terça-feira, novembro 30, 2021

Tecnologia na supply chain: Quais etapas podem ganhar com a transformação digital nas empresas?

Investir em tecnologia na supply chain é agregar valor aos produtos e serviços da sua empresa.

Hoje é praticamente impossível imaginarmos uma fábrica que embala iogurte, fazendo cada etapa da cadeia de suprimentos de forma manual, não é mesmo? Isso se tornaria inviável, tanto em relação ao tempo empregado, quanto capital, equipe, etc.

Sem contar, é claro, que a falta de tecnologia na supply chain também limita o potencial de crescimento do seu negócio. Tornando-o, assim, não escalável.

Com o aumento da complexidade de produtos, serviços e demandas, é natural que uma das bases do mercado precise acompanhar e readequar seu modus operandi. Tanto para acompanhar a expectativa dos clientes, quanto para aumentar as chances de sucesso em um ambiente cada vez mais competitivo.

E, engana-se quem acredita que a tecnologia está apenas em empilhadeiras autônomas, ou equipamentos de chão de fábrica. Na verdade, a tecnologia na supply chain vai desde processos puramente operacionais, até o gerenciamento da cadeia de suprimentos, entrega ao cliente final, etc.

Vamos analisar algumas das principais inovações e o impacto da tecnologia na supply chain?

Onde a tecnologia pode ser empregada na supply chain?

Tecnologia na supply chain

Sem dúvidas a logística foi um dos setores que mais se beneficiou da transformação digital. Afinal, os desafios e dificuldades com processos manuais sempre foram extremamente impactantes para a cadeia de suprimetos. Formando uma série de etapas lentas e ineficientes.

Não deixe de ler: Entenda o que é Supply Chain 4.0 e como ela pode alterar completamente a cadeia de suprimentos.

Com a inclusão da tecnologia na supply chain, muita coisa mudou. Mas será que todas as etapas ganham com a transformação digital? Vamos analisar?

1. Planejamento

O planejamento é, sem dúvidas, uma das etapas mais beneficiadas com a tecnologia na supply chain. Afinal, além da possibilidade de utilizar dados de mercado com mais eficiência e em tempo real, também auxilia na análise de histórico de demandas, compras, fraquezas e possibilidades.

Tanto relacionadas ao planejamento de produção, quanto de compras, transporte e entregas.

As tecnologias mais empregadas neste sentido são o Big Data, blockchain, sistema de gestão, softwares de integração, machine learning e inteligência artificial.

2. Compra

Além do planejamento, que já citamos acima, a tecnologia na supply chain, voltada para a etapa de compras, é fundamental para controle e gerenciamento de fornecedores e insumos. Afinal, com sistemas e ferramentas digitais também podemos montar uma estratégia de insumos muito mais eficiente, sem perdas ou excessos.

Outra área impactada positivamente pela tecnologia na supply chain é a gestão de pagamentos, que fornece dados e informações valiosas para o setor financeiro da empresa.

3. Produção

Quando pensamos em tecnologia na supply chain, automaticamente imaginamos impressoras 3D, inteligência artificial e machine learning, não é mesmo? E essa não é uma expectativa tão longe assim, afinal, a ideia de robotizar a produção já é uma realidade em boa parte do mundo. Veja só:

Incrível, não?

4. Conexão com outros setores

Conexão, naturalmente, está ligada a canais digitais, não é mesmo? Hoje, seria praticamente impossível imaginarmos a integração entre setores e equipes sem a tecnologia na supply chain.

Afinal, com a evolução dos processos, os dados e as informações são atualizados com muito mais agilidade do que há alguns anos. Se precisássemos, portanto, de canais offline para a comunicação interna, a cadeia de suprimentos teria muito mais ruídos, gargalos e ineficiências,

5. Entrega

Você já ouviu falar sobre entregas por drones? Pois é, a tecnologia na supply chain tem realmente surpreendido muitos clientes! Hoje, desde o carregamento até a entrega ao cliente final, todas as etapas podem ser otimizadas com tecnologia.

As API’s Maplink são algumas das melhores ferramentas tecnológicas de supply chain para as etapas de transporte e entrega. Veja só:

  • Trip API

Trip API é o roteirizador Maplink que realiza o cálculo do melhor caminho, considerando todas as variáveis de transporte, como veículo, histórico de trânsito, geometria da rota e muito mais.

E, o principal diferencial é que, independentemente de quantas paradas exista no trajeto, o roteirizador Maplink consegue determinar qual o melhor sequenciamento de entrega entre localizações.

  • Planning API

O Planning API é a ferramenta perfeita para potencializar o roteirizador Maplink, afinal, trata-se do serviço de montagem de carga, otimização e sequenciamento de N (pedidos) para N (veículos).

Isso, é claro, considerando os diferentes tipos de veículos em suas coletas e entregas, e demais restrições de trabalho, capacidade do veículo, legislação.

  • Toll API

Para a escolha da melhor rota precisamos ter informações de custos, certo? Afinal, um dos objetivos do roteirizador Maplink é exatamente esse! O Toll API é a ferramenta correta para precisar os custos de transporte, sem surpresas.

Afinal, ela inclui os valores de pedágio nos cálculos da operação e facilita esse pagamento, para garantir previsões e controle de custos efetivos.

Mais algumas ferramentas das API’s e roteirizador Maplink

  • Map Display: Renderização e visualização do mapa com suas rotas, pedágios e locais importados;
  • Distance Matrix: resultado do cálculo da distância (KM) e tempo entre uma matriz de diversas origens para diversos destinos;
  • Place in Route and Nearby: Identificação, gestão e busca de locais próximos. Como balanças, postos de combustível, etc;
  • Restriction Zone: gestão e criação de áreas de restrição, para desvio de rotas;
  • Geocoding e Reverse Geocoding: converte os endereços e CEPs em latitude e longitude e vice e versa;
  • Geocoder AutoComplete: sugere a localização no momento que o usuário está digitando, baseado em históricos e relevância.

Quais os benefícios da tecnologia na supply chain

  • Visibilidade da cadeia em tempo real

Um dos maiores desafios da logística era monitorar toda a cadeia de suprimentos, quanto mais complexos se tornavam os processos, mais inviável ficava o acompanhamento de toda a cadeia.

Com tecnologias como Big data, Internet das Coisas, Business Intelligence e a computação em nuvem, as empresas puderam aumentar a visibilidade total de cada etapa, resultados e ações por toda a cadeia de suprimentos.

Facilitando, portanto, o monitoramento e possibilitando que os gestores pudessem responder mais rapidamente a falhas e pontos ineficientes.

  • Melhorar a experiência de compra

Com o mercado cada vez mais competitivo, as empresas precisaram investir em inovação e experiências. Principalmente relacionadas a entrega, prazos, pós-venda e relacionamento com o cliente. O transporte passou a ter, portanto, um papel fundamental na experiência de compra.

Com o investimento em tecnologia na supply chain as empresas conseguem coletar pedidos, realizar faturamento, carregamento e entrega com muito mais agilidade e eficiência. Garantindo, assim, a satisfação do cliente e prazos cada vez mais competitivos.

Sem contar, é claro, a facilidade em acompanhar mudanças no comportamento de compra, antecipando tendências e identificando ameaças. Uma empresa, por exemplo, que produz calçados esportivos, consegue visualizar, através dos dados de mercado, que tênis com molas aparentes não figuram mais como preferência dos clientes.

Desta forma, podem diminuir a produção deste produto e lançar para o planejamento ideias de novos formatos. Antecipando, assim, os desejos e futuras necessidades do público-alvo..

  • Corrobora para uma globalização mais democrática

Devido à tecnologia e globalização, hoje podemos usar insumos brasileiros, tecnologias japonesas e exportar produtos para o mundo todo. A conectividade entre países possibilitou o intercâmbio na logística, aumentando, assim, as possibilidades de importação e exportação.

  • Cadeia de suprimentos mais integrada e eficiente

Não é exatamente novidade que a tecnologia profissionaliza quaisquer processos, certo? Vamos usar um paralelo infantil? Antigamente, quando as crianças não possuíam acesso a computadores, internet e impressoras, os trabalhos eram feitos em folha almaço, cartolinas e maquetes.

Com a popularização dessas ferramentas mais tecnológicas, os alunos podiam consultar, em tempo real, informações na internet, trocar ideias online com os colegas e professores, montar o trabalho em programas, como Word, PowerPoint e “profissionalizar” aquele trabalho de colégio.

Tomada as devidas proporções, é exatamente isso que acontece com a tecnologia na supply chain. As ferramentas atuais permitem a troca de informação entre etapas, colaboradores e com o mercado, isso tudo de forma integrada e em tempo real.

O que, é claro, traz eficiência e profissionalismo para cada uma das etapas e para o resultado final. Diminuindo os ruídos, falhas e desalinhamento no processo.

Sabe quem pode te ajudar a investir em tecnologia na supply chain de forma muito mais efetiva? A Maplink!

Com as API’s Maplink, a sua empresa tem as melhores soluções para otimizar recursos, agilizar processos e tornar a cadeia de suprimentos muito mais eficiente.

Ainda não conhece nossas ferramentas? Então, veja só:

Maplink Platform

As APIs Maplink foram criadas para se adaptar às necessidades da sua empresa e sistema, indo muito além do mercado logístico. O nosso objetivo é ajudar a otimizar o seu investimento, criando estratégias muito mais assertivas baseadas em dados e informações de alto valor.

Como? Bom, nós oferecemos:

  • Serviço de roteirização para rotas simples e com múltiplos pontos, que se adapta ao seu tipo de veículo (carro, caminhão, moto, bicicleta, etc) e considera, para planejamento final, todas as especificidades e restrições da sua operação, além de te apresentar o tempo e custo total.
  • API Planning, que foi criada para otimizar a sua operação, integrando a criação de rotas, com atribuição para os seus veículos ou equipes, para que o custo total seja reduzido e a produtividade aumente.
  • Inclusão de gastos com pedágio (presentes nas suas rotas) nos cálculos da operação e facilidade no pagamento, para garantir previsões e controle de custos efetivos.
  • Cálculos de matriz simplificados, considerando tempo e distância entre destinos (com base na melhor rota) e melhora na experiência de navegação e compra do seu cliente, além de ganhar visibilidade sobre a sua operação.

Ficou curioso para conhecer mais sobre a Maplink?

Maplink

A Maplink, junto com o seu time de TI ou desenvolvimento, oferece uma solução robusta, usando a tecnologia para otimizar as operações de sua empresa, garantindo informações estratégicas e a redução de custos operacionais. Como?

  • Integração e implementação de APIs para otimização de processos operacionais;
  • Nossas APIs integram facilmente com qualquer tecnologia ou sistema (TMS, CRM, WMS e outros). Além disso, o seu time vai ter acesso a uma documentação completa e a um time de especialistas dedicado, garantindo uma implementação rápida.;
  • Otimização de rotas de entrega;
  • Entre outras inúmeras funcionalidades.

Somos a maior revendedora de Google Maps da América Latina. Integramos soluções que permitem utilizar a inteligência da geolocalização para melhorar a integração entres os canais online e offline, por meio da integração do seu sistema com a API do Google Maps. Mas como funciona na prática?

  • Aumento da eficiência nos atendimentos, reduzindo o tempo de resposta e facilitando o acesso ao histórico de cada cliente;
  • Maior agilidade e melhora na comunicação entre cliente e empresa, garantindo uma experiência de compra muito mais positiva para o consumidor;
  • Acesso a dados atualizados, que facilitam o acompanhamento de métricas e indicadores que garantem a satisfação dos clientes;
  • Melhora na rentabilidade, devido ao aumento da produtividade.

Apoiamos empresas que são protagonistas e referências nos mercados em que atuam, como: Mercado Livre, Raízen, Gol Linhas Aéreas, Nestlé e BRF. Agende agora mesmo uma conversa com um de nossos especialistas.

Newsletter
Últimos Posts

Como fazer planejamento de rotas e quais ferramentas usar

Se você trabalha com operações de transporte, deve saber o quanto é importante ter um bom planejamento de rotas...

Artigos Relacionados