o que é supply chain

Entenda o que é Supply Chain 4.0 e como ela pode alterar completamente a cadeia de suprimentos

Será que podemos chamar a Supply Chain 4.0 de revolução da cadeia de suprimentos atual?

Bom, há uma grande discussão se estamos falando de uma evolução, ou se realmente todos os processos e etapas sofreram revoluções contundentes com a inteligência dos dados, sensores, impressoras 3D, Blockchain, etc.

Mas o que é revolução? A 2ª Guerra Mundial representou um marco revolucionário na logística, certo? Por isso a consideramos uma revolução, afinal, o deslocamento de tropas e suprimentos por grandes distâncias, início do uso efetivo da matemática na alocação de recursos e clara evolução na tecnologia criaram uma nova forma de logística.

Se antes imaginar um caminhão sem motoristas era completamente inviável, hoje, empresas já aplicam essa tecnologia. Assim como armazéns completamente automatizados, remessas preditivas e acompanhamento em tempo real das entregas através de qualquer aparelho móvel.

Ou seja, a Supply Chain 4.0 gera impactos internos (processos, autonomia, etc) e externos, já que o cliente pode tornar-se uma peça ativa nessa “revolução”. Vamos entender melhor o que é a Supply Chain, benefícios e desafios atuais?

O que é Supply Chain 4.0?

o que é supply chain

O termo Supply Chain 4.0, como você já deve imaginar, é uma consequência direta da Indústria 4.0, uma criação do governo alemão para identificar um conjunto de tecnologias complexas, dando início a era da inteligência e da digitalização.

Não deixe de ler: Logística 4.0 – Definição, prática, impactos e desafios dessa revolução.

No caso da Supply Chain 4.0, notamos uma clara mudança, não apenas tecnológica, como também na sua participação estratégica nos processos de decisão de uma empresa. Antes dessa evolução da cadeia de suprimentos, ela ocupava uma função mais operacional, como reabastecer linhas de produção, realizar entregas para clientes e prestar contas para outros setores.

Agora já existem aplicações da Supply Chain extremamente estratégicas, como:

  • Veículos autônomos;
  • Drones que realizam o last mile;
  • Depósitos completamente automatizados;
  • Acompanhamento de entregas por API do Google Maps diretamente no dispositivo móvel do cliente;
  • Etc.

Vale ressaltar, no entanto, que as tecnologias por trás desses exemplos de aplicação da Supply Chain 4.0 já existem há algum tempo. As principais são:

Veja abaixo quando algumas destas tecnologias surgiram:

Fonte: IMAM

O que mudou, então?

Quando trazemos algumas das inovações 4.0 para a Supply Chain, damos muito mais independência e poder de gerenciamento à cadeia de suprimentos, além de planejamentos mais estratégicos e maior integração com outras etapas e setores.

Não compreendeu direito essa questão? Então, veja a explicação abaixo:

Isso quer dizer que, independente de ser uma evolução, ou revolução, a Supply Chain é muito mais complexa que as mudanças tecnológicas da Indústria 4.0, ela impulsiona uma nova visão estratégica da cadeia de suprimentos que pode ser muito benéfica para a empresa. Quer descobrir como? Veja só as principais vantagens da Supply Chain 4.0:

Vantagens Supply Chain 4.0

Já conversamos por aqui sobre o alto impacto no faturamento causado pelo setor de logística, certo? E, um dos principais responsáveis por isso é a falha na alocação dos recursos, realizada de forma pouco estratégica.

A Supply Chain 4.0 vem para combater exatamente isso, com a elevação no grau de complexidade do planejamento analítico, captura de dados valiosos e previsões muito mais eficientes, a cadeia de suprimentos torna-se mais otimizada e eficiente.

O que, naturalmente, diminui os custos totais da cadeia de suprimentos, melhora o faturamento da empresa e, claro, a satisfação do cliente com o acesso a esses resultados. Mas e em relação ao cotidiano da empresa? O que a Supply Chain 4.0 trouxe de melhorias?

  • Automação de processos

A digitalização e a tecnologia possibilitam que todos os processos, resultados e solicitações sejam padronizados e automatizados. Na etapa de fabricação, por exemplo, o estoque e a alimentação de insumos é feita automaticamente, com controle, monitoramento e atualizações em tempo real.

Isso, naturalmente, facilita a comunicação ágil entre setores, melhorando a integração dos processos. Além, é claro, de facilitar a captura e análise de indicadores da cadeia de suprimentos.

  • Aumento da eficiência

O conjunto dos benefícios gerados pela automação de processos aumenta a eficiência da Supply Chain, afinal, monitoramos melhor as etapas e conseguimos verificar mais rapidamente possíveis gargalos.

Bom, mas a Supply Chain 4.0 não é feita apenas de grandes benefícios, existem muitos desafios nessa jornada. Um dos principais é relacionado à balança: flexibilidade da cadeia de suprimentos X custo. Novas implementações, atualizações e ferramentas modernizadas impactam na flexibilização, afetando, teoricamente, os custos.

Essa questão, no entanto, tem ficado em segundo plano com a popularização de novas tecnologias. Hoje, as empresas conseguem se atualizar, sem necessariamente impactar nos custos totais.

Quer entender como a Maplink pode te ajudar nesse processo? Então, conheça um pouco mais sobre as nossas funcionalidades!

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais. Como?

  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos operacionais;
  • Nossas APIs integram facilmente com qualquer tecnologia ou sistema (TMS, CRM, WMS e outros). Além disso, o seu time vai ter acesso a uma documentação completa e a um time de especialistas dedicado, garantindo uma implementação rápida.;
  • Otimização de rotas de entrega;
  • Entre outras inúmeras funcionalidades.

Somos a maior revendedora de Google Maps da América Latina. Integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade.

Maplink Platform

Use a expertise da Maplink para solucionar os problemas da sua empresa de forma inovadora. As nossas APIs foram criadas para se adaptar às necessidades da sua empresa e sistema, indo muito além do mercado logístico.

  • Serviço de roteirização para rotas simples e com múltiplos pontos, que se adapta ao seu tipo de veículo (carro, caminhão, moto, bicicleta, etc) e leva em conta, para planejamento final, todas as especificidades e restrições da sua operação, além de te apresentar o tempo e custo total.
  • A API Planning foi criada para otimizar a sua operação, integrando a criação de rotas, com atribuição para os seus veículos ou equipes, para que o custo total seja reduzido e a produtividade aumente.
  • Inclui os gastos com pedágio (presentes na suas rotas) nos cálculos da operação e facilita esse pagamento, para garantir previsões e controle de custos efetivos.
  • Simplifique cálculos de matriz, tempo e distância entre destinos (com base na melhor rota) e melhore a experiência de navegação e compra do seu cliente, além de ganhar visibilidade sobre a sua operação

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Decolar.com, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Tags: No tags

Comments are closed.