quarta-feira, outubro 20, 2021

Tudo sobre prevenção de perdas: Aprenda o que é e como fazer

Tudo sobre prevenção de perdas para você dominar o assunto!

A prevenção de perdas é uma etapa de planejamento logístico essencial para o varejo, mas infelizmente muitos empresários negligenciam o tópico. Essa conduta pode acabar sendo prejudicial para o negócio em muitos sentidos.

As consequências de tal descuido podem ser desastrosas tanto a curto quanto a longo prazo, seja na redução de lucro ou para a imagem da empresa no setor. Portanto, nada melhor do que entender a fundo o que significa prevenção de perdas e como utilizá-la na prática!

O que significa prevenção de perdas?

Prevenção de perdas são práticas e estratégias que servem para evitar, combater e diminuir as perdas da empresa.

De forma geral, são ações necessárias para prevenir desperdícios e custos comerciais ocasionados por ações humanas, sendo elas propositais ou não.

De acordo com um estudo ABRAPPE de Perdas no Varejo Brasileiro realizado em 2019, as perdas no varejo brasileiro estão distribuídas conforme os dados abaixo:

  • Quebra operacional (32,8%)
  • Furto externo (19,5%)
  • Furto interno (15%)
  • Erros administrativos (14,1%)
  • Fornecedores (9,5%)
  • Entre outros (9,1%)

Ou seja, a prevenção é capaz de reduzir os impactos negativos das perdas da empresa, também auxiliando no aumento das margens de lucro.

Qual o impacto das perdas no varejo?

Os impactos das perdas são variáveis, dependendo do país e do segmento do negócio. No entanto, sabe-se que os nichos mais impactados são os de supermercados, perfumes e esportes. De qualquer forma, as práticas são recomendadas para evitar perdas em todos setores.

Para você ter uma ideia da importância de implementar a prevenção de perdas em sua empresa, conheça alguns números, com dados divulgados pela dados pela SEBRAE:

  • Em 2011, o varejo dos Estados Unidos acumulou um total de perdas estimado de US$34,5 bilhões, o que representa apenas 1,41% do faturamento do setor no país;
  • De acordo com a ABRAS, entre 2005 e 2010 o índice médio de perdas no setor foi de 2,33%, superando o líquido médio que foi 2,12%;
  • Atualmente o índice de perdas de supermercados no Brasil alcança 1,96% do faturamento, conforme informa o Provar.

Conhecer o tamanho das perdas do seu negócio é essencial para poder descobrir a origem delas. Sendo assim, cabe ao setor de logística fazer uma análise do problema e criar soluções para reduzir o prejuízo.

Empresas que aplicam as melhores estratégias para prevenir as perdas conseguem neutralizar um impacto de 2% do faturamento, o que é uma quantidade relevante em um mercado tão competitivo.

Benefícios em fazer a prevenção de perdas

Quando a gestão e prevenção de perdas é bem planejada, seu negócio atrai diversos benefícios a curto e longo prazo.

Entre essas principais vantagens, podemos citar:

Agora, quando falamos em “tudo sobre prevenção de perdas“, a parte mais importante é de fato como fazê-la de forma eficiente!

Como fazer a prevenção de perdas?

Como vimos, existem diversas possibilidades entre as causas das perdas de um negócio. Então, não existe exatamente uma só maneira de fazer a prevenção de perdas, mas sim um conjunto de ações focadas em cada área onde ocorrem.

Situações como roubo de cargas, extravio de mercadorias, atraso em entregas, avarias em mercadorias, demora na reposição de itens, falta de segurança, entre vários outros, exigem soluções e estratégias diferentes.

Confira, por exemplo, como fazer prevenção de perdas em sua loja ou supermercado!

O primeiro passo para a prevenção de perdas é descobrir de onde ela vem. Para isso, faça um mapeamento para investigar quais tipos de perda você pode estar tendo.

Fique atento nos tipos que demos de exemplo e procure outros que fazem mais sentido conforme a área de atuação do seu negócio. Faça uma lista dos problemas que observou, junto com anotações se achar necessário.

Em seguida, vá para o segundo passo: elaborar um planejamento de medidas de prevenção.

Sabendo a origem da perda, fica mais fácil de criar um planejamento que faça sentido e seja efetivo. Anote todas as suas ideias para selecionar as melhores opções.

Conheça alguns exemplos que podem ser implementados:

1. Tecnologias de monitoramento

Tecnologias de monitoramento são muito úteis e podem ajudar a solucionar vários tipos de perdas de varejo, como:

  • Evitar furtos internos e externos;
  • Acompanhar a mercadoria em cada processo antes de chegar nas prateleiras;
  • Verificar quais colaboradores estão ativos em cada processo;
  • Observar fluxo de estoque;
  • Entre outros.

Ferramentas como machine learning, inteligência artificial e tecnologias de geolocalização podem facilitar a prevenção.

Investir nessas tecnologias ajuda a monitorar melhor o que está acontecendo na empresa, detectando assim possíveis locais de incidência de perdas.

Além de ajudar na detecção, o monitoramento constante inibe ações de colaboradores internos e clientes.

2. Gestão de estoque e exposição de produtos

A maior parte das perdas costuma ter origem de dentro da empresa. Ter controle do estoque, por exemplo, é indispensável mesmo para varejistas pequenos e médios.

No estoque, costuma ocorrer falta de planejamento de compras e falta de gerenciamento correto. Isso pode acarretar a perdas imensas, extravio, roubo e quebra na movimentação desse estoque entre as lojas.

Um estoque bem organizado já consegue reduzir parte das perdas. Ele precisa estar padronizado e limpo para evitar avarias nas mercadorias.

Um sistema de gerenciamento de armazém (WMS) também pode ser útil para manter um controle da quantidade de itens em estoque e evitar perdas por expiração de prazos de validade.

Dentro das perdas internas, também está a exposição de produtos. No varejo, procure ser estratégico e coloque produtos próximos à data do vencimento de maneira mais visível ao cliente, sabendo quais produtos devem estar na altura dos olhos, acima e abaixo.

3. Contrate as pessoas certas

Às vezes o problema pode residir no comportamento dos colaboradores, que não seguem os exemplos de supervisores e gestores.

Uma solução para esse caso é fazer um processo de seleção mais rígido. Cada colaborador deve entender que ele carrega a marca e um comportamento que segue a cultura da empresa precisa ser seguido.

Você não vai querer que alguém represente sua empresa tendo posturas e valores que não condizem com a visão da sua marca.

Sendo assim, procure avaliar históricos, currículos e realize testes a fim de analisar cada profissional contratado com cuidado e atenção.

Não se esqueça também de buscar formas e estratégias para engajar os colaboradores a sempre gerar resultados melhores para sua empresa.

4. Roteirização de cargas

A roteirização de cargas é uma forma excelente para evitar roubos durante o transporte do produto.

Com ela, o percurso seguido pelo motorista deve passar por regiões menos perigosas, principalmente quando se trata de cargas de valor mais alto, que chamam mais atenção.

Além de garantir a segurança do produto, o funcionário também fica mais protegido para fazer o trajeto. Além disso, permite uma melhor organização da atividade de transporte, agrupando os pontos de coleta e entrega de acordo com sua proximidade

Confira nossos principais guias sobre roteirização:

Leia mais: Como fazer a prevenção de perdas no varejo de forma eficiente?

Entendeu por que é tão importante aprender tudo sobre prevenção de perdas e implementá-la em seu negócio? Invista nesta prática para fazer sua empresa crescer ainda mais!

As soluções da Maplink para a prevenção de perdas da sua empresa

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma plataforma de APIs que integram com os sistemas da sua empresa, usando a tecnologia para otimizar as operações, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais.

Somos a maior empresa de tecnologia de geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área!

Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente.
  • Agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Mais agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, JSL, Sem Parar, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Newsletter
Últimos Posts

Google Maps Plataform: Novo recurso de estilização de mapas

Neste mês, o Google anunciou um novo recurso de estilização de mapas, que permite melhorar a experiência para os...

Artigos Relacionados