terça-feira, dezembro 7, 2021

Como fazer um plano de manutenção de frota eficiente?

A sua empresa tem um plano de manutenção de frota eficiente? 

A falta de manutenção é uma das principais causas de acidentes de trânsito. Traduzindo em números, cerca de 30% dos acidentes urbanos e rodoviários no país são causados pela falta de manutenção veicular, de acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Scaringella Trânsito.

Quando o assunto são frotas de caminhões, além de representar um perigo ainda maior para a vida dos envolvidos, os custos de acidentes também podem ser desastrosos para a empresa.

Claro que, na segurança da logística, a prevenção de acidentes deve sempre ser priorizada pelo bem da vida humana. Mas não há como negar que também é necessário se atentar a acidentes que podem acontecer e prejudicar apenas o lado financeiro de sua empresa.

Portanto, confira o que é e como fazer um plano de manutenção de frotas eficiente!

O que é um plano de manutenção de frota?

Em linhas gerais, um plano de manutenção de frotas é um documento com o objetivo de registrar todas as atividades de manutenção de frota, de preferência de forma preventiva. Isso inclui criar checklists com a frequência, periodicidade, veículos, peças e materiais.

São vários detalhes que precisam ser levados em consideração na manutenção de frotas. Tenha em mente que os veículos se desgastam com a utilização ao longo do tempo e, cedo ou tarde, é indispensável trocar certos componentes antes que quebrem.

A manutenção preventiva de frotas é a ideal, pois é uma maneira proativa de se antecipar a ocorrências e evitar imprevistos que podem causar acidentes ou perdas financeiras.

Outra opção seria a manutenção corretiva (ou reativa e emergencial), que por sua vez pode custar mais caro e trazer outros prejuízos, como uma frota incompleta quando você mais precisa.

Parte fundamental de uma boa gestão de frota, a manutenção preventiva deve conter inspeções, serviços e reparos programados. Enquanto isso, a manutenção corretiva ocorre geralmente por causa da própria falta de manutenção preventiva ou acidentes.

Como fazer um plano de manutenção de frota?

como fazer plano de manutenção de frota

1. Comece fazendo um levantamento de dados

O bom plano de manutenção de frotas passa primeiro por uma minuciosa análise e levantamento de dados. Deve ser o ponto de partida de qualquer planejamento de frotas a fim de compreender os detalhes da situação de toda a frota e quais as necessidades de manutenção.

Investigue e faça um levantamento de todas as informações da frota, como a quilometragem rodada de cada veículo, tempo de uso, quando já foram realizadas manutenções, entre outros. Leve em conta também as reclamações dos motoristas sobre determinados veículos, eles são sempre os primeiros a se deparar com os problemas.

Aliás, é importante que os motoristas participem ativamente e comuniquem quaisquer pequenas falhas antes que virem grandes problemas.

2. Determine o orçamento para seu plano de manutenção de frotas

Apesar dos custos menores, a manutenção preventiva também precisa de recursos financeiros. Por isso, nesta etapa você deve verificar a disponibilidade desses recursos e, ao mesmo tempo, já ir fazendo o orçamento da manutenção em diferentes oficinas.

Com base no levantamento de dados feitos anteriormente, procure sempre manter uma reserva para o seu plano de manutenção de frotas, em especial quando são mais urgentes.

3. Elabore um cronograma e histórico de manutenção

Também é importante definir uma periocidade para a manutenção de sua frota. Claro que é algo que depende de cada veículo e de seu uso, mas crie um registro para acompanhar as horas e as quilometragens deles separadamente.

Desta forma, você terá tanto um cronograma para futuras manutenções, bem como um histórico das já realizadas.

Uma dica interessante é consultar a própria fabricante dos veículos, pois algumas já sugerem períodos de revisões e manutenções.

4. Faça um plano de manutenção de frotas para cada veículo

Seguindo a linha das etapas anteriores, lembre-se de criar um plano para cada veículo da frota. Planos de manutenção para frotas mais pesadas, como caminhões são diferentes para as frotas mais leves, como carros e motos.

5. Crie uma checklist com cada item

Qualquer planejamento fica mais fácil com uma boa checklist para verificar e acompanhar as ações.

Além de ter um checklist para cada veículo e frota, lembre-se dos principais itens, como:

  • Correias e filtros;
  • Fluido das transmissões;
  • Óleo do freio e lubrificante do motor;
  • Limpeza do sistema de arrefecimento;
  • Pneus e rodas;
  • Vazamento de fluídos;
  • Itens de segurança;
  • Sistema elétrico;
  • Velas e Cabos;
  • Condições dos materiais
  • Ajustes gerais.

6. Faça um bom uso da tecnologia

Com o rápido avanço das tecnologias logísticas, não há como deixar de fora o seu uso na manutenção das frotas. Já existem inclusive caminhões inteligentes que permanecem conectados com outros da frota e com o sistema de gestão de transporte.

No caso da manutenção, o ideal é contar com soluções digitais para o planejamento e abandonar as velhas planilhas. Invista em ferramentas que criem um sistema automatizado de todas as etapas de um plano de manutenção de acordo com suas necessidades e tipo de negócio.

Além de aumentar a produtividade e reduzir o tempo em atividades operacionais, a tecnologia também gera relatórios

7. Coloque em prática e monitore as métricas

Um plano sem execução não adianta nada. Portanto, por mais óbvio que possa parecer, é importante colocar todo o planejamento em ação.

Com o plano executado, você também precisa ficar de olho nas métricas e indicadores de desempenho da manutenção. Ou seja, acompanhe os resultados para ver se as manutenções estão de acordo com o planejamento.

Assista ao vídeo abaixo para mais detalhes sobre como fazer um plano de manutenção preventiva de frotas!

As soluções da Maplink para a sua manutenção de frotas

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma plataforma de APIs que integram com os sistemas da sua empresa, usando a tecnologia para otimizar as operações, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais.

Somos a maior empresa de tecnologia de geolocalização da América Latina, com 20 anos de experiência na área!

Desenvolvemos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas quais são os benefícios disso na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Mais agilidade no fluxo de trabalho, uma vez que o sistema passa a ser alimentado automaticamente e em tempo real;
  • Redução de custos por meio da automatização de atividades, eliminação do uso de papel e otimização dos deslocamentos ao agrupar trabalhos geograficamente próximos;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade da equipe.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, JSL, Sem Parar, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Newsletter
Últimos Posts

Quais as vantagens do Google Cloud? Comparação com AWS

Quais são as vantagens do Google Cloud quando comparadas às da AWS (Amazon Web Services)?  Por mais que a AWS...

Artigos Relacionados