forma compreensível ao usuário sem conhecimento de programação.

Não deixe de ler: Google Maps API no Brasil: como conseguir uma chave? Preço?

Agora que você já sabe o que é geocodificação reversa e como ela funciona na teoria, vamos entender como aplicá-la?

Quando utilizar a geocodificação reversa?

Estamos na era de dados e de ferramentas cada vez mais integradas e atualizadas. E, como você deve ter notado, grande parte das informações mais valiosas está relacionada a localização. Como, por exemplo:

  • Identificar onde o cliente está;
  • A melhor rota para chegar a um PDV, ou evento;
  • Dados precisos na entrega de mercadorias, ou deliveries;
  • Etc.

As APIS do Google que permitem a geocodificação reversa são, portanto, extremamente úteis em estratégias de marketing, logística, vendas e atendimento ao cliente. Afinal, conseguimos identificar um ponto de localização com muito mais precisão através de coordenadas geográficas. E, ainda assim, garantir a praticidade da decodificação delas em um endereço claro.

Agora que você já sabe quando e onde aplicar a geocodificação, vamos analisar algumas das principais vantagens dessa ferramenta.

Vantagens

geocodificação reversa

  • Segmentação

As informações de localização da geocodificação reversa são extremamente valiosas para segmentar seu público-alvo. Dessa forma, podemos delimitar o tipo e formato de abordagem dependendo da sua localização.

Além de possibilitar a criação de estratégias mais efetivas, também fornecemos informações mais precisas para montar planos de expansão empresarial e para embasar tomadas de decisões mais assertivas e ágeis.

  • Estratégias de geomarketing

A partir do momento que o seu cliente aceita compartilhar a localização dele, você pode utilizar de estratégias para contactá-lo no momento correto. Por exemplo, se ele estiver próximo a um ponto de venda, basta avisá-lo, através de uma notificação, que determinado produto está em promoção a poucos metros dele.

Com a geocodificação reversa, portanto, nós conseguimos identificar quando o cliente está mais suscetível a receber determinadas notificações. Desta forma, garantimos a eficiência das estratégias de geomarketing.

Saiba mais: Guia de como fazer geomarketing em 3 passos.

Como você deve ter notado a geocodificação reversa é item indispensável para otimizar processos e interações através da inteligência de dados, localização e mapas. Mas, como você pode implantar esta estratégia no seu site, ou app?

A Maplink pode te ajudar nesse processo! Veja como:

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais.

Somos a maior empresa de tecnologia de geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área!

Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Mais eficiência no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Decolar.com, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Gostou do artigo? Então compartilhe em suas redes sociais! Ah, não esqueça de assinar a nossa newsletter para acompanhar os melhores artigos do blog da Maplink.

Tags: No tags

Comments are closed.