como fazer planejamento logístico de cargas

O que é o planejamento logístico de cargas? Como fazer?

Por definição, planejamento logístico significa buscar inovações em métodos e estratégias com o objetivo de ser mais eficiente nas operações de armazenagem, distribuição e transporte de cargas.

É uma forma de reconhecer oportunidades e otimizações nos processos para lidar com os principais gargalos logísticos. Ou seja, os gestores precisam identificar e implementar um bom planejamento logístico de cargas, executando ações que corrijam as falhas que podem existir em todo o processo de transporte.

Continue a leitura para entender em detalhes o que é um planejamento logístico de cargas, como funciona e como colocá-lo em prática!

O que é planejamento logístico de cargas?

O setor de logística é responsável pelo processo de planejamento e execução ligado ao transporte de cargas. Logo, certificar que as operações estejam alinhadas e otimizadas é fundamental para que quaisquer empresas se mantenham competitivas no mercado.

O planejamento logístico de cargas em específico visa garantir o envio e recebimento de cargas com eficiência e dentro de prazos combinados. 

Quando o transporte logístico está aperfeiçoado, traz excelentes resultados financeiros para o negócio e ainda aumenta a possibilidade do cliente se tornar fiel à empresa.

O trabalho que envolve o planejamento logístico precisa ser feito com atenção aos detalhes, em especial quando as cargas em si possuem curto prazo de validade, como alimentos e alguns produtos químicos. Nestes casos, podem atrapalhar a produção e o rendimento de uma empresa.

Atualmente, ainda existe uma preocupação com o meio ambiente e a logística verde, o que aumenta a importância do setor. Torna-se cada vez mais necessário encontrar métodos mais eficientes para transportar cargas, de maneira que ocorra uma redução na poluição do ar.

Em suma, o planejamento logístico de cargas traz um impacto fundamental tanto para a empresa, quanto na vida dos consumidores finais.

Saiba mais: O que é planejamento logístico? Qual sua importância?

Como fazer o planejamento logístico de cargas?

Para ter um bom planejamento logístico, é importante se atentar aos principais pontos do setor.  É preciso fazer várias análises sobre como a empresa lida com as cargas, elaborar um levantamento dos maiores gargalos no transporte e encontrar as devidas soluções para eles.

Conheça alguns itens para considerar ao fazer o planejamento logístico de cargas:

Analise os processos e operações logísticas

Antes de tomar qualquer ação, um bom planejamento logístico de cargas começa pela análise. Em outras palavras, você sabe exatamente quais pontos precisam de melhorias? Quais os gargalos logísticos do transporte de cargas de sua empresa?car

Uma boa forma de fazer isso é por meio da análise SWOT aplicada à logística. Trata-se de uma avaliação dos pontos fracos e fortes da logística da empresa, além das ameaças e oportunidades observadas nos processos logísticos.

Defina as metas e objetivos

Após analisar os gargalos da empresa e identificar falhas que prejudicam a produtividade e elevam os custos da empresa, é hora de definir as metas e objetivos conforme os dados coletados.

Isso depende de cada empresa, mas alguns objetivos que podem ser determinados são:

  • Reduzir o tempo de entrega;
  • Diminuir os custos do transporte;
  • Aumentar o número de entregas em certo período;
  • Melhorar a comunicação com os motoristas;
  • Dar mais segurança aos motoristas;
  • Entre outros.

Leia também: Como calcular custo de transporte de cargas na prática?

Faça uma boa gestão de transportes

O que é mais vantajoso para sua empresa: manter uma frota própria ou utilizar trabalhadores autônomos? Qual meio de transporte é o mais ágil e mais seguro para concluir determinado tipo de entrega? Quais tarifas devem ser cobradas dos clientes por esse serviço?

Essas perguntas são relevantes financeiramente, pois você irá dar preferência por um transporte que seja mais seguro e com melhor custo-benefício. Tudo isso depende do tipo do seu negócio, se a mercadoria só passa por dentro da cidade, se vai para a zona rural ou se chega a ir a outras cidades e/ou estados.

Invista no planejamento de rota

Você sabe qual a melhor rota que deverá ser cumprida pelo motorista para realizar o transporte? Isso deve ser questionado e resolvido para evitar atrasos e o consumo excessivo de combustível. É importante também considerar fazer várias entregas em uma só viagem, o que reduz o gasto e antecipa prazos.

Com uma boa roteirização de cargas, é possível:

  • Evitar rotas com muito trânsito;
  • Conservar melhor o transporte;
  • Mais segurança ao evitar regiões consideradas perigosas;
  • Aumentar a produtividade;
  • Economizar com a manutenção dos veículos;
  • Otimizar o tempo de entregas;
  • Reduzir chances de erros e atrasos nas operações.

Leia também: O que é roteirização de cargas? Porque ela é tão importante?

Utilize recursos tecnológicos

A transformação digital nos trouxe o conceito de logística 4.0, que por sua vez pode utilizar a inteligência artificial para rastrear cargas e prever problemas relacionados ao transporte.

Hoje em dia, qualquer planejamento logístico de cargas deve levar em consideração a tecnologia para ser bem sucedido. Existem sistemas de rastreamento e gestão de frotas, monitoramento (seja de veículos ou de cargas), softwares de otimização de armazenagem e estoque, chatbots, entre outros.

Aliás, algumas inteligências artificiais até conseguem prever certos problemas e permitem que você os resolva antes que ocorram.

No caso do planejamento logístico de cargas, são diversos recursos tecnológicos que podem facilitar as operações e tornar os procedimentos mais rápidos e práticos, aumentando a produtividade e eficiência.

Atente-se para os feedbacks

Os feedbacks de clientes e empresas terceirizadas podem ser utilizados como ferramenta no planejamento logístico de cargas. Quando alguma falha for reportada, o gestor deve encontrar meios de resolver o problema e impedir que aconteça novamente.

Aliás, vale mencionar que os feedbacks positivos também são bem-vindos. Trata-se de uma excelente forma de incentivar os funcionários para que continuem entregando bons resultados, especialmente em relação aos motoristas.

Monitore do que foi implementado

Depois de responder todas as questões e tomar decisões, é importante acompanhar os resultados. Isso pode ser feito através de um monitoramento dos Indicadores Chave de Desempenho (KPIs) logístico mais importantes para seu negócio. Considere, por exemplo, o número de entregas realizadas em determinado período, a quantidade que foi entregue dentro do prazo ou o tempo médio de deslocamento.

Faça os reajustes necessários

Por fim, após o monitoramento, talvez algumas operações ainda precisem de melhorias. Então a sugestão é continuar prestando atenção aos dados coletados e aos feedbacks, fazendo o possível para eliminar as falhas e otimizar os processos. É essencial estar sempre analisando os resultados para melhorá-los.

Como pôde ver, é de extrema importância que uma empresa tenha um planejamento logístico de cargas atualizado e em constante melhorias. Inclusive, deve-se iniciá-lo o quanto antes para que os resultados possam aparecer a curto, médio e longo prazo.

Leia mais: Como fazer planejamento estratégico de transporte de cargas?

Como a Maplink pode ajudar no seu planejamento logístico de cargas?

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma plataforma de APIs que integram com os sistemas da sua empresa, usando a tecnologia para otimizar as operações, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais.

Somos a maior empresa de tecnologia de geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área!

Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Mais agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, JSL, Sem Parar, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Comments are closed.